Ministro da Saúde do Equador renuncia após escândalo de vacinação. Esteve no cargo 19 dias

Rungroj Yongrit / EPA

O ministro da Saúde do Equador, Rodolfo Farfán, renunciou nesta sexta-feira ao cargo, no qual ficou por 19 dias, depois de ser ver envolvido num escândalo ligado à vacinação de pessoas que não fazem parte dos grupos prioritários, anunciou a Secretaria de Comunicação.

Na sua carta de demissão, divulgada pela imprensa, Farfán argumentou que motivos “estritamente pessoais” o levaram a deixar o cargo.

O presidente Lenín Moreno, que vai encerrar o seu mandato em maio, pôs à frente da pasta o cirurgião Mauro Falconí, que era diretor da Agência Nacional de Regulação, Controle e Vigilância Sanitária (Arcsa).

Farfán substituiu o ministro Juan Carlos Zevallos, questionado por suposto tráfico de influência na aplicação das vacinas, e viajou aos Estados Unidos após a sua renúncia.

O escândalo eclodiu quando Zevallos admitiu que a sua mãe, de 87 anos, e várias pessoas do seu círculo foram vacinadas com as primeiras doses recebidas pelo Equador.

Em seguida, soube-se que académicos, políticos, jornalistas e dirigentes desportivos também tinham sido contemplados na campanha de vacinação, que, segundo o plano de governo, deveria ter começado por equipas médicas da linha de frente e lares de idosos.

Agora, o Ministério Público investiga supostos desvios no plano de vacinação e pede a lista dos beneficiados, o que não foi cumprido integralmente pelo Ministério da Saúde.

O governo admitiu hoje, após a renúncia de Farfán, que os funcionários “da linha de frente nos cuidados com ao presidente” foram imunizados, entre eles aqueles que empurram a cadeira de rodas de Moreno, os chefes da segurança presidencial, a assistente e a enfermeira particular do presidente, bem como os responsáveis pela residência oficial.

O Equador, conta com 17,4 milhões de habitantes e regista mais de 307 mil casos e 16.333 mortos por covid-19.

AFP // AFP

PARTILHAR

RESPONDER

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …

Maldivas ponderam oferecer vacinas aos turistas

As Maldivas estão a ponderar dar aos turistas a vacina contra covid-19 quando chegarem para férias, de modo a incentivar o turismo. As Maldivas estão prontas para enfrentar a concorrência acessa assim que o turismo reabrir …

SOS Racismo diz que SEF atentava contra direitos dos imigrantes e aplaude extinção

O Governo decidiu extinguir o SEF e substituí-lo pelo novo Serviço de Estrangeiros e Asilo, com diferentes moldes de funcionamento. A associação SOS Racismo congratulou-se este sábado com a extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras …

Vem aí a Transporter, a van elétrica (e totalmente autónoma) para serviços de entregas

A Mobileye, uma subsidiária da Intel, fechou uma parceria com a startup Udelv para lançar um serviço de entregas em grande escala e com veículos totalmente autónomos já em 2023. A Mobileye, uma subsidiária da Intel …

Ensino à distância roubou a muitos universitários a licenciatura de que estavam à espera

A pandemia de covid-19 obrigou o ensino superior a reinventar-se e se alguns cursos conseguiram adotar o modelo online sem prejuízos, noutros casos o ensino a distância impediu aulas práticas, roubando aos estudantes a licenciatura …

Fernando Medina de pedra e cal em Lisboa. Carlos Moedas não ameaça socialista

Numa sondagem feita pela Intercampus para o jornal Novo, a coligação PSD-CDS surge mais de 20 pontos percentuais abaixo do provável recandidato socialista.  Fernando Medina poderá reforçar em cinco pontos percentuais a votação que teve em …

No Brasil, mais de 40 pessoas foram vacinadas por engano contra a covid-19

O caso está a gerar polémica no Brasil, uma vez que, entre o grupo vacinado, está uma grávida e crianças com idades entre os seis meses e seis anos. Um total de 46 pessoas que precisavam …

O último adeus ao príncipe Filipe, duque de Edimburgo

O funeral do príncipe Filipe, que faleceu há uma semana com 99 anos, esteve em preparação durante 18 anos. O próprio duque de Edimburgo esteve envolvido no seu último adeus, que se realizou este sábado …

Qual foi o dia "mais aborrecido" da História? Um cientista de computação respondeu

Qual foi o dia mais aborrecido da História? Em 2010, um cientista de computação decidiu investigar e chegou a uma resposta: 11 de abril de 1954. Em 2010, o cientista de computação William Tunstall-Pedoe decidiu usar …

Democratas norte-americanos pedem que Biden negue fundos para a Amazónia devido à atitude de Bolsonaro

A poucos dias de Joe Biden se encontrar com Jair Bolsonaro, o Presidente norte-americano foi instado pelos senadores a condicionar o apoio à redução da desflorestação na Amazónia. Democratas do Senado norte-americano enviaram esta sexta-feira uma …