Ministro da Cultura demite diretora-geral das Artes

(dr) DGArtes

Paula Varanda era Diretora-Geral das Artes desde junho de 2016

O Ministério da Cultura anunciou, esta sexta-feira, ter cessado as funções da diretora-geral das Artes por “perda de confiança política”.

“O Ministério da Cultura tomou a decisão de determinar a cessação de funções da Diretora da Direção-Geral das Artes, Paula Varanda, por perda de confiança política. O Ministério da Cultura tomou conhecimento de factos que tornam incompatível a manutenção de Paula Varanda no cargo Diretora-Geral das Artes”, pode ler-se no comunicado do Ministério de Luís Filipe Castro Mendes, sem acrescentar mais detalhes.

O Governo realça que “todos os trabalhos em curso sob responsabilidade da Direção-Geral das Artes deverão decorrer dentro da normalidade e dos prazos previstos”.

Segundo o site da Direção-Geral das Artes, Paula Varanda era diretora-geral desde 1 de junho de 2016. A responsável sucedeu no cargo a Carlos Moura-Carvalho, em maio desse ano, que foi igualmente demitido pelo ministro do Governo socialista.

Na altura, o responsável confessou-se “revoltado” com a exoneração, considerando que “põe em causa os concursos públicos” e admitiu ter pedido explicações ao primeiro-ministro.

Revolta-me e entristece-me porque é uma mudança às regras a meio do jogo”, disse na altura, sublinhando que estava “à espera que houvesse uma palavra, um elogio ao trabalho que foi feito”.

Paula Varanda é investigadora doutorada pela Middlesex University de Londres, no Reino Unido, em Estudos Artísticos e Humanidades (2016), participou em conferências e publicou livros e artigos de crítica e análise de espetáculos e projetos artísticos e culturais (2004-2017).

Fez também direção artística e gestão de projetos nas artes performativas (1994-2016) e foi assessora do Instituto da Artes para o planeamento, execução e avaliação de mecanismos de apoio ao sector profissional (2004-2007).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Não sei quem seja a senhora, nem nunca tinha ouvido falar, mas pode saber-se quais são os tais “factos”?
    Se são facto, não há problema em divulgá-los, certo?
    Se não são factos, deveriam estar todos caladinhos e deixar seguir a justiça ou então, se não é caso para justiça, fazer as coisas com elegância e decoro – coisa que vejo cada vez menos (não que habitualmente seja muito…)

  2. O outro queria elogios ao trabalho feito. Nunca deve ter tido um patrão, só cargos políticos. Quanto à senhora apesar dos muitos estudos não deve ser inteligente. Para ter o nome no genérico de um programa televisivo como produtora, quando existiam incompatibilidades graves com o cargo…

RESPONDER

"Dirty Dancing" está de volta e conta com Jennifer Grey

John Feltheimer, CEO da Lionsgate, confirmou ao The Guardian que a produtora está a desenvolver uma sequela de Dirty Dancing. O clássico dos anos 80 que agora regressa foi protagonizado originalmente por Patrick Swayze e …

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …