Ex-director-geral das Artes está revoltado e pede explicações a Costa

Clara Azevedo / Portugal.gov.pt

O primeiro-ministro António Costa

Exonerado do cargo de Director-geral das Artes, Carlos Moura-Carvalho confessa-se “revoltado” e critica a decisão do Ministério da Cultura, considerando que “põe em causa os concursos públicos” e que já pediu explicações ao primeiro-ministro.

A exoneração de Carlos Moura-Carvalho foi decidida pelo ministro da Cultura, Luís Filipe Mendes, e tem efeitos a partir desta terça-feira, 31 de Maio. Ele tinha sido nomeado para o cargo por concurso público, para uma comissão de cinco anos, e sai do organismo que coordena e executa as políticas de apoio às artes ao cabo de 10 meses de trabalho.

Moura-Carvalho questiona o processo de afastamento e lamenta que “põe em causa todo este mecanismo dos concursos públicos”, em declarações à Rádio Renascença.

Com que legitimidade é que agora nos vamos candidatar a qualquer concurso público, como é que é, há garantia de que a pessoa fica pelo mandato para que vai ser escolhido ou é interrompido de uma forma muito pouco fundamentada, sem razões de fundo”, atesta Moura-Carvalho, assumindo também que não entende em que é que ele e o ministro da Cultura podem “estar divergentes”.

“Revolta-me e entristece-me porque é uma mudança às regras a meio do jogo“, diz ainda Moura-Carvalho, sublinhando que estava “à espera que houvesse uma palavra, um elogio ao trabalho que foi feito”, o que diz não ter acontecido. Assim, revela que enviou uma carta a António Costa, pedindo explicações para este processo.

O secretário de Estado da Cultura não prestou quaisquer esclarecimentos sobre o caso, mas uma fonte da Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública (CRESAP), responsável pelo lançamento dos concursos públicos, refere à Renascença “estranhar a exoneração de Moura-Carvalho, bem como as nomeações provisórias que o Governo tem vindo a fazer, uma vez que a comissão tem forma de fazer os concursos em tempo útil”.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. por onde andam os srs do Bloco e do PCP? ah esqueci, como estão no desgoverno já não há qq problema.

    a esquerda radical é muito divertida, infelizmente nunca traz nada de bom.

    • Por acaso a direita é diferente ?
      Já a vários anos que para mim esquerda ou direita não trazem nada de muito bom ao Pais a não ser o mesmo de sempre, amigos amiguinhos e amigalhaços.

      • Senhor Garcia, acontece que nem BE nem PCP tinham apoiado nenhum governo, sempre estiveram na oposição, onde se têm fartado de barafustar contra tudo e contra todos e agora que estão como muletas do governo, que por acaso até tem estado a tomar algumas medidas que já tinham sido avançadas e contra as quais eles se levantaram contra e agora enfiaram a cabeça na areia ou hibernaram. Os portugueses só querem saber a razão da sua desaparição. Quem ainda depositava esperanças neles deve estar a perdê-las, pelo menos os que esperavam deles o repúdio a certas medidas. Eles desapareceram do mapa.

        • Estudaram na mesma universidade do Stipras, há meia-dúzia de meses criticavam por tudo e por nada agora são subservientes e cúmplices na mesma batotice governamental e mantêm-se caladinhos como um cachorrinho manso sempre que a batota vai ao encontro dos seus desejos ideológicos.

  2. Para o PS, a cunha e o saneamento politico tem mais força do que concursos públicos ou competência. Costa, está-se nas tintas para as regras e normas. Precisa de lugares vagos para os amigos. Mas note também que o BE e PCP estão igualmente nas tintas para estes assuntos. A moralidade deles é não verem, não ouvirem…..tem contrapartidas para a sua complexidade.

RESPONDER

Grupos secretos do Facebook prometem falsas curas para cancro e autismo

Uma investigação do Business Insider expôs casos de contas e grupos secretos no Facebook que passam publicitam "medicamentos" e "tratamentos" alternativos que custam milhares de dólares mas que, na verdade, não passam de fraudes. Segundo noticiou …

Ministério repudia agressões nas escolas e fala em casos "residuais"

O Ministério da Educação garante que as situações de violência grave nas escolas são “residuais” e que existe uma tendência de diminuição de casos, repudiando todas as agressões que considera "inaceitáveis seja quem for o …

Surto de anthrax pode ter matado mais de 100 elefantes no Botswana

Um surto de anthrax pode estar na origem da morte de mais de 100 elefantes no Botswana ao longo dos dois últimos meses. Fontes do Governo do Botswana adiantaram, citadas pela Reuters, que "as investigações preliminares …

Nove migrantes encontrados vivos em novo camião no Reino Unido

A polícia britânica encontrou um segundo camião onde viajavam nove migrantes, todos eles vivos. Ainda hoje foi encontrado um camião com 39 pessoas mortas. Horas depois de ter sido encontrado um camião com 39 pessoas mortas, …

Brexit. Primeiro-ministro da Irlanda apoia adiamento até 31 de janeiro

O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, defendeu esta quarta-feira uma prorrogação da data do 'Brexit' até 31 de janeiro, num telefonema com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que já recomendou aos 27 que …

Matosinhos é a primeira cidade 5G em Portugal

A NOS cobriu totalmente Matosinhos com 5G, em parceria com a Huawei, tornando-a na primeira cidade de quinta geração móvel em Portugal, anunciou, esta quarta-feira, a operadora de telecomunicações. De acordo com a operadora, "a rede …

O Super Mundial de Clubes vem aí e o Barcelona pode ficar de fora

O Barcelona poderá ficar fora da próxima grande competição da FIFA: o Super Mundial de Clubes. Para inverter esta situação, os catalães terão de ganhar uma das próximas duas edições da Champions. O Conselho da FIFA …

Falência da Thomas Cook leva ao encerramento de empresas no Algarve

De acordo com a TSF, há empresas que não vão conseguir resistir ao colapso do grupo britânico Thomas Cook, que anunciou falência há cerca de um mês. Um mês depois de ter sido anunciada a falência …

Ex-ministro da Saúde questiona regulador no caso do bebé sem rosto em Setúbal

Adalberto Campos Fernandes diz que o caso do bebé com malformações graves dá motivos para questionar a utilidade da Entidade Reguladora da Saúde. Ordem dos Médicos está a agir "adequadamente". O antigo ministro da Saúde Adalberto …

Nuno Artur Silva vendeu participação nas Produções Fictícias ao sobrinho

Nuno Artur Silva, futuro secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media vendeu a sua participação na produtora de conteúdos Produções Fictícias. Desta forma, o indigitado secretário de Estado já não tem participações em empresas …