“Falta de respeito”. Milhares de pessoas assinam petições contra reabertura de creches em maio

d.r. BBC

Na semana passada, o Governo anunciou que a sua vontade é começar a retornar à normalidade, dentro do possível. Uma dessas medidas é reabrir as creches em maio.

De acordo com o plano do Governo, as crianças “precisam de conviver” e os pais têm de retomar o trabalho com melhores condições.

A ideia é que as creches (para crianças dos zero aos três anos) reabram logo no início de maio e só depois, um pouco mais tarde, serão os jardins de infância (para crianças dos três aos seis anos) a reabrir as portas.

Porém, de acordo com o Observador, esta medida não gera consenso. Na página de Internet Petição Pública somam-se petições criadas por cidadãos para impedir que as crianças sejam as primeiras a sair do confinamento. As petições contam com cerca de 18 mil, 10 mil e quatro mil assinaturas.

As quatro petições dirigem-se ao Governo, às figuras do Presidente da República e primeiro-ministro, à Assembleia da República, aos profissionais de educação e às famílias e apelam a que não se reabra as creches.

Numa das petições, defende-se o encerramento das creches e dos jardins de infância até ao final do ano letivo. “As crianças podem nem saber manter a distância de segurança”, além de “não perceberem o porquê de não poderem abraçar-se, beijar ou pedir colo”.

Os mais novos estão “constantemente em contacto direto com colegas, educadores e auxiliares” e que, mesmo lavando as mãos regularmente, estas “nunca estão limpas”. O risco de contagiar educadores e auxiliares é outro dos argumentos.

“Acho uma falta de respeito abrirem as creches e brincarem com a saúde dos mais pequenos”, lê-se.

Noutra petição faz-se referência que a decisão de reabrir as creches em maio é tida como “uma bomba relógio”.

“Abrir as creches é muito complicado”

Em entrevista à revista Sábado, o pneumologista Filipe Froes admitiu que abrir as creches “não é uma decisão fácil”, mas, “neste contexto, é muito complicado”.

À revista, Filipe Froes admitiu duvidar de que a situação epidemiológica seja tão boa como dizem. “Se estamos em planalto, era legítimo esperar que o número de internamentos, doentes em cuidados intensivos e mortos estivessem a descer. Mas os internamentos subiram há dois dias. Em que é que ficamos?”, questiona Filipe Froes.

O médico avisou que “o ideal era ter 15 dias de diminuição progressiva mantida dos dados” antes de abrir creches onde vão estar crianças que “são focos de transmissão”. À Sábado, Filipe Froes alertou que a reabertura precoce vai “contribuir para a criação de cadeias de transmissão com impacto em grupos de risco”.

À mesma revista, Ricardo Mexia, presidente da Associação de Médicos de Saúde Pública, disse que “os mais jovens terão dificuldades em manter as recomendações” para evitar o contágio. Essa “é a parte difícil”, avisou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ventura reforça poder no Chega. Direção pode suspender militantes

No dia 30 de maio, foram aprovados dois regulamentos que dão poder à direção do Chega para suspender militantes do partido. Segundo avança a revista Sábado, no passado fim de semana, o Conselho Nacional do partido …

Egípcio submeteu as três filhas a mutilação genital feminina. Agora, vai ser julgado

Um pai terá dito às três filhas que iam ser vacinadas contra a covid-19, mas, quando acordaram, tinham sido mutiladas. Um cidadão egípcio vai ser julgado por, alegadamente, ter forçado as três filhas menores a serem …

Vacina da Universidade de Oxford para a covid-19 será testada no Brasil

A vacina contra a covid-19 em que trabalham os cientistas da Universidade de Oxford será testada no Brasil, pelo nível de infeção naquele país, revelou esta sexta-feira o Times. Com o declínio nos casos de coronavírus …

Esta noite há um eclipse penumbral da Lua

Esta noite tem bons motivos para atrasar o jantar: ao início da noite desta sexta-feira, haverá um eclipse penumbral da Lua. A Lua vai ficar na penumbra na noite desta sexta-feira. Pouco antes das 21h, em …

Depois de Latifa e Haya, mais uma princesa pediu ajuda para fugir do Dubai (e está desaparecida)

Depois da fuga da princesa Latifa e da princesa Haya do Dubai, outra jovem gravou um vídeo a pedir ajuda para escapar dos seus pais. Agora, está desaparecida. De acordo com o jornal espanhol El País, …

Caso Maddie. Suspeito alemão alvo de nova investigação por crime semelhante na Alemanha

Christian B., de 43 anos, poderá estar associado ao desaparecimento de uma menina de cinco anos, em 2015, na Alemanha. De acordo com a agência DPA, o Ministério Público alemão abriu uma nova investigação sobre o …

À espera de propostas concretas, Jerónimo quer salário pago a 100%

Jerónimo de Sousa admite que só tomará uma posição quanto ao Orçamento Suplementar quando souber as "propostas concretas". Esta sexta-feira, o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, disse que só tomará uma posição quanto ao Orçamento …

Do ruído à reciclagem. No Dia Mundial do Ambiente, associação Zero divulga dados preocupantes

As principais preocupações da associação ambientalista Zero em Portugal são ao nível do desperdício de água, do ruído e da reciclagem. Do excesso de lixo produzido por cada habitante ao ruído em excesso provocado pelo …

Esferográfica pessoal e máscara obrigatórios nas eleições do FC Porto

As eleições do FC Porto estão agendadas para este fim de semana e os sócios que quiserem exercer o seu direito de voto terão de levar uma máscara de proteção individual e uma esferográfica. No comunicado …

Açores sem infetados por covid-19. Último paciente internado recuperou

Os Açores estão oficialmente livres de covid-19. Dois meses e meio depois do primeiro caso na região, os Açores não têm qualquer registo de infetados por covid-19. Vasco Cordeiro, presidente do Governo Regional, anunciou no Facebook …