/

Britânico diz ter encontrado o MH370 através do Google Maps

24

francescoprocida / Flickr

Avião Boeing 777 da Malaysia Airlines

O desaparecimento do MH370 continua a ser considerado um dos maiores mistérios da aviação mundial. Agora, Ian Wilson afirma que os restos da aeronave estão numa floresta do Camboja.

Ninguém sabe ao certo o que aconteceu ao avião da Malaysia Airlines que desapareceu em março de 2014, quando voava entre Kuala Lumpur e Pequim.

O MH370, que perdeu o contacto com a torre de controlo, desaparecer com 239 pessoas a bordo. Agora, quatro anos depois, um britânico diz ter localizado a aeronave… no Google Maps.

Ian Wilson, um especialista britânico em tecnologia, afirmou ter localizado os destroços do avião da Malaysia Airlines através do Google Maps, depois de ter analisado a ferramenta e ter encontrado uma mancha branca, em formato de aeronave, na região de uma floresta do Camboja.

A imagem permite identificar com alguma facilidade o formato de uma aeronave de grande porte, mas Ian avança ainda com mais detalhes. Segundo o especialista, o Boeing mede cerca de 69 metros, embora haja “um espaço entre a cauda e a traseira da aeronave”.

Além de ser recebida com alguma estranheza, a notícia veio reacender o clima de especulação em torno do paradeiro dos corpos. Um relatório com mais de 400 páginas aponta que o avião desapareceu após um desvio intencional, mas os corpos das 239 vítimas nunca foram encontrados.

Segundo o Hypeness, a teoria de Ian Wilson vai no sentido contrário da dos peritos envolvidos no acidente, que acreditam que o MH70 estava próximo da costa australiana. A hipótese mais provável apontada pelos investigadores é que o avião tenha caído no mar.

Esta suposta descoberta já chamou a atenção de Andre Milne, fundador de um instituto de defesa, que pediu ao Google suporte para visitar a localização. O Governo da Malásia declarou que reabrirá as investigações caso surjam novas evidências.

  ZAP //

24 Comments

  1. a não ser que o meu Google Maps esteja errado, o comprimento daquilo que parece ser um avião é de 288 metros. Para quem quiser confirmar as coordenadas são aproximadamente 12.089, 104.152

    • Além disso, está práticamente inteirinho, depois de ter “caído” nesta floresta, o que é impossível. Um charco de água produziria fácilmente esta imagem.

      • Para além de parecer bastante inteiro, a floresta atrás dele, por muito depressa que regenere naquela zona, também está muito uniforme. Parece que caíu na vertical, o que é incompatível com o estado em que o “avião” se encontra.
        Ainda assim é muito estranho…

  2. a não ser que o meu Google Maps esteja errado, o comprimento do que aparece ser um avião é de 288 metros. Para quem quiser confirmar as coordenadas são 12.088, 104.151

      • Eu usei “Medir Distancia” que está disponível no Google Maps que costumo usar quando quero ver distâncias para o meu drone! Usando isto num campo de futebol dá-me as dimensões normais. Pode ser que o zoom afecte a medição mas desconheço!

      • medi outra vez com outro nível de zoom e dá sessenta e tal. desculpem. De qq modo nunca ficaria inteiro como o janeka diz

  3. Pelo angulo das asas o avião da imagem é claramente um aparelho com os motores na cauda….. sorry guys.

  4. Realmente um avião abandonado Ian encontrou. O avião não se encontra dividido, ou seja, não se partiu no ar. Como à sua volta não à espaços abertos, o avião caiu à muito tempo, porque deu tempo suficiente para a vegetação crescer. Pela imagem não dá para ver bem, mas parece um boeing 777, porque tem os motores juntos ao corpo do avião e meio que para fora das asas. Na minha opinião, os investigadores da Malaysia deveriam ir averiguar, porque pode ser a maior pista que terão sobre o MH370

  5. Visto em 3D está numa pequena encosta bem no meio de uma espécie de cratera com 4 a 5Km de diâmentro. E no meu earth dá +-70m de comprimento. É claramente um avião e com motores junto a fuselagem. ???É ir averiguar e dar respostas.

    • Há várias imagens captadas pelos satélites com aviões a voar que estão no Google Maps (GM). De qq maneira a altitude a que voam alteram as suas dimensões no GM (mais comprido do que um avião em terra) pelo que, a ser um avião, é mais pequeno do que os 70 metros que “tem”.

    • Alguem com bom senso 😉
      PS. impossivel colocar acentos

      Alguem ja se perguntou qual era a carga que o aviao etava a transportar?
      Essa e a chave para a resposta.

      Por vezes, um mau menor, causa, um benefio maior.

      Sem fazer juizo de nada, aquela carga nao podia chegar ao destino.

  6. Há algum tempo essa mesma imagem apareceu relacionada a mesma pessoa, porém, o avião estava no mar em uma parte rasa ficando a mostra. Ao que parece refizeram a montagem para ganhar mais algumas visualizações.

  7. Essa mesma imagem saiu há algum tempo, porém o avião estava na água em uma profundidade rasa. O descobridor era o mesmo. Ninguém conhece. Parece que alguém resolveu refazer a montagem e mudar o avião de lugar. Meus senhores assistam o especial do 60 Minutes australiano.

  8. Talvez seja apenas a foto de um avião em pleno voo na hora da fotografia do satélite. Nada de mais. Talvez até seja por isso que as dimensões do aparelho estejam tão grandes…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.