Metro de São Paulo continua em greve a 3 dias do Mundial

ABr

Estação deserta do Metro de São Paulo

Estação deserta do Metro de São Paulo

O sindicato dos trabalhadores do Metro de São Paulo decidiu manter a greve iniciada na semana passada e promete fazer piquetes para impedir que os colegas continuem a trabalhar.

Apesar de o Tribunal Regional do Trabalho ter considerado a greve abusiva, os trabalhadores do Metro continuam parados na cidade de São Paulo pelo quinto dia seguido. A exemplo do que vem a acontecer desde a última quinta-feira, a circulação de composições do metro é parcial.

“Seguiremos com a greve até que o governo de São Paulo negocie com a gente”, disse o secretário-geral do Sindicato dos Metroviários, Alex Fernandes, à BBC.

O sindicalista descreve que algumas linhas do metro operam neste momento em função de um plano de contingência, implementado pela empresa, no qual as composições estariam a ser operadas por supervisores e coordenadores.

“Nós já estamos nos organizando para fazer piquetes em trens, estações e pontos de manutenção”, afirma, e lança o alerta: “Ninguém vai trabalhar. Se não chegarmos a um acordo, na quinta-feira não vai ter metrô nem para Itaquera nem para lugar nenhum.”

Este domingo, o Tribunal Regional do Trabalho declarou como “abusiva” a greve dos trabalhadores do metro paulista.

De acordo com a BBC, o clima na assembleia geral dos trabalhadores neste domingo foi tenso e favorável à manutenção da greve desde o início, com protestos contra a FIFA e os gastos com o Mundial.

Uma nova assembleia está marcada para as 13h desta segunda-feira (17h em Portugal). Os trabalhadores também prometem uma manifestação na estação Ana Rosa, juntamente com o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST).

Reivindicações

A greve começou na quinta-feira passada e tem gerado grande apreensão, além de complicar a situação do trânsito da cidade a poucos dias da abertura do Mundial, que tem lugar esta quinta-feira.

Os grevistas iniciaram a paralisação reivindicando um aumento de 35,5%, mas agora exigem apenas 12,2%. A empresa oferecia um aumento de 7,8% e elevou sua proposta para 8,7%, que foi rejeitada pelos metroviários, mas ratificada pelo Tribunal Regional do Trabalho.

Altino de Melo Prazeres Júnior, presidente do sindicato da categoria, disse que a proposta oferecida pelo governo estadual, a mesma da Justiça – 8,7% de aumento sobre os salários em 30 abril deste ano, que considera o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), além de 3,5% de aumento real – é insuficiente.

O presidente disse ainda que o sindicato não tem intenção de prejudicar o Mundial de Futebol – a abertura do evento ocorre dentro de três dias na capital paulista.

O sindicato não quer acabar com a Copa. Sou torcedor de futebol e vou torcer pelo Brasil. Mas tem que ter dinheiro também para o trabalhador, não pode gastar só com o Itaquerão, só com grandes obras”, declarou.

ZAP / BBC / ABr

PARTILHAR

RESPONDER

Mourinho e jogadores do Tottenham apanhados a quebrar regras de isolamento

O técnico português José Mourinho e três jogadores do Tottenham foram apanhados a quebrar as regras de isolamento social decretadas no Reino Unido, segundo avança o diário britânico The Guardian. De acordo com fotografias e vídeos …

Infetados que furem quarentena podem arriscar prisão preventiva

Em Portugal, o crime de propagação de doença tem uma moldura penal que pode ir até oito anos de prisão, admitindo ainda medidas de coação privativas da liberdade, como é o caso da prisão preventiva. Assim, …

Conquistadores espanhóis usaram técnicas indígenas para construir as suas armas

Um novo estudo concluiu que os invasores espanhóis foram obrigados a aprender com os indígenas da Mesoamérica sobre a produção de cobre. Descobertas arqueológicas em El Manchón, no México, apoiam a ideia de que invasores espanhóis, desesperados …

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …

Restos de bombas atómicas revelam longa vida dos tubarões-baleia

Cientistas estão a determinar a esperança de vida do maior peixe dos oceanos com a ajuda de testes de bombas atómicas realizados durante a Guerra Fria, entre os anos 50 e 60. Em perigo de extinção, …

Telescópio russo apanha o despertar de um buraco negro

O telescópio russo ART-XC do observatório espacial Spektr-RG detetou uma fonte brilhante de raios-X no centro da Via Láctea, que acabou por revelar ser o "despertar" do buraco negro 4U 1755-338. A descoberta ocorreu no passado …