Metade dos portugueses acredita que Portugal está preparado para inverno (mas defende novo confinamento)

Mário Cruz / Lusa

Uma sondagem da Aximage para o Jornal de Notícias e TSF revela que 47% dos portugueses defendem um novo confinamento, apesar de 50% acreditar que o país está melhor preparado para o inverno.

De acordo com o Jornal de Notícias, há mais portugueses a defender um novo confinamento (47%) do que a rejeitá-lo (40%). Aliás, segundo a sondagem da Aximage, 54% dos inquiridos quer um confinamento mais exigente do que o anterior.

Em julho, recorde-se, 51% das pessoas recusava medidas mais radicais de combate à pandemia

O Norte e Centro são as regiões em que há mais habitantes a defender um novo confinamento (52%). A medida é apoiada maioritariamente pelas classes médias (51%) e pelas pessoas com idades entre os 18 e os 34 anos (65%).

As pessoas que não concordam com a medida são mais velhos, mais ricos, vivem no Porto e votam no PS. Segundo a sondagem, 51% dos inquiridos com idades entre os 50 e 64 anos são contra um novo confinamento, bem como 42% dos portugueses com escalões de rendimento mais elevados, 49% dos que votam no PS e 44% dos que vivem na Área Metropolitana do Porto.

Quem defende um confinamento mais exigente do que o anterior são habitantes da Região Centro (60%), têm 35 a 49 anos (65%), pertencem à classes médias (entre 57% e 59%) e optam por se abster nas eleições (64%).

Quanto ao cumprimento das regras de combate à pandemia, 68% considera ser mais cumpridor do que a maioria dos portugueses, sobretudo os mais velhos, e só 6% admite que se relaxou no cumprimento das recomendações – sobretudo os mais novos.

Na quinta-feira, Portugal registou mais dez mortos e 770 casos de infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O aumento de casos levou António Costa a convocar uma reunião do gabinete de crise com caráter de urgência.

ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Confinamento ? Pandemia ?
    Mas qual pandemia?
    As grandes pandemias da História mataram MILHÕES de pessoas e infectaram milhões de pessoas. Ninguém se safava depois de infectado.
    O Covid está longe disso. Mais parece uma gripe com aspirações comerciais a pandemia. A maioria das pessoas não foram infectadas e as que foram infectadas muitas nem sintomas tiveram e as que tiveram sintomas trataram-se na sua maioria em casa com ben-u-ron. Isto é Pandemia?
    Quanto ao uso da máscara é bluff pois não protege de vírus mas sim de bactérias. O fundamental como dizem os médicos é a distância social e a higiéne de mãos. Assim se entende por que razão os médicos são constantemente contaminados na sua profissão pelos mais diversos vírus apesar de andarem sempre de máscara.
    A pandemia mais grave e mais perigosa é deixarem morrer pessoas de outras doenças por causa do Covid e no fim dizerem que foi de Covid.

  2. Mas esta gente viverá de quê?! Não percebem o desastre económico que se aproxima? Falências, desemprego? Aliás, nem sei se acredite nestas sondagens, é cada vigarice, digo, projecção!

    E depois, o nr de óbitos contraria a narrativa da pandemia! Acordem!

RESPONDER

Há cada vez mais cidades chinesas com cortes de energia — e isso poderá ter consequências globais

Embora o problema já se tenha começado a sentir em julho, na última semana deixou de atingir apenas as zonas industriais para se estender aos bairros residenciais. População foi desaconselhada a não usar dispositivos com …

Barack Obama: "Taxem os ricos, como eu," para financiar proposta de Biden

Apelo está relacionado com a aprovação de um grande plano legislativo proposto por Joe Biden e que deverá ser negociado nas duas câmaras do Congresso norte-americano ao longo das próximas semanas. Numa semana decisiva da governação …

As origens dos antigos Etruscos foram finalmente reveladas

Vestígios de ADN encerraram, finalmente, o debate sobre a origem dos Etruscos,  uma antiga civilização cujos restos mortais foram encontrados em Itália. De acordo com quase dois mil anos de dados genómicos, recolhidos de 12 locais …

Rússia acusa Navalny e aliados de extremismo em novo processo

A Rússia intensificou a campanha contra o opositor do governo Alexei Navalny, abrindo esta terça-feira um novo processo judicial, que poderá levá-lo a cumprir uma pena de prisão de mais uma década. Navalny cumpre dois anos …

Governo demite Chefe do Estado-Maior da Armada. Gouveia e Melo provável sucessor

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, vai propor ao Presidente da República a demissão do Chefe do Estado-Maior da Armada, confirmaram hoje à Lusa fontes ligadas à Defesa. O Governo propôs ao Presidente da …

Borussia Dortmund 1-0 Sporting | Um Mal(en) que veio só… e foi suficiente

O “bicho papão Haaland não jogou, mas nem assim os “leões” conseguiram contrariar o maior poderio germânico. O Sporting saiu de Dortmund com uma derrota, apesar da excelente réplica no Signal Iduna Park, e muito por …

FC Porto 1-5 Liverpool | Dragão atropelado em casa

O Liverpool é uma espécie de “besta” em tons de “red” para o FC Porto. Em nove jogos oficiais, os “azuis-e-brancos” nunca venceram, somando 3 empates e 6 derrotas, a mais recente foi pesadíssima e …

China desenvolve arma invisível capaz de destruir redes de comunicação em dez segundos

Uma equipa de cientistas chineses está a desenvolver uma arma sónica, que gera um intenso pulso eletromagnético, capaz de destruir redes de comunicação e de fornecimento de energia elétrica. A arma poderá ter um alcance …

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …