Mais de metade dos portugueses acredita que os fundos europeus vão ser mal geridos

Rodrigo Antunes / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

Mais de metade dos portugueses (60,6%) acredita que os fundos europeus que Portugal vai receber para fazer face à pandemia vão ser mal geridos, revela uma sondagem da Intercampus para o Jornal de Negócios e para o Correio da Manhã.

Em causa estão os 58 mil milhões de euros que Portugal vai receber em fundos europeus nos últimos dez anos, valor que obriga a uma execução de seis mil milhões de euros por ano, o dobro da média dos últimos anos, tal como frisa o Negócios.

Apenas metade dos inquiridos acredita que estas verbas poderão beneficiar muito a economia portuguesa, havendo outros 42,2% que esperam que os apoios não impliquem grandes ganhos para o país e para a sua economia.

De acordo com a mesma sondagem, 60,6% diz não acreditar que o dinheiro venha a ser bem gerido, com apenas 27% a acreditar numa boa gestão deste financiamento europeu.

O ceticismo dos portugueses face à aplicação destes fundos esbarra com a mensagem de confiança e tranquilidade que o Governo tem tentado passar.

Esta segunda-feira, a  ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, garantiu que “há dois países com contrato de confiança com a Comissão Europeia na gestão de fundos e Portugal é um desses países. Isso significa que o erro na gestão dos fundos é baixíssimo”.

Há duas semanas, foi a vez do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, afirmar que a a capacidade de Portugal para executar fundos comunitários “é reconhecida por todos” em Bruxelas.

ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

    • Até porque apenas 12% dos portugueses confiam no primeiro-ministro, segundo notícia ainda ontem aqui veiculada.
      Acho que vai ser tudo feito à moda da galambada do lítio matoso fernandino.

    • Infelizmente. Mas mesmo assim vem com cara de aldrabão dizer que daqui a 6 anos tem de dar conta destes dinheiros. Deus nos acuda se daqui a 6 anos esta aventesma ainda estiver à frente do governo do País.

    • Tem razão Sr. Manuel. Sabendo que as únicas “Armas”, que a Democracia me concede, são o meu direito de protestar, de me expressar por escrito, de manifestar e de votar, são como balas de pólvora molhada. Mas tem razão vamos fazendo, levantamos muitas “lebres” mas deixamos-as a solta, cartuchos molhados também não funcionam !….bem haja !

  1. Onde se lê “Há duas semanas, foi a vez do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, afirmar que a a capacidade de Portugal para executar fundos comunitários “é reconhecida por todos” em Bruxelas.”.

    deve ler se

    “Há duas semanas, foi a vez do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, afirmar que a a capacidade de Portugal para ESBANJAR fundos comunitários COM MAFIOSOS E CORRUPTOS “é reconhecida por todos” em Bruxelas.

  2. Os 27% que acreditam, que leiam a notícia: “Bancos estão a pedir a contabilistas para fazerem um jeitinho e falsificarem declarações”. A banca no seu melhor! Denúncia da própria bastonária dos contabilistas!

      • Sem dúvida, uma pouca vergonha, não há decência! Verdadeiramente inacreditável, eu não tenho ilusões quanto aos fundos europeus, infelizmente já não acredito que serão bem aplicados, oxalá esteja errado…

Ciclone mortal deixou uma praia da Índia coberta de ouro

Centenas de pescadores, mulheres e crianças no distrito de East Godavari, no estado de Andhra Pradesh, no sul da Índia, passaram o fim de semana a vasculhar a praia local em busca de ouro. Após o …

O Flamengo de Jorge Jesus foi "um mero acidente de percurso"

2019 foi uma exceção para a equipa brasileira que, depois de ter vencido (quase) tudo, neste ano já foi afastado da Taça do Brasil e da Libertadores: "O português foi embora e com ele toda …

Concorrência condena MEO a pagar 84 milhões por combinar preços com a NOWO

A Autoridade da Concorrência (AdC) aplicou uma coima de 84 milhões de euros à MEO por combinar preços e repartir mercados com a operadora NOWO nos serviços de comunicações móveis e fixas. “A Autoridade da Concorrência …

PEV quer reverter privatização dos CTT. PS admite todos os cenários

O Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV) defendeu hoje, no parlamento, a “reversão da nacionalização” dos CTT, e ouviu o PS admitir “todos os cenários”. Numa declaração política no parlamento, o deputado José Luís Ferreira afirmou que, …

Voltar à normalidade "não está longe, mas não é já", avisa Pfizer

O administrador executivo da Pfizer, Albert Bourla, apelou na quarta-feira para que os governos de todo o mundo não reabram as suas economias demasiado depressa devido ao otimismo gerado pelas vacinas de covid-19. Bourla, de 59 …

Biden quer retomar acordo nuclear com o Irão, embora reconheça que será "difícil"

O vencedor das eleições presidenciais norte-americanas, Joe Biden, pretende retomar o acordo nuclear com Irão antes mesmo de novas negociações, assumiu o democrata numa entrevista ao New York Times. Joe Biden afirmou, durante a campanha eleitoral, …

Processo de reprivaticação da Efacec atrasado devido à discussão do OE2021

Apesar de as avaliações no âmbito do processo de nacionalização e futura reprivatização da Efacec já estarem concluídas, o processo esteve condicionado pela discussão do Orçamento de Estado para 2021 (OE2021). De acordo com o Jornal …

Costa sobre vacinação: “Há uma luz ao fundo do túnel, mas o túnel é muito comprido e penoso”

O primeiro-ministro, António Costa, advertiu esta quinta-feira que o processo de vacinação terá imponderabilidades externas a Portugal, sendo também complexo ao nível interno, com as dificuldades a aumentarem quanto maior for o universo de cidadãos …

Alterações climáticas podem colapsar os sistemas de saúde, alertam especialistas

O quinto relatório anual da Lancet sobre saúde e clima revelou que todos os países enfrentam ameaças à saúde humana, "que se multiplicam e se intensificam" à medida que as alterações climáticas originam novas pandemias …

Obama, Bush e Clinton vão vacinar-se publicamente para encorajar os norte-americanos

Os ex-presidentes dos EUA Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton disseram que estão prontos para serem vacinados publicamente contra a covid-19, a fim de encorajar os seus concidadãos a fazer o mesmo. Obama disse …