Mercês Borges votou o OE por Barreiras Duarte (e já carregou no botão “por vários outros colegas”)

Grupo Parlamentar do PSD / Facebook

A deputada do PSD Maria das Mercês Borges

A deputada do PSD Maria das Mercês Borges votou o Orçamento de Estado para 2019 por Feliciano Barreiras Duarte, deputado parlamentar dos sociais democratas e antigo secretário-geral do partido. 

O caso de “voto-fantasma”, que surgiu pouco depois das falsas presenças no Parlamento de José Silvano (PSD), é agora explicado o pelo Observador. De acordo com o jornal, Mercês Borges, que era a coordenadora pelo partido na Comissão do Trabalho e Segurança Social, presidida pelo próprio Feliciano, registou o colega às 18:31 de 30 de outubro, cinco horas depois de este ter saído do Parlamento devido a uma urgência hospitalar.

Entretanto e face às notícias que a implicam no falso registo de Barreiras -duarte, a deputada pediu esta quinta-feira a demissão de todos os cargos em que representava o grupo parlamentar.De acordo com uma nota de imprensa da bancada social-democrata, o líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, já aceitou este pedido de demissão.

“Perante as últimas noticias vindas a publico, a deputada do PSD Maria das Mercês Borges pediu hoje a demissão de todos os cargos em que representava o grupo parlamentar ao presidente do grupo parlamentar Fernando Negrão”, refere a nota.

A deputada Maria das Mercês Borges era presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito ao Pagamento de Rendas Excessivas aos Produtores de Eletricidade e coordenadora da bancada do PSD na Comissão do Trabalho.

Em declarações ao Observador, Maria das Mercês Borges admitiu que “é possível ter carregado no botão” no momento em que foi verificado o quórum para a votação do OE2019 na generalidade, levando o sistema a admitir de imediato a presença do deputado Barreiras Duarte no plenário quando este não estava presente.

Contudo, a deputada social-democrata garante não ter sido a responsável pelo login de Barreiras Duarte. “Não consigo precisar se o registei, se carreguei ou não carreguei. Sei que [Barreiras Duarte] saiu em pânico por causa do filho, totalmente desesperado, por isso posso ter carregado porque fazemos isso muitas vezes“, admitiu.

“Se quiserem pôr as imagens que mostram isso, coloquem, eu não vou dar uma conferência de imprensa como a outra deputada”, acrescentou ainda referindo-se a Emília Cerqueira que disse ter registado “inadvertidamente”, e por duas vezes, as presenças do deputado José Silvano na Assembleia da República.

Eleita pelo círculo de Setúbal, a deputada disse ao Observador que pode “ter carregado no botão porque a ideia que tinha era que Feliciano ia voltar. Não foi com nenhum instinto de maldade, não foi por vigarice“. “Que atire a primeira pedra quem não sabe que isto acontece”, notou, afirmando já ter carregado no botão por vários colegas.

“Isto não é só no PSD que acontece, é em todas as bancadas”, garantiu Mercês Borges.

Fonte autorizada por Feliciano Barreiras Duarte, esclareceu ao jornal que o deputado não pediu a ninguém que votasse por si. “Não teve qualquer vantagem pecuniária ou política por se ter ausentado, o seu voto ou ausência dele era irrelevante para o resultado final da votação, dado que havia disciplina de voto e o PSD votava em bloco. E [Barreiras Duartte] já se dirigiu aos serviços do Parlamento pedindo para marcarem falta à votação e justificando as razões da ausência.”

A fonte que, segundo o jornal, é um amigo assessor que ajuda o deputado em momentos de crise, acrescentou ainda que Barreiras Duarte não tem mais nada a dizer sobre o assunto do que aquilo que já disse. “[O Feliciano] esteve no Parlamento toda a manhã, teve que se ausentar por um motivo familiar premente (é do conhecimento geral a situação que tem vivido relativa a problemas de saúde de um filho, sobre a qual não quer alongar-se e pede respeito)”, rematou.

Barreiras Duarte este presente na AR desde o início da sessão parlamentar, que se iniciou pelas 10 horas, tendo-se ausentado pouco depois das 13 horas.

ZAP //

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

    • É verdade! Sempre a endireitar as contas públicas que o PS deixa no buraco de cada vez que sai do governo. Já por 3 vezes o seu querido PS nos levou para o FMI. Quando é que isso acabará?

      • Pois é, está-se a esquecer que a segunda vez que o FMI entrou em Portugal foi após mais de três anos de governos de direita que incluiram Sá Carneiro, Freitas do Amaral, Pinto Balsemão e até aquela pessoa que raramente se engana esteve algures nesses (des)governos como ministro das finanças. E o pais de rastos
        E foi o Mário Soares que quando formou governo em 1983 teve que dar a cara pelo empréstimo do FMI
        Isto são factos que fazem parte da história

  1. Infelizmente de há uns tempos para cá, o PSD anda a trabalharpara o PS e seus acólitos. Uma vergonha para os verdadeiros seguidres de Sá Carneiro.

  2. Será um problema partidário e é só o PSD?
    Vou esperar para ver a novela até ao fim.
    Acredito que o problema é mais grave do que um problema partidário.
    Acredito que é uma prática comum na assembleia da republica desde sempre e não há 1 deputado que não conheça esta prática incluindo o Sr. Presidente da Assembleia da republica que já foi deputado também.
    Todas as pessoas ficaram chocadas com uma celebre frase da deputada que falava de virgens e acusou todos os deputados de fazer o mesmo que ela fez.
    Alguém se indignou e processou a Srª deputada? ou ficaram todos calados acatando a acusação.
    Até hoje ninguém tinha denunciado porque não o poderiam fazer, seria a maior vergonha parlamentar.
    Esta é uma situação em que o PSD já nada têm a perder e irá com toda a certeza desmascarar toda a verdade, para que o povo não pense que isto é um problema apenas do PSD.
    O PR já deveria ter intervido, só ele pode fazer alguma coisa, incluído dissolver a assembleia da republica.
    Os actos praticados não necessitam de investigação ou inquéritos a sua confissão foi publica.

  3. A falta de respeito que existe pelas Instituiçoes Democráticas, como é o Parlamento da Républica, só nos faz perguntar e duvidar da verdadeira missão, dos que se dizem defensores da causa democrática. O que terão feito estes senhores e senhoras desde que ocupam aqueles lugares…

  4. Esta canalha diz que não é possível controlar as viagens que nem se sabe se são feitas ou não são feitas. Mas os mamões recebem sempre. Quem é culpado de não haver controle nesse casarão com 230 mamões? Sempre assim foi desde 1974. Os que eles precisam é de vergonha na cara e de respeito por quem está esmifrado com impostos para os sustentar!

  5. quero lá saber de partidos, se é o X/Y/ou Z são as pessoas que estão lá não têm respeito por nós Zé povinho, não têm ética profissional, são uns cinicos só pensam na barriga deles, e ainda por cima arrogantes,( não tenho que justificar nada, não me lembro, não sei) tou farto de nada acontecer.

  6. Por isso o PSD e o PS(sem D) ganham sempre eleições quantos mortos não votarão neles nos dias das eleições, neste país? por isso o voto é sempre em papel.

  7. Deve gostar de “brincar” com as password dos outros. Fui funcionário público e o que aconteceria era ser despedido com um processo disciplinar.

RESPONDER

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …