Meios de comunicação do Brasil unem-se para divulgar dados sobre a pandemia

Tânia Rego / Agência Brasil

Os principais media do Brasil divulgaram esta segunda-feira uma parceria para recolher e divulgar dados da pandemia de covid-19 no país, colocados em causa por mudanças promovidas pelo Governo brasileiro, que divulgou dados divergentes no domingo.

A parceria contará com os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, Extra, empresas do Grupo Globo (jornal O Globo, portal de notícias G1, TV Globo e Globonews) e do portal da Internet UOL, que decidiram colaborar na recolha de informações necessárias nos 26 estados do Brasil e no Distrito Federal.

Os meios de comunicação social informaram que a parceria é uma resposta à decisão do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, de restringir o acesso a dados sobre o avanço da pandemia provocada pelo novo coronavírus no país.

O Ministério da Saúde deveria ser a fonte natural destas informações, mas os media destacaram que atitudes recentes tomadas pelo Governo colocam em causa a disponibilidade e precisão dos dados.

“Numa sociedade organizada como a brasileira, é praticamente impossível omitir ou desfigurar dados tão fundamentais quanto o impacto de uma pandemia. Com essa iniciativa conjunta de levantamento de dados com os estados, deixamos claro que a imprensa não permitirá que nossos leitores fiquem sem saber a extensão da covid-19“, afirmou Sérgio Dávila, diretor de redação da Folha.

Já Murilo Garavello, diretor de conteúdo do UOL, frisou a responsabilidade dos jornalistas em transmitir informações confiáveis para a sociedade durante a pandemia. “E, agora, no momento mais agudo da pandemia, precisamos assegurar à população o acesso a dados corretos o mais rápido possível, custe o que custar”, afirmou Garavello.

Alan Gripp, diretor de redação do jornal O Globo, avaliou que o país vive um momento crucial e as empresas de comunicação social deixaram de lado a concorrência por um bem comum: “Levar à sociedade o dado mais preciso possível sobre a pandemia. Essas informações orientam as pessoas e as políticas públicas. Sem elas, o país mergulha em um voo cego”.

O diretor-geral de jornalismo da TV Globo, GloboNews e G1, Ali Kamel, explicou que “em que pese a disputa natural entre veículos [media], o momento de pandemia exige um esforço para que os brasileiros tenham o número mais correto de infetados e óbitos”.

Na madrugada desta segunda-feira, o governo brasileiro divulgou dois dados diferentes sobre o número de mortes e de casos registados da covid-19 nas últimas 24 horas. Numa lista dos dados enviado aos jornalistas, o Ministério da Saúde brasileiro informou que o país registou um total de 37.312 mortes provocadas pelacovid-19, dado que indicou um acréscimo de 1.382 óbitos nas últimas 24 horas.

No sábado, o país registou 35.930 mortes provocadas pelo vírus. Já o site oficial do governo apresentou informações diferentes sobre a pandemia e indicava, numa atualização às 21h50 de domingo, a confirmação de 525 mortes causadas pela covid-19 no país em 24 horas. Ou seja, menos 857 mortes do que na lista enviada à comunicação social. Deste modo, o total de mortes confirmadas no Brasil em 24 horas seria de 36.500.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Autópsia revela que Gabby Petito morreu por estrangulamento. Namorado continua desaparecido

A autópsia ao corpo de Gabby Petito revela que a jovem foi estrangulada. O namorado, Brian Laundrie, que a acompanhava na viagem, continua desaparecido. Além de revelarem o motivo da morte da norte-americana, as autoridades também …

F1: piloto do carro médico continua a recusar vacina (e português beneficia)

Alan van der Merwe não esteve no Grande Prémio da Turquia e, provavelmente, não vai estar em mais nenhuma corrida em 2021. Um português foi chamado para o Grande Prémio da Turquia, na Fórmula 1: Bruno …

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos rejeita queixosos que queriam processar Vaticano por pedofilia

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH) rejeitou esta terça-feira 24 queixosos que já tinham tentado perante tribunais belgas processar o Vaticano por atos de pedofilia cometidos por padres. O TEDH invocou em particular “a imunidade” …

Casa desaba em São Miguel devido a chuva forte mas sem fazer vítimas

Uma “casa antiga” ficou na última noite “totalmente destruída” na cidade de Ponta Delgada, nos Açores, devido à forte chuva que caiu em São Miguel, mas “os moradores não sofreram ferimentos”, disse esta terça-feira a …

O novo Super-Homem é bissexual e promete continuar a lutar para salvar o mundo

Revelação foi feita esta semana por Tom Taylor, autor da banda-desenhada que revelou não querer "desperdiçar" a oportunidade de conferir mais inclusão e representatividade à história. O novo Super-Homem, filho de Clark Kent e Lois Lane, …

Kim Jong-Un quer criar "exército invencível" para proteger a Coreia do Norte

Kim Jong-un promete construir um "exército invencível" face ao que diz serem políticas hostis dos Estados Unidos. Ainda assim, o líder norte-coreano garante que o país não procura “guerra com ninguém”. As declarações do líder da …

PSP da Figueira da Foz efetuou maior apreensão de droga em 20 anos

Cerca de 20 quilogramas (kg) de haxixe, quase 16 kg de liamba e cocaína para 3.395 doses foram apreendidos pela PSP da Figueira da Foz, na maior apreensão de droga em 20 anos. A droga apreendida …

Empresa alemã explodiu o seu próprio foguetão

A Rocket Factory Augsburg (RFA), uma startup alemã, terminou recentemente um teste de pressão criogénica destrutiva a um dos seus foguetões - o RFA One. A Rocket Factory Ausgburg realizou um teste a um dos seus …

Visitas hospitalares devem apresentar certificado digital ou teste negativo

Quem visitar um doente internado ou acompanhar um utente nos serviços do SNS vai ter de apresentar o certificado digital ou um resultado negativo de um teste à covid-19, segundo uma orientação da Direção-Geral da …

Medina renuncia a cargo de vereador para facilitar a vida a Moedas

Numa carta enviada à Assembleia Municipal, Fernando Medina afirma que a sua saída ajuda ao funcionamento do executivo municipal de Carlos Moedas, novo presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Depois de uma derrota inesperada na …