Medidas para o Natal conhecidas no sábado. Passagem de ano com todas as restrições

José Coelho / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O primeiro-ministro, António Costa, adiantou hoje que no sábado anunciará as medidas para o Natal “com as melhores condições possíveis”, mas avisou desde já que “a passagem do ano vai ter todas as restrições”.

“O Governo propôs ao Presidente da República, e o senhor Presidente da República aceitou que desta vez, quando anunciarmos a renovação do estado de emergência, possamos anunciar não só as medidas para a próxima quinzena como as medidas para a quinzena seguinte, ou seja, até 6, 7 de janeiro”, revelou hoje António Costa, em entrevista à rádio Observador.

Assim, de acordo com o primeiro-ministro, “é fundamental que as pessoas possam ter uma noção antecipada do que vai ser o Natal”, sendo esta semana decisiva para a decisão sobre essas medidas, que irá anunciar no próximo sábado.

“Vamos todos fazer o esforço para podermos ter o Natal com as melhores condições possíveis, mas logo a seguir, há uma coisa que posso antecipar desde já, é que a passagem do ano vai ter todas as restrições“, avisou o primeiro-ministro, “porque aí não pode haver qualquer tipo de tolerância”.

Presidente fala ao país na sexta e prolonga estado de emergência

Marcelo Rebelo de Sousa volta a fazer uma comunicação ao país esta sexta-feira, dia 4,  para renovar o estado de emergência, mas desta vez com uma inovação: o presidente quer preparar já a próxima renovação do estado de exceção em que o país vive, de 21 de dezembro a 4 de janeiro, por forma a incluir o período de Natal e de Ano Novo.

Embora o estado de emergência em vigor termine apenas no dia 8 de dezembro, o facto de essa data ser antecedida por uma ponte e um feriado leva a que o anúncio da sua renovação seja antecipado para o próximo dia 4.

Segundo o jornal Expresso, o objetivo é abrir espaço a que o Governo defina quanto antes as regras e restrições com que o país vai ter que contar durante as festas. Por outro lado, ao antecipar a decisão, Marcelo fica mais livre para anunciar a recandidatura à presidência da República. O anúncio deverá acontecer por meados do mês.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Vacinar é muito urgente, o vírus é muito perigoso, mas o processo de vacinação vai ser feito nas calmas durante todo o próximo ano, não sendo sequer obrigatório, mas as máscaras vão continuar a ser obrigatórias mesmo não sendo sempre eficazes. O estado de emergência também vai sendo imposto no próximo ano de tempos a tempos.
    Ora por aqui se vê as contradições inerentes ao Covid-19 bastante notórias na abordagem que lhe fazem. Negócio bem montado realmente.
    Os grandes laboratórios internacionais são quem impõe a nova ordem mundial!
    Depois dizem que são teorias da conspiração e coiso e tal!

    • As teorias da conspiração foram evoluindo mais ou menos assim durante a pandemia:
      – Os chineses inventaram isto para comprar as empresas europeias e americanas
      – Isto foi inventado pelas elites para reduzir a população mundial
      – Isto foi tudo uma cabala das farmacêuticas

      Tudo isto é uma palermice. Questiono que espécie de pessoa se deixa levar por estas pseudoteorias da treta. Nem vale a pena explicar as razões que levam a que nenhuma “cole” com a realidade. É demasiado ridículo.

  2. A verdade é que a vacina nem sequer obrigatória vai ser o que mostra bem que o vírus não é tido como perigoso o suficiente. Mas o estado de emergência e a máscara são para manter durante todo o próximo ano.
    Há que alimentar os grandes loobys internacionais do mundo da saúde.
    O PIB da Pfizer por exemplo é maior que o de Portugal.
    Depois dizem que são teorias da conspiração e coiso e tal.

RESPONDER

Os novos robôs da Samsung fazem pequenas tarefas domésticas (e ainda lhe servem um copo de vinho)

O Samsung Galaxy S21 não é a única surpresa que a empresa tem preparada para 2021. A Samsung apresentou algumas propostas de robôs domésticos, na primeira grande feira de tecnologia do ano. A Samsung levantou um …

Cientistas desenvolveram mini-cérebros (quase) humanos

Cientistas norte-americanos enviaram para a Estação Espacial Internacional (EEI) aglomerados de células nervosas, chamadas de mini-cérebros, que estão, agora, a desenvolver-se de formas que os investigadores não imaginavam ser possível. Os organóides foram criados a partir …

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …