Médicos, militares e oficiais de justiça querem que o Sol nasça para todos

À semelhança do que aconteceu com os professores, também agora médicos, militares e oficiais de justiça também querem ver recuperado o tempo de serviço para efeitos de progressão na carreira.

Na sequência da reposição salarial do tempo de serviço congelado na Educação, os médicos, militares e oficiais de justiça também querem que lhes seja reconhecido o direito ao descongelamento dos escalões.

Esta segunda-feira, a APM – Associações Profissionais de Militares, a ANS – Associação Nacional de Sargentos, a AOFA – Associação dos Oficiais das Forças Armadas e a AP – Associação de Praças estiveram reunidas, tendo no fim da reunião emitido um comunicado em que destacam que querem ver as suas carreiras descongeladas.

Assim como está a acontecer muito justamente com os professores, também para os militares o tempo, o calendário e o modo de recuperação das posições remuneratórias já vencidas serão objeto de recomposição da carreira, de modo a recuperar o tempo perdido”, lê-se na nota.

Tendo conhecimento da reunião da próxima sexta-feira entre o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e as estruturas sindicais da PSP, as Associações exigem, no quadro da sua lei própria, “participar num processo de negociação para debater o problema”.

Além disso, pedem que “sejam tomadas decisões” de forma inequívoca, “sem ambiguidades e sem possibilidade de interpretações úteis, dúbias e paralisantes também para os militares”.

As Associações adiantam ainda que, esta quinta-feira, os militares vão fazer uma “carcaçada” como forma de protesto contra o congelamento das carreiras.

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) pede o mesmo, tendo enviado na passada sexta-feira uma carta ao primeiro-ministro a reivindicar as condições negociadas com o setor da Educação.

De acordo com o Público, também o sindicato dos Oficiais de Justiça exigiu, esta segunda-feira em comunicado, o descongelamento de carreiras, sublinhando que não aceitam continuar a ser “discriminados pelo Governo”.

O sindicato considera que compete ao Governo apresentar “com urgência” aos oficiais de justiça uma proposta que assegure a recuperação do tempo de congelamento de carreira, como está a acontecer com outras carreiras. À TSF, o dirigente sindical Carlos Almeida aponta um prazo: 1 de Janeiro de 2018.

Mas a exigência de que o tempo congelado nos últimos anos conte para efeitos de progressão na carreira alastrou-se, e nem os médicos ficaram indiferentes.

“Não é por a berraria ser maior num dado setor que o descongelamento não se deve aplicar a toda a função pública“, critica o presidente do Sindicato Independente dos Médicos, Roque da Cunha.

Segundo o Público, os médicos queixam-se dos quase 12 anos em que estiveram congelados em termos de progressão na carreira e consideram que a palavra do Governo tem de ser consistente.

Quando o sol nasce tem de ser para todos“, conclui Roque da Cunha.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Pois tem de ser p todos e não só p os FP. Não é por os trabalhadores do privado a pagar p os FP. Voçês já tem melhores regalias do que os do privado e ainda querem mais?? Vão mas é trabalhar…

  2. Boa!
    O Estado que dê aos trabalhadores por conta própria 3 meses de salário em cada ano. 1 pelo mês em que não recebem por estarem de férias, e mais 2 por subsídio de férias e de natal!
    Se os FP trabalham 11 meses e recebem 14, porque é que os trabalhadores por conta própria não têm direito às mesmas regalias?

  3. Isto é tudo a mamar, mas quando toca a cumprir obrigações aí já não são reivindicativos.
    Os médicos do público ganham e bem e fartam-se de roubar, em horas falsas , em prescrições falsas em baixas para os amigos ou a troco de dinheiro etc etc. Os militares nem as armas que têm à guarda as conseguem manter seguras , numa guerra fugiam todos que nem coelhos. Os oficiais de justiça esses incansáveis trabalhadores até dá dó vê-los em fila indiana para picar o ponto e irem para casa ás 17h00.
    e depois ainda pedem aos privados para não fugirem ao pagamento de impostos . Livra só se não puder . …

  4. O senhor Costa e companhia abriram as hostilidades prometendo o paraíso sobretudo aos FP agora ao serem uns premiados e outros não tem aí o resultado da sua infantilidade política que não deixará certamente de criar rivalidades e divisão na sociedade além de um possível descontrolo financeiro que apesar de supervisionado pela UE poderá cair uma vez mais no pântano a que normalmente nos metem.

  5. Cambada de xulos…. Vivem debaixo da sombra do Estado, que sobrevive pelos impostos pagos pelos privados, e só querem “mama”. Nos ultimos 8 anos, mudei de trabalho 3 vezes, porque as duas empresas anteriores faliram. Tenho 6 meses de salários por receber dessas empresas. Será que algum destes xulos passou por isto? Perdi a minha casa para o banco, porque não consegui manter o pagamento da prestação, será que me vão devolver a casa? ….. Xulos … vão trabalhar……..

  6. Sol para todos mesmo!… Devem repor também aos outros aquele “tudo” que lhes tiraram! Ou afinal a crise não foi para todos?
    Por esse andar os funcionários públicos, por força da crise, até ficaram mas é com um rico pé -de-meia! Pois se o tivessem recebido logo, tinham-no comido e cagado…
    Vejamos como exemplo, aqueles que ficaram sem as suas economias de anos e anos de trabalho e privações! E os que ficaram sem emprego, e consequente sem a sua casa, sem a sua empresa, com o subsídio de desemprego reduzido, etc, etc?
    Retroativos para o funcionalismo publico? Mas então por essa ordem de ideias, a crise para “esses donos disto tudo” não pode ter existido? Que raio de merda é esta? Está tudo doido?

RESPONDER

Chegada de emigrantes obriga autarcas do Interior a apertar as regras

Os autarcas do Interior do país, sobretudo de regiões onde a variante Delta ainda não se impôs e o número de novos casos de covid-19 não limita o quotidiano das populações, estão preocupados com o …

Jovens com menos de 20 anos vacinados numa "happy hour" em Lisboa

Alguns jovens com menos de 20 anos foram vacinados no centro de vacinação do Altice Arena, em Lisboa, depois de terem sido informados que havia "sobras". Task force já negou essa explicação. A situação foi denunciada, …

John Textor diz que reação da SAD do Benfica é "cómica"

O empresário norte-americano que chegou a acordo com o "rei dos frangos" para comprar 25% da Benfica SAD considera que a reação à sua aproximação é "cómica". Este mês, a Benfica SAD comunicou à Comissão de …

Rio acusa Cabrita de "mentir aos portugueses e no Parlamento" sobre festejos do Sporting

Rui Rio acusou o ministro da Administração Interna de "mentir aos portugueses e mentir no Parlamento" e justificou o motivo que levou o PSD a recorrer à figura da audição potestativa, a que os partidos …

Novo Banco não viu conflito de interesses na proposta sobre Imosteps

O Novo Banco defende que a proposta da Iberis para comprar a dívida da Imosteps, de Luís Filipe Vieira, não configurava conflito de interesses.  O Novo Banco defendeu, numa carta enviada ao Parlamento, que a proposta …

Restaurantes "expressamente proibidos" de guardar comprovativos de testes dos clientes

Os restaurantes dos concelhos em risco elevado e muito elevado, onde é necessário um teste negativo ou o certificado digital por parte dos clientes para poderem entrar, estão "expressamente proibidos" de guardar os comprovativos. A regra …

City pode ter de sacrificar Bernardo Silva para contratar Kane

O médio português poderá ter de ser "sacrificado" pelo Manchester City para financiar a contratação do avançado inglês ao Tottenham. Segundo o The Sun, para garantir a transferência de Harry Kane, o Manchester City terá de …

Não é só o BE, PCP e PAN que têm exigências. PS pressiona Leão com descida de IRS

As exigências para o próximo Orçamento do Estado (OE2022) não chegam apenas do Bloco de Esquerda, PCP e PAN. O PS também as tem e pressiona o ministro das Finanças por uma eventual mexida nos …

Alemanha não tem feito o suficiente para atingir metas do Acordo de Paris, diz Merkel

Chanceler alemã não está satisfeita com os esforços feitos pelo seu país ao longo das últimas décadas, defendendo que é preciso "acelerar o ritmo" para cumprir os objetivos estabelecidos pelo Acordo de Paris. Na tradicional conferência …

Soualiho Meité assina com o Benfica por cinco épocas

O médio francês, que representava o Torino, é o mais recente reforço do Benfica, tendo assinado contrato por cinco temporadas, até 2026, anunciou, esta sexta-feira, o clube das águias. "O Sport Lisboa e Benfica informa que …