Médicos, militares e oficiais de justiça querem que o Sol nasça para todos

À semelhança do que aconteceu com os professores, também agora médicos, militares e oficiais de justiça também querem ver recuperado o tempo de serviço para efeitos de progressão na carreira.

Na sequência da reposição salarial do tempo de serviço congelado na Educação, os médicos, militares e oficiais de justiça também querem que lhes seja reconhecido o direito ao descongelamento dos escalões.

Esta segunda-feira, a APM – Associações Profissionais de Militares, a ANS – Associação Nacional de Sargentos, a AOFA – Associação dos Oficiais das Forças Armadas e a AP – Associação de Praças estiveram reunidas, tendo no fim da reunião emitido um comunicado em que destacam que querem ver as suas carreiras descongeladas.

Assim como está a acontecer muito justamente com os professores, também para os militares o tempo, o calendário e o modo de recuperação das posições remuneratórias já vencidas serão objeto de recomposição da carreira, de modo a recuperar o tempo perdido”, lê-se na nota.

Tendo conhecimento da reunião da próxima sexta-feira entre o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e as estruturas sindicais da PSP, as Associações exigem, no quadro da sua lei própria, “participar num processo de negociação para debater o problema”.

Além disso, pedem que “sejam tomadas decisões” de forma inequívoca, “sem ambiguidades e sem possibilidade de interpretações úteis, dúbias e paralisantes também para os militares”.

As Associações adiantam ainda que, esta quinta-feira, os militares vão fazer uma “carcaçada” como forma de protesto contra o congelamento das carreiras.

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) pede o mesmo, tendo enviado na passada sexta-feira uma carta ao primeiro-ministro a reivindicar as condições negociadas com o setor da Educação.

De acordo com o Público, também o sindicato dos Oficiais de Justiça exigiu, esta segunda-feira em comunicado, o descongelamento de carreiras, sublinhando que não aceitam continuar a ser “discriminados pelo Governo”.

O sindicato considera que compete ao Governo apresentar “com urgência” aos oficiais de justiça uma proposta que assegure a recuperação do tempo de congelamento de carreira, como está a acontecer com outras carreiras. À TSF, o dirigente sindical Carlos Almeida aponta um prazo: 1 de Janeiro de 2018.

Mas a exigência de que o tempo congelado nos últimos anos conte para efeitos de progressão na carreira alastrou-se, e nem os médicos ficaram indiferentes.

“Não é por a berraria ser maior num dado setor que o descongelamento não se deve aplicar a toda a função pública“, critica o presidente do Sindicato Independente dos Médicos, Roque da Cunha.

Segundo o Público, os médicos queixam-se dos quase 12 anos em que estiveram congelados em termos de progressão na carreira e consideram que a palavra do Governo tem de ser consistente.

Quando o sol nasce tem de ser para todos“, conclui Roque da Cunha.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Pois tem de ser p todos e não só p os FP. Não é por os trabalhadores do privado a pagar p os FP. Voçês já tem melhores regalias do que os do privado e ainda querem mais?? Vão mas é trabalhar…

  2. Boa!
    O Estado que dê aos trabalhadores por conta própria 3 meses de salário em cada ano. 1 pelo mês em que não recebem por estarem de férias, e mais 2 por subsídio de férias e de natal!
    Se os FP trabalham 11 meses e recebem 14, porque é que os trabalhadores por conta própria não têm direito às mesmas regalias?

  3. Isto é tudo a mamar, mas quando toca a cumprir obrigações aí já não são reivindicativos.
    Os médicos do público ganham e bem e fartam-se de roubar, em horas falsas , em prescrições falsas em baixas para os amigos ou a troco de dinheiro etc etc. Os militares nem as armas que têm à guarda as conseguem manter seguras , numa guerra fugiam todos que nem coelhos. Os oficiais de justiça esses incansáveis trabalhadores até dá dó vê-los em fila indiana para picar o ponto e irem para casa ás 17h00.
    e depois ainda pedem aos privados para não fugirem ao pagamento de impostos . Livra só se não puder . …

  4. O senhor Costa e companhia abriram as hostilidades prometendo o paraíso sobretudo aos FP agora ao serem uns premiados e outros não tem aí o resultado da sua infantilidade política que não deixará certamente de criar rivalidades e divisão na sociedade além de um possível descontrolo financeiro que apesar de supervisionado pela UE poderá cair uma vez mais no pântano a que normalmente nos metem.

  5. Cambada de xulos…. Vivem debaixo da sombra do Estado, que sobrevive pelos impostos pagos pelos privados, e só querem “mama”. Nos ultimos 8 anos, mudei de trabalho 3 vezes, porque as duas empresas anteriores faliram. Tenho 6 meses de salários por receber dessas empresas. Será que algum destes xulos passou por isto? Perdi a minha casa para o banco, porque não consegui manter o pagamento da prestação, será que me vão devolver a casa? ….. Xulos … vão trabalhar……..

  6. Sol para todos mesmo!… Devem repor também aos outros aquele “tudo” que lhes tiraram! Ou afinal a crise não foi para todos?
    Por esse andar os funcionários públicos, por força da crise, até ficaram mas é com um rico pé -de-meia! Pois se o tivessem recebido logo, tinham-no comido e cagado…
    Vejamos como exemplo, aqueles que ficaram sem as suas economias de anos e anos de trabalho e privações! E os que ficaram sem emprego, e consequente sem a sua casa, sem a sua empresa, com o subsídio de desemprego reduzido, etc, etc?
    Retroativos para o funcionalismo publico? Mas então por essa ordem de ideias, a crise para “esses donos disto tudo” não pode ter existido? Que raio de merda é esta? Está tudo doido?

Responder a Jaime Cancelar resposta

A Família Real inglesa vai ter um novo membro (e será já no início de 2021)

A Rainha Isabel II vai ter mais um bisneto. A princesa Eugénia anunciou hoje, através das redes sociais, que está à espera do seu primeiro filho. Também a Casa real já se pronunciou sobre a …

Google Maps vai localizar e mapear áreas de contágio de covid-19

O Google Maps, 'website' e aplicação de cartografia da gigante norte-americana Google, vai poder revelar nos mapas, consultados por utilizadores, as áreas de infeção da covid-19. “Ao abrir o Google Maps, clique na guia à direita …

Cabra com mais de 400 anos encontrada mumificada numa montanha de gelo

Uma cabra morta há mais de 400 anos foi descoberta por um esquiador, em Val Aurina, em Itália. Hermann Oberlechner, alpinista e campeão de esqui, estava a caminhar quando encontrou algo invulgar e inesperado no …

Norte-americano morre após overdose de guloseimas

Um homem de 54 anos morreu na sequência de uma paragem cardíaca causada por hipocaliemia severa. A ingestão de alcaçuz preto em altas quantidades é apontada como a causa da morte. Um norte-americano de 54 anos, …

Cidade brasileira de Manaus pode já ter atingido a imunidade de grupo

Um estudo liderado pela Universidade de São Paulo, no Brasil, sugere que a cidade brasileira de Manaus, a capital do estado do Amazonas, pode já ter atingido a imunidade de grupo para o novo coronavírus …

Segunda vaga da covid-19 aumenta fosso entre ricos e os pobres em Madrid

A capital de Espanha foi a mais atingida da Europa ao nível de contágios e mortes por covid-19, situação que levou a presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, a decretar o bloqueio parcial …

Sobrinho de Pablo Escobar terá encontrado 18 milhões escondidos na parede do apartamento do traficante

Um sobrinho do traficante colombiano Pablo Escobar disse que encontrou 18 milhões de dólares em dinheiro escondidos dentro de uma parede de um dos apartamento do seu tio. De acordo com o jornal britânico The Independent, …

Bebé nasce durante voo (e companhia aérea oferece-lhe "passagem vitalícia")

Foi durante uma viagem de avião que uma menina resolveu vir ao mundo A mãe da bebé viajava num voo da Egyptair quando entrou em trabalho de parto e teve direito a um presente inesperado. …

Pelo menos 22 mortos em queda de avião militar na Ucrânia

Pelo menos 22 pessoas morreram, esta sexta-feira, na queda de um avião militar no este da Ucrânia, entre as quais estudantes de uma escola militar, havendo ainda registo de dois feridos graves. "Vinte mortos e dois …

Empresas espanholas terão de pagar despesas dos funcionários em teletrabalho

A lei não se aplicará se o teletrabalho tiver sido forçado pela pandemia de covid-19, mas a empresa terá de assumir, porém, as despesas dos funcionários que estejam a trabalhar à distância. De acordo com o …