Marques Mendes considera que Rio deve ser agregador e não incendiário

Mário Cruz / Lusa

Luís Marques Mendes

Luís Marques Mendes lançou neste domingo críticas à liderança do PSD. No seu habitual espaço de comentário na SIC, disse que um “um líder deve ser agregador e não incendiário”, considerando ainda que é um “erro” atacar os líderes internos.

“Ao longo de oito meses de liderança, alguém se lembra de uma causa ou proposta política do PSD? Não, só de críticas internas. Alguém se lembra do que Rio disse há uma semana no Pontal? Não, só de críticas internas”, começou por notar o antigo dirigente do PSD, resumindo a atuação de Rio Rio enquanto líder do partido.

Para Marques Mendes, o desafio que Rio deixou aos seus líderes internos para deixar o partido é um “erro enorme”, que pode ser sinal de nervosismo de insegurança e de fraqueza”, considerou no seu espaço de comentário na SIC.

O antigo dirigente do PSD acusou Rui Rio de desviar as atenções do essencial – a oposição ao Governo – e de virar o “partido para dentro”. “Se quer ganhar eleições, Rio tem de falar para o país e não para dentro do partido”, defendeu Marques Mendes, reiterando que um líder deve ser “um agregador” e não “um incendiário”.

“O seu adversário é o primeiro-ministro, não são os companheiros do partido”, atirou.

O comentador político recordou ainda que o PSD viu a sua popularidade decrescer em apenas um mês, de 27% para 24% – “o pior resultado de sempre do partido numa sondagem”, afirmou, relembrando que o mês de agosto também não foi bom para o Bloco de Esquerda que sentiu o “caso Robles”.

Retenção de fundos dos fogos é “imoral”

Luís Marques Mendes abordou também os fundos europeus atribuídos por Bruxelas para  ajudar as zonas mais afetadas pelos fogos de 2017. Para o comentador, reter parte dos 50 milhões de euros é “imoral” e, não sendo “ilegal”, constituiu uma grande injustiça.

A atribuição de fundos europeus foi um dos temas que mais marcou a agenda mediática da semana passada. A União Europeia atribuiu 50 milhões de euros a Portugal no entanto, as vítimas no incêndio só receberiam 24 milhões, uma vez que os restantes ficariam cativos nos cofres do Estado para reforçar os meios de combate a incêndio.

Quanto aos fundos europeus, Marques Mendes disse que quando o Governo português concorreu aos fundos fez contas aos prejuízos de todos os municípios afetados e, “por isso, o dinheiro devia ir todo para lá”, defendeu.

Ainda sobre os fogos, o antigo dirigente do PSD sublinhou ainda que também as vítimas dos fogos estão a ter um tratamento diferenciado. “Uns estão a ser apoiados a 100%, outros a 60%”, criticou. Para o social-democrata, se as contas feitas por Bruxelas foram iguais para todos, todos devem ser ajudados de igual forma.

“Os feridos graves não podem ser os de Pedrógão, de outubro, e os outros. Têm que ser de todos. São três injustiças que o Presidente da República — que se tem dedicado a este tema — devia corrigir”, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • “trabalhar”, “honestidade”, “senhor”?!
      Caso não tenhas reparado, noticia é sobre o Marques Mendes – o meio-metro de bosta cuja mão está em quase tudo que é PPP’s e outros negócios ruinosos para o país (BPN, BES, etc, etc), e, só “comenta” para influenciar e defender a sua a agenda e os clientes do seu escritório de advogados (Abreu)!

RESPONDER

Gage Skidmore

Livro de John Bolton revela como Trump fez depender ajuda à Ucrânia de investigação a Biden

O rascunho de um livro do antigo conselheiro de segurança nacional John Bolton revela como o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lhe falou da sua determinação em reter a ajuda militar à Ucrânia até …

Billie Eilish foi a grande vencedora dos Grammy em noite de homenagem a Kobe

A cantora norte-americana venceu as quatro categorias principais dos Prémios Grammy: Álbum do Ano, Gravação do Ano, Canção do Ano e Artista Revelação. Aquela que deveria ser uma noite de festa, no Staples Center, em Los Angeles, …

Kobe Bryant. Revelado o áudio entre o helicóptero e a torre de controlo

Ainda antes da queda do helicóptero em que viajava Kobe Bryant, ouve-se o controlador aéreo avisar que a aeronave viajava a uma altitude abaixo do recomendado para aquela zona. Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de …

Arménio Carlos: Governo frustrou trabalhadores e foi penalizado

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, acusou o Governo socialista de ter frustrado as expectativas dos trabalhadores, não resolvendo os seus principais problemas, e, em resposta, foi penalizado nas últimas eleições legislativas, não alcançando a …

Coronavírus: Centro europeu apela a "medidas rigorosas" na UE após casos detetados em França

O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças pediu hoje aos Estados-membros da União Europeia (UE) que adotem "medidas rigorosas e oportunas" para controlo do novo coronavírus chinês na região, após a confirmação de …

Auschwitz: É preciso "recordar este período negro da História da Humanidade e assegurar que não se repete"

O Governo português recorda esta segunda-feira em comunicado as vítimas do Holocausto no dia que se assinala a libertação pelas tropas aliadas do campo de concentração nazi de Auschwitz-Birkenau, localizado na Polónia, durante a II …

"É completamente possível" Bulgária aderir ao euro em 2023

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), a búlgara Kristalina Georgieva, afirmou que é "completamente possível" o seu país aderir à zona euro em 2023, depois de conversas com o Banco Central Europeu (BCE). O objetivo …

Ana Gomes critica "dois pesos e duas medidas" da justiça em relação a Rui Pinto

A ex-eurodeputada Ana Gomes criticou esta segunda-feira os "dois pesos e duas medidas" da justiça portuguesa em relação a Rui Pinto, a fonte dos documentos que levaram à investigação 'Luanda Leaks', exigindo que o 'hacker' …

Função Pública ganha 46% acima da média

Em abril de 2019, o ganho mensal médio dos trabalhadores da Função Pública era de 1.730,80, valor 45,68% acima da média da totalidade dos portugueses, cujo rendimento estava fixado nos 1.188,10 euros no mesmo mês.  Os número …

Primeiro-ministro esloveno demite-se e pede eleições antecipadas

O primeiro-ministro da Eslovénia anunciou de surpresa, esta segunda-feira, a sua demissão, acabando com um Governo minoritário, com cinco partidos, que geria o país desde 2018. "Com os atuais membros do Parlamento e esta coligação não …