Marques Mendes considera que Rio deve ser agregador e não incendiário

Mário Cruz / Lusa

Luís Marques Mendes

Luís Marques Mendes lançou neste domingo críticas à liderança do PSD. No seu habitual espaço de comentário na SIC, disse que um “um líder deve ser agregador e não incendiário”, considerando ainda que é um “erro” atacar os líderes internos.

“Ao longo de oito meses de liderança, alguém se lembra de uma causa ou proposta política do PSD? Não, só de críticas internas. Alguém se lembra do que Rio disse há uma semana no Pontal? Não, só de críticas internas”, começou por notar o antigo dirigente do PSD, resumindo a atuação de Rio Rio enquanto líder do partido.

Para Marques Mendes, o desafio que Rio deixou aos seus líderes internos para deixar o partido é um “erro enorme”, que pode ser sinal de nervosismo de insegurança e de fraqueza”, considerou no seu espaço de comentário na SIC.

O antigo dirigente do PSD acusou Rui Rio de desviar as atenções do essencial – a oposição ao Governo – e de virar o “partido para dentro”. “Se quer ganhar eleições, Rio tem de falar para o país e não para dentro do partido”, defendeu Marques Mendes, reiterando que um líder deve ser “um agregador” e não “um incendiário”.

“O seu adversário é o primeiro-ministro, não são os companheiros do partido”, atirou.

O comentador político recordou ainda que o PSD viu a sua popularidade decrescer em apenas um mês, de 27% para 24% – “o pior resultado de sempre do partido numa sondagem”, afirmou, relembrando que o mês de agosto também não foi bom para o Bloco de Esquerda que sentiu o “caso Robles”.

Retenção de fundos dos fogos é “imoral”

Luís Marques Mendes abordou também os fundos europeus atribuídos por Bruxelas para  ajudar as zonas mais afetadas pelos fogos de 2017. Para o comentador, reter parte dos 50 milhões de euros é “imoral” e, não sendo “ilegal”, constituiu uma grande injustiça.

A atribuição de fundos europeus foi um dos temas que mais marcou a agenda mediática da semana passada. A União Europeia atribuiu 50 milhões de euros a Portugal no entanto, as vítimas no incêndio só receberiam 24 milhões, uma vez que os restantes ficariam cativos nos cofres do Estado para reforçar os meios de combate a incêndio.

Quanto aos fundos europeus, Marques Mendes disse que quando o Governo português concorreu aos fundos fez contas aos prejuízos de todos os municípios afetados e, “por isso, o dinheiro devia ir todo para lá”, defendeu.

Ainda sobre os fogos, o antigo dirigente do PSD sublinhou ainda que também as vítimas dos fogos estão a ter um tratamento diferenciado. “Uns estão a ser apoiados a 100%, outros a 60%”, criticou. Para o social-democrata, se as contas feitas por Bruxelas foram iguais para todos, todos devem ser ajudados de igual forma.

“Os feridos graves não podem ser os de Pedrógão, de outubro, e os outros. Têm que ser de todos. São três injustiças que o Presidente da República — que se tem dedicado a este tema — devia corrigir”, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • “trabalhar”, “honestidade”, “senhor”?!
      Caso não tenhas reparado, noticia é sobre o Marques Mendes – o meio-metro de bosta cuja mão está em quase tudo que é PPP’s e outros negócios ruinosos para o país (BPN, BES, etc, etc), e, só “comenta” para influenciar e defender a sua a agenda e os clientes do seu escritório de advogados (Abreu)!

RESPONDER

Hospitais vão poder pagar mais a médicos para garantir urgências no Natal

Os hospitais vão poder contratar médicos prestadores de serviço, vulgo tarefeiros, por valores superiores aos de referência durante o Natal e o Ano Novo. De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Noel Carrilho, …

Jovem que abandonou bebé no lixo esteve 13 anos institucionalizada em Cabo Verde

A jovem que abandonou o filho recém-nascido no lixo, em Lisboa, esteve institucionalizada durante 13 anos em Cabo Verde. A sua mãe está agora a lutar pela guarda da criança. Numa entrevista ao programa Sexta às …

Último debate. Boris defendeu o Brexit e Corbyn falou da Saúde (pelo menos 15 vezes cada um)

No debate televisivo, transmitido pela BBC, o último antes das eleições da próxima quinta-feira, Boris Johnson defendeu que é o melhor preparado para concretizar o Brexit e terminar com o impasse no processo, prometendo ainda …

No São José, há um doente numa cama 9 meses depois de ter alta. Não tem para onde ir

O Centro Hospitalar Lisboa Central tem diariamente uma média de 70 camas ocupadas com doentes que já deviam ter saído do hospital e há atualmente um caso que espera há nove meses por uma solução. Em …

Rio diz ser preocupante "notória desvalorização" que PS faz do ministro das Finanças

O líder do PSD disse, esta sexta-feira, ser preocupante a "notória desvalorização" que o Governo tem feito do ministro da Finanças, apontando como exemplo as novas regras de contratação nas PPP. "Temos assistido nos últimos dias …

Morreu a indiana que foi queimada quando ia a caminho do tribunal

A suposta vítima de violação, que foi incendiada a caminho de uma audiência de tribunal, morreu, esta sexta-feira, num hospital de Nova Deli. A mulher foi atacada por um grupo de homens na cidade de Unnao, no …

André Ventura avança com castração química para quem abusa de menores

André Ventura, líder e deputado único do partido Chega, entregou esta sexta-feira na Assembleia da República um projeto de lei que cria a pena acessória de castração química, agravando a moldura penal para os abusadores …

Centeno com apoios de peso para recandidatura ao Eurogrupo

Ao que tudo indica, o ministro das Finanças não deverá ter grande oposição em Bruxelas caso queira um segundo mandato como presidente do Eurogrupo. De Bruxelas chegam notícias de que Mário Centeno já terá apoios para …

Bruno Lage: "Respeito as opiniões, mas sou eu o treinador"

O Benfica venceu com uma goleada, esta sexta-feira, no terreno do Boavista (4-1) e aumentou provisoriamente para cinco pontos a vantagem sobre o FC Porto na liderança do campeonato. No final do jogo, o treinador do …

Homem fez-se passar por assessor de Marcelo para roubar donativos para Pedrógão

Um homem fez-se passar por assessor de Marcelo Rebelo de Sousa tentar enganar os donos do Grupo Solverde e da Casa Ermelinda Freitas, pedindo dinheiro para as vítimas de Pedrógão Grande, que foi devorada pelas …