Rui Rio abre a porta do PSD e convida críticos a sair

PSD / Flickr

O presidente do PSD, Rui Rio

Rui Rio decidiu pôr o dedo na ferida e avisou que “todos aqueles que discordam do ponto de vista estrutural” deviam “coerentemente sair” do PSD.

“Ficar dentro do PSD a destruir o próprio partido não é bonito”, disse Rui Rio num contra-ataque aos críticos internos num programa da TSF. “Aqueles que discordam, e discordam do ponto de vista estrutural, obviamente que é mais coerente sair.”

Na antena da TSF, o presidente do PSD disse que se pode achar a saída de Santana Lopes incoerente, mas que pelo menos houve “frontalidade” e que agora o seu antigo adversário das direitas está “legitimado para criticar”. Para Rio, quem não concorda deve ter uma atitude idêntica à de Pedro Santana Lopes.

Para Rui Rio, pertencer a um partido é “colaborar e discordar criticamente, mas de forma genuína e real, e não de forma tática”. Por esse motivo, “não é coerente ficar dentro e tentar destruir.

O contra-ataque de Rui Rio serviu ainda para negar que o partido está fragmentado. Em vez disso, o partido tem “algumas vozes que têm um ego superior a qualquer militante anónimo, o que dá a imagem de fragmentado, mas não está“.

Rui Rio provocou e os críticos não demoraram a reagir. Aliás, ainda o programa não tinha sido emitido na íntegra e já Miguel Morgado, deputado e ex-vice-presidente da bancada, escrevia no Twitter que o PSD “não tem donos. Nem pode ser um partido de expulsões, cisões e saídas”.

Segundo o Observador, também o deputado e ex-vice-presidente da bancada Carlos Abreu Amorim acusa o líder do partido de “ignorar o que está em causa no esforço dos instalados do regime em despedir a Procuradora-Geral da República”.

E acrescenta não saber o que é pior: o presidente do PSD “desautorizar o seu próprio secretário-geral” ou “desmentir o melhor ativo do PSD para as Europeias, Paulo Rangel”, numa referência às declarações de Rio sobre Joana Marques Vidal.

Rio contra partidarização da escolha de PGR

Depois de José Silvano e Paulo Rangel terem defendido a recondução de Joana Marques Vidal, Rui rio recusou comentar o assunto e advertiu quem o fez dentro do PSD.

Para o líder social-democrata, “quem é responsável de colocar o problema em cima da mesa é o primeiro-ministro e o Presidente da República. Enquanto eles não colocarem o problema em cima da mesa, eu não coloco o problema em cima da mesa”.

Rui Rio recusa-se a “partidarizar uma nomeação que deve ser tudo menos partidarizada”. “Isto tem de ser feito com elevação e com sentido de Estado.”

O líder do PSD acrescentou que António Costa ainda não lhe pediu opinião e recusou-se a dizer qual é a sua interpretação jurídica da recondução, já que dizer o que acha era “dar 50% do que pode ser a posição do PSD“.

Além disso, Rio revelou que se perder as eleições que irá enfrentar em 2019, não se recandidata. Por outro lado, admite ficar na mesma situação de Passos Coelho: ganhar sem maioria, não ser Governo e ficar na oposição.

“Se ganhar as eleições por largo ou se ganhar por pouco como aconteceu com Pedro Passos Coelho não sendo governo é uma coisa, outra completamente diferente é perder por uma margem substancial. Isto é de La Palice”, afirmou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Força Rio, com um caudal assim depressa chegas a primeiro, continua com essa tenacidade, faz rolar esses calhaus, para fora do leito….
    Tens muitos pedregulhos e engulhos no partido , mas cuidado com aqueles que agora te ajudam a empurrar, pois alguns desses podem desviar-se nas tuas costas
    Boa sorte

  2. Este individuo é um idiota. A 1ª coisa que fez mal chega ao cargo foi dizer que a Google devia ter ido para o Porto e nao Oeiras. Oeiras, que tendo a 5ª maior densidade populacional de Portugal, tem um comboio que é uma miséria, nao tem metro, e foi quem promoveu fazer o Lagoas Parque sem ajudas do Estado. Algo me diz que o PP vai ter uma votação record

RESPONDER

"Ameaça emergente". Produção de armas em casa com impressoras 3D deixa polícia em alerta

O alerta surgiu da Europol. Na Europa, estão a ser fabricadas pistolas semiautomáticas em impressoras e teme-se que o fenómeno chegue a Portugal. Os programas podem ser descarregados em plataformas na internet. Segundo avança o Jornal …

Jerónimo acusa Governo de "falta de vontade" para responder à crise

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, defendeu que o Governo "tem meios" e só não responde aos problemas concretos causados pela crise sanitária, por lhe "faltar a vontade", dando como exemplo a questão das …

Marcelo Rebelo de Sousa inicia visita oficial à Guiné-Bissau, 32 anos depois de Mário Soares

Marcelo Rebelo de Sousa inicia esta segunda-feira à tarde a sua primeira visita oficial à Guiné-Bissau enquanto Presidente da República, com um programa intenso, que inclui encontros institucionais, com a comunidade portuguesa e uma homenagem …

Rui Pinto gera discórdia no inquérito ao Novo Banco. PSD levanta dúvidas sobre presença do hacker

No centro da discórdia está Rui Pinto, já que os partidos não conseguem chegar a um consenso sobre a convocatória do hacker para a comissão de inquérito ao Novo Banco. A sua presença será discutida …

Pesca da sardinha reabre hoje após quase sete meses

A pesca da sardinha reabre hoje, após quase sete meses de interdição, com um limite de 10.000 toneladas que deverá ser revisto em junho. No entanto, num diploma publicado em Diário da República no dia 6 …

Cortes do Estado em contratos levaram ao encerramento de 20 colégios

Desde que o Estado começou a cortar nos contratos com os estabelecimentos de ensino particular e cooperativo já 20 colégios fecharam portas. Em 2016, o Estado começou a implementar cortes graduais nos contratos de associação com …

Portugal vai ser o país europeu com menor percentagem de população ativa

De acordo com as novas projeções, em 2050, Portugal terá 1,6 pessoas em idade ativa por cada idoso, sendo que atualmente conta com 2,9. As projeções do Eurostat, divulgadas pelo Jornal de Notícias, indicam que em …

"Sentimento anti-Modi." Pandemia deixa primeiro-ministro indiano debaixo de fogo

A segunda vaga de covid-19 na Índia tem alfinetado Narendra Modi. Restam saber quais serão as consequências políticas para o primeiro-ministro indiano. Narendra Modi chegou ao poder em 2014, cheio de promessas de crescimento e prosperidade …

"Um dia feliz". Britânicos voltam em força (e até o calor se antecipou)

Turistas de quase toda a Europa podem, a partir desta segunda-feira, entrar em Portugal, no regresso do turismo internacional. É "um dia feliz" para o turismo nacional, sobretudo devido ao regresso dos britânicos que trazem …

FC Porto avança por Beto e já há valores em cima da mesa

O negócio entre o FC Porto e o Portimonense pelo avançado Beto já estará numa fase bastante avançada. Apesar de os três grandes terem demonstrado grande interesse em Beto, segundo avança o jornal O Jogo, são …