Marcelo veta fim do sigilo bancário

Paulo Novais / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República vetou, esta sexta-feira, o decreto do Governo que obriga os bancos a informar a Autoridade Tributária sobre as contas bancárias de residentes em território nacional com saldo superior a 50 mil euros.

Esta decisão de Marcelo Rebelo de Sousa foi divulgada na página da Presidência da República na Internet.

O decreto-lei foi aprovado em Conselho de Ministros no dia 8 de setembro, mas o seu articulado não foi divulgado, e deu entrada em Belém na sexta-feira passada, dia 23.

O diploma implementa um acordo com os Estados Unidos e transpõe legislação comunitária sobre troca automática de informações financeiras de não residentes, mas o Governo decidiu estender essas regras aos residentes em território nacional, portugueses ou estrangeiros.

Em agosto, a Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) apreciou um anteprojeto do Governo sobre esta matéria e entendeu que havia “restrição desnecessária e excessiva dos direitos fundamentais à proteção de dados pessoais e à reserva da vida privada, em violação clara do n.º 2 do artigo 18.º da Constituição da República Portuguesa”.

Esta norma da Constituição determina que “a lei só pode restringir os direitos, liberdades e garantias nos casos expressamente previstos na Constituição, devendo as restrições limitar-se ao necessário para salvaguardar outros direitos ou interesses constitucionalmente protegidos”.

Por outro lado, a CNPD considerou que a legislação sobre matéria deve passar pela Assembleia da República: “A forma de decreto-lei não será suficiente para regular restrições e condicionamentos de direitos, liberdades e garantias, aqui especificamente direito à proteção de dados pessoais e à reserva da vida privada”.

O Ministério das Finanças prometeu acolher a generalidade das sugestões no documento final.

A 25 de agosto, em visita a São Pedro do Sul, no distrito de Viseu, Marcelo Rebelo de Sousa congratulou-se por o Governo não ter apresentado nessa altura nenhum diploma que desse à Autoridade Tributária “de forma indiscriminada” acesso aos saldos de contas bancárias dos contribuintes.

“Falou-se nisso, eu de repente ao ver tantas notícias cheguei a ficar apreensivo que a questão se colocasse porque da minha parte não teria acolhimento algum“, avisou, na altura.

“Mas felizmente não se coloca, isso é uma boa notícia”, acrescentou.

Numa nota divulgada após o Conselho de Ministros de 08 de setembro, o Ministério das Finanças salientava que tinham sido acatadas as recomendações da CNPD “no sentido de vedar o acesso por terceiros, qualquer que seja a sua natureza jurídica aos dados detidos pela Autoridade Tributária”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rússia está a sabotar desenvolvimento da vacina contra covid-19

Um grupo de hackers associado ao Kremlin está a tentar sabotar o desenvolvimento da vacina contra a covid-19 no ocidente. Os piratas informáticos conseguiram piratear o computador de vários investigadores. O APT29, um grupo de piratas …

Família de George Floyd apresenta queixa-crime contra Minneapolis

A família de George Floyd apresentou esta quarta-feira uma queixa-crime contra o município de Minneapolis e contra quatro polícias pela responsabilidade na morte do afro-americano às mãos da polícia, em maio, anunciaram os advogados. "Não foi …

UE reduz lista de países para reabrir fronteiras e mantém EUA e Brasil de fora

Os Estados-membros da União Europeia (UE) atualizaram, esta quinta-feira, a lista de países aos quais reabrem as fronteiras externas, mantendo de fora os Estados Unidos e o Brasil. "Na sequência da primeira revisão ao abrigo da …

24 horas depois, estátua de manifestante antirracismo em Bristol foi removida

A estátua de uma manifestante do movimento Black Lives Matter, erguida, esta quarta-feira, na cidade de Bristol, no Reino Unido, já foi removida. De acordo com o jornal The Guardian, 24 horas depois de ter sido …

Advogados continuam luta para manter declarações fiscais de Trump em segredo

Depois de o Supremo Tribunal ter determinado que os procuradores nova-iorquinos podem ter acesso às declarações de impostos do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, os seus advogados informaram na quarta-feira que estavam a considerar …

EUA negam vistos a funcionários da Huawei que apoiem "violadores de direitos humanos"

Esta quarta-feira, o Governo norte-americano que vai impor restrições nos vistos a funcionários da Huawei e a outras empresas que os Estados Unidos vejam como apoiantes de Governos violadores de direitos humanos. Além das restrições, o …

Ventilador produzido em Portugal recebe autorização de utilização do Infarmed

O ventilador Atena, produzido em Portugal, recebeu, na terça-feira, a autorização do Infarmed para o seu uso em contexto hospitalar na luta contra a covid-19. Esta quarta-feira, numa publicação na sua página de Facebook, o CEiiA …

American Airlines avisa 25 mil trabalhadores que podem perder emprego

Os dirigentes da American Airlines escreveram a cerca de 25 mil trabalhadores da transportadora aérea para lhes comunicar que o seu emprego pode desaparecer em outubro. Os dirigentes das Companhias de aviação dos Estados Unidos admitiram …

Trump substitui diretor de campanha a menos de quatro meses das eleições

O Presidente dos Estados Unidos substituiu, esta quarta-feira, o seu diretor de campanha, perante os maus resultados nas sondagens, a menos de quatro meses das eleições. "Tenho o prazer de anunciar que Bill Stepien foi promovido …

Bristol acordou com uma nova estátua. Manifestante antirracismo substitui comerciante de escravos

Bristol acordou com uma nova estátua. Um artista britânico ergueu uma estátua de uma manifestante do movimento ‘Black Lives Matter’ no topo do pedestal na cidade inglesa antes ocupado pela estátua de um comerciante de …