Marcelo renova estado de emergência e pede “bom senso” no Natal

Rui Miguel Pedrosa / Lusa

O Presidente da República decretou, esta quinta-feira, a renovação do estado de emergência, até 7 de janeiro, e pediu aos portugueses bom senso na celebração do Natal.

O chefe de Estado anunciou esta renovação do estado de emergência através de uma mensagem escrita publicada no portal da Presidência da República.

“Ao renovar, até 7 de janeiro de 2021, o estado de emergência, quero recordar o contrato de confiança que essa renovação pressupõe entre todos os portugueses, ou seja, entre todos nós. Ou celebramos o Natal com bom senso, maturidade cívica e justa contenção, ou janeiro conhecerá, inevitavelmente, o agravamento da pandemia, de efeitos imprevisíveis no tempo e na dureza dos sacrifícios e restrições a impor”, lê-se.

“E não haja ilusões. Não haverá senão um número muito pequeno de vacinados em janeiro – os que tiverem recebido a segunda dose a partir de 27 de janeiro –, e, muito menos haverá, nem em janeiro, nem nos meses imediatos, os milhões de vacinados necessários para assegurar uma ampla imunização que trave a pandemia”, continua Marcelo Rebelo de Sousa.

“Só o cumprimento desse contrato de confiança poderá evitar o que nenhum de nós deseja: mais casos, mais insuportável pressão nos internados e nos cuidados intensivos e mais mortos”, alerta o Presidente da República.

“Um contrato de confiança, que não é entre nós e o Estado, o Presidente da República, a Assembleia da República ou o Governo, mas entre nós e todos os outros nossos compatriotas, que sofrerão na vida, na saúde, no desemprego, nos rendimentos, por causa do que tivermos feito ou deixado de fazer neste Natal.”

“Natal que, por definição, é tudo menos tempo de egoísmo. É tempo de dádiva, de partilha, de solidariedade. Que a dádiva, a partilha, a solidariedade neste Natal de 2020 se traduza, no que dependa de nós, em poupar da pandemia os nossos familiares, vizinhos, amigos, que o mesmo é dizer, o nosso Portugal”, conclui.

O Presidente decretou, esta quinta-feira, pela sétima vez, a renovação do estado de emergência, depois de o Parlamento ter aprovado o decreto presidencial. Nas seis vezes anteriores, Marcelo Rebelo de Sousa falou ao país, a partir do Palácio de Belém, mas já tinha anunciado que desta vez não o iria fazer, por ser agora candidato presidencial.

O diploma mantém as medidas do decreto aprovado há duas semanas, porém, destaca-se um novo ponto: o crime de desobediência.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Plano de desconfinamento a circular nas redes sociais é falso. Governo faz denúncia ao Ministério Público

Esta quinta-feira, começou a circular nas redes sociais um alegado plano de desconfinamento que teria início já no mês de março. O Governo já veio avisar que o documento é falso e vai fazer uma …

Carlos Carreiras diz que "Passos Coelho não é passado, é presente"

O presidente da Câmara de Cascais voltou a criticar a liderança do líder do PSD e, em sentido contrário, deixou rasgados elogios ao seu antecessor. Numa entrevista ao jornal Público e à rádio Renascença, Carlos Carreiras …

PSP diz que jovem que se gabou de violação no Instagram pode ter "fantasiado"

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Viseu afirma que "tudo leva a crer" que o jovem que assumiu, em direto no Instagram, ter violado uma rapariga estivesse a fantasiar. A PSP de Viseu identificou o …

Termina hoje o prazo para validar faturas para apresentar no IRS

Os contribuintes têm até esta quinta-feira para validar e verificar as faturas de 2020 no Portal e-fatura e que vão servir de base no cálculo das deduções no IRS. Há já vários anos que as deduções …

“Foi torturada”. Princesa Latifa escreve carta à polícia a pedir que investigue desaparecimento da irmã

Latifa escreveu à polícia britânica em 2019. O caso da sua irmã Shamsa, raptada em Inglaterra há mais de vinte anos, tem muitas semelhanças com o drama agora vivido pela princesa. A princesa Latifa, filha do …

Pelo menos oito mortos após golpe de Estado em Myanmar. ONG pedem embargo ao fornecimento de armas

Pelo menos oito pessoas morreram em Myanmar, como resultado da violência desencadeada após o golpe de Estado realizado pelos militares a 1 de fevereiro, segundo a Associação de Assistência aos Prisioneiros Políticos (AAPP). Até agora, o …

24 mil milhões até 2025 e 100% renovável até 2030. Eis o novo plano estratégico da EDP

A EDP apresenta esta quinta-feira o seu novo plano estratégico, comprometendo-se a investir 24 mil milhões de euros até 2025 na transição energética e anunciando o objetivo de até 2030 se tornar 100% verde. Na nota …

Manchester United e Liverpool querem Raphinha, ex-Sporting

Raphinha, antigo jogador do Sporting CP e do Vitória SC, está a ser sondado pelo Manchester United e pelo Liverpool. O brasileiro tem estado em destaque na Premier League, ao serviço do Leeds. Manchester United e …

50 deputados e menos de 100 pessoas na sala. Posse de Marcelo segue modelo do 25 de Abril

Marcelo Rebelo de Sousa vai tomar posse como Presidente da República, no parlamento, no dia 9 de março, numa cerimónia em que apenas estarão presentes 50 dos 230 deputados e menos de 100 pessoas no …

Depois de um conselho nacional tenso, líder do CDS reúne-se com a bancada parlamentar

O líder do CDS vai reunir-se, esta quinta-feira, com os cinco deputados centristas para dialogarem sobre a articulação entre a direção e a bancada parlamentar. Tal como recorda o jornal Público, esta reunião de trabalho acontece depois …