Marcelo ficou preocupado com relatório das secretas (mas já não está)

Mário Cruz / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República confessou ter ficado com “uma preocupação legítima” com o relatório noticiado no sábado atribuído aos serviços de informações militares, mas que, depois das explicações, “deixou de ter razão de ser”.

“Aquilo que era uma preocupação legítima do Comandante Supremo das Forças Armadas deixou de ter razão de ser” depois de ter recebido as explicações do Estado-Maior-General das Forças Armadas e dos serviços de informações, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, no final da Festa do Livro, no Palácio de Belém, em Lisboa.

Marcelo explicou porque foi comedido, no sábado, no Porto, quanto ao relatório que o semanário Expresso noticiou, atribuído aos serviços de informações militares, que era muito crítico quanto aos militares e ao ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes.

No sábado, explicou, não se referiu a “uma matéria que não conhecia”, dando “a entender que o Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas não conhecia um relatório secreto de um serviço secreto, oficial, do Estado português sobre um tema desta relevância”.

Hoje, o Presidente tem a resposta para concluir que não há relatório oficial algum, “nem da parte do Estado-Maior-General das Forças Armadas, nem do SIS, nem do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa”

O resto, as polémicas, as acusações são “um ruído e um afastamento do essencial“, disse Marcelo Rebelo de Sousa, que falou aos jornalistas depois de o ministro da Defesa ter falado de aproveitamento político.

O essencial, sublinhou o chefe de Estado, é a investigação do que aconteceu em junho, no paiol da base de Tancos, com o furto de material e que se investigue “o mais rapidamente possível” para se perceber o que acontece e apurar responsabilidades.

O semanário Expresso divulgou no sábado um relatório, que atribuiu aos serviços de informações militares, com cenários “muito prováveis” de roubo de armamento em Tancos e com duras críticas à atuação do ministro da Defesa Nacional, na sequência do caso conhecido em 29 de junho.

O ministro da Defesa admitiu hoje que o noticiado relatório dos serviços de informações militares sobre o furto de armamento da base de Tancos tenha sido fabricado e que possam existir “objetivos políticos” na sua divulgação.

“Hoje, sabemos que não há nenhum relatório que tenha sido produzido pelos serviços de informações, quaisquer que eles sejam. E é importante saber quem foi, com que motivação foi fabricado esse documento, falsamente atribuído aos serviços de informações”, afirmou à Lusa Azeredo Lopes.

O ministro considera “muito peculiar como é que o PSD parecia conhecer o documento falsamente apresentado como sendo das ‘secretas'” e não exclui que existam objetivos políticos na sua divulgação.

É importante saber de quem é a autoria do documento, com que intenção foi elaborado e com que objetivos, aparentemente políticos, foi divulgado como sendo das ‘secretas'”, afirmou o ministro, depois de ter sido criticado pelos líderes dos partidos da oposição, Pedro Passos Coelho, do PSD, e Assunção Cristas, do CDS-PP, durante o fim de semana.

Entretanto, o jornal Expresso, que este sábado divulgou a notícia original acerca do relatório, garante que “o documento existe e é verdadeiro”, e que a credibilidade do documento foi confirmada pelo jornal “junto de várias fontes.

As fontes humanas citadas pelo relatório, que contém informação de cariz militar e também ao nível da segurança interna, “são militares no ativo e também na reserva”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Chuva de críticas à F1 em Portimão. Organização promete expulsar quem não cumprir distanciamento

Fotografias das bancadas da Fórmula 1 em Portimão começaram a correr este sábado nas redes sociais, gerando alguma polémica e descansando uma série de críticas, uma vez que as bancadas pareciam ter mais público do …

Ordem dos Médicos alerta para “grave sobrecarga” nas urgências pela Linha SNS 24

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) alertou que a atuação da Linha SNS 24, no âmbito da covid-19, causa uma “grave sobrecarga” nas urgências, pelo que defende alterações na referenciação dos …

"Votei num tipo chamado Trump". Presidente dos EUA votou antecipadamente na Florida

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, votou este sábado antecipadamente em West Palm Beach, na Florida, para as eleições presidenciais, juntando-se aos quase 55 milhões de americanos que também já o fizeram. Donald Trump …

Chegou o camião autónomo que não precisa de motorista para se deslocar

No ano passado foi lançado o T-pod, um protótipo de um camião elétrico autónomo e sem cabine. Agora, o seu fabricante, a empresa sueca Einride, revelou a última geração do veículo, que vai passar a …

"O medo não é a vacina". Centenas de pessoas contestam medidas do Governo em Lisboa

Centenas de pessoas contestaram este sábado as medidas impostas pelo Governo para mitigar os efeitos da pandemia de covid-19, com gritos pela “liberdade” e pela “verdade”, numa manifestação realizada na praça do Rossio, em Lisboa. A …

Os humanos estão a pôr em causa a alimentação dos animais predadores

Os animais predadores que vivem perto de humanos estão a obter metade dos alimentos supostos e isso pode ser muito prejudicial, referem investigadores americanos. De acordo com um novo estudo publicado no jornal Proceedings of the …

Plataformas de streaming passam a ter de pagar 1% do seu lucro ao Estado

As plataformas de streaming passam a pagar uma taxa, após a proposta de lei ser aprovada esta sexta-feira, na Assembleia da República. Serviços como a Netflix, a HBO Portugal ou a Disney +, passam a …

Porto 1-0 Gil Vicente | Dupla Shoya-Evanilson embala “dragão”

Difícil, mas justo. O FC Porto recebeu o Gil Vicente numa noite chuvosa no Dragão, dominou claramente até aos 75 minutos – altura em que Zaidu foi expulso – e venceu por 1-0. Um resultado …

O novo recurso da Google encontra qualquer música. Basta cantarolar, assobiar ou cantar

Na semana passada, a gigante tecnológica da Google lançou uma versão atualizada da aplicação que ajuda a encontrar qualquer música que esteja presa na sua cabeça - mas que não saiba o nome. Com a nova …

Pintura de Jacob Lawrence desaparecida há 60 anos foi encontrada em Nova Iorque

Uma visitante do Met, nos Estados Unidos, descobriu o paredeiro do quadro desaparecido de Jacob Lawrence. A mulher associou o quadro a um pendurado na sala de estar dos seus vizinhos, suspeitando que poderia fazer …