Marcelo anuncia fim das reuniões do Infarmed (e diz que os comboios não são a origem dos surtos)

António Pedro Santos / Lusa

Marcelo Rebelo de Sousa anunciou, esta quarta-feira, o fim das sessões epidemiológicas para avaliar a situação epidemiológica da covid-19 em Portugal. Vários partidos criticaram a decisão, à exceção do PSD.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou esta quarta-feira o fim das sessões epidemiológicas para avaliar a situação epidemiológica da covid-19 em Portugal, dez reuniões e 128 dias depois do primeiro caso registado no país.

“Terminamos hoje uma experiência de vários meses, iniciada no final de março, em pleno Estado de Emergência”, disse Marcelo à saída da décima reunião sobre a situação epidemiológica, que juntou especialistas, líderes políticos e parceiros sociais. “É possível dizer, desde já, como foi muito importante este conjunto de sessões epidemiológicas.”

Marcelo realçou que estas sessões permitiram “um contacto aberto entre especialistas e decisores políticos” e facilitaram “a convergência e a unidade de análise, a troca de pontos de vista e até a convergência da decisão”. “Foi fundamental durante o Estado de Emergência e na transição para o estado de calamidade.”

Foi uma experiência única não verificada em nenhum outro país europeu e que saiba nenhum outro país no mundo”, acrescentou o Chefe de Estado.

Segundo o jornal Público, os partidos políticos lamentaram o fim das reuniões, à exceção do PSD. André Ventura, líder do Chega, queixou-se de ter sido surpreendido pela notícia já cá fora, depois de no interior do auditório do Infarmed não ter sido marcada nova data para outra reunião.

Já sobre a região de Lisboa e Vale do Tejo, Marcelo Rebelo de Sousa frisou, à saída da reunião, que “não existe ligação entre transporte ferroviário e o surto pandémico“, citando um estudo apresentado esta quarta-feira no Infarmed.

“Foi apresentado um estudo que parece demonstrar que não há ligação entre o transporte ferroviário, isto é, por comboio, as linhas no quadro desta região, e o surto pandémico. É um dado novo que não era conhecido, mas que foi estudado de forma quantificada”, afirmou.

O Presidente referiu que “a região de Lisboa e Vale do Tejo mereceu uma atenção particular” nesta sessão e, no retrato dessa situação, foi assinalado “o peso que veio a ganhar ao longo das últimas semanas” a população que tem entre 20 e 30 anos.

Os especialistas consideram “que a coabitação é o fator mais importante em termos de explicação causal dos surtos surgidos, logo seguida da convivência social, que tem vindo a ganhar importância”.

No que diz respeito ao transporte ferroviário, Marcelo acrescentou que o estudo apresentado mostra que “linhas que à partida se consideraria de risco maior” para a propagação da doença representam afinal um risco “escassíssimo” e não constituem “um fator causal determinante ou decisivo”.

O chefe de Estado referiu ainda que há dados que mostram que a situação na região está a evoluir favoravelmente. “O R nacional é agora de 0,8 e de 0,97 na região de Lisboa. Olhando para os últimos dias, há uma estabilização e uma tendência, embora ligeira, de aparente descida.”

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Quanto mais leio os discursos deste senhor,mais me convenço do grande circo que o país se tornou.Também acho que a posição de um presidente não é ser porta voz de todos os setores do governo ou melhor,desgoverno.

RESPONDER

Sporting investiu forte no ataque, mas os golos escasseiam

O Sporting CP marcou apenas 49 golos esta temporada, embora tenha investido 21 milhões de euros na frente de ataque. A saída de Bruno Fernandes foi um duro golpe na capacidade goleadora. Nas últimas duas temporadas, …

Portugal é um dos cinco países da Europa onde a pandemia está a recuar

Portugal é um dos cinco países da Europa onde a pandemia está a recuar, de acordo com o mais recente relatório do Centro Europeu de Controlo e Prevenção de Doenças (ECDC) esta terça-feira divulgado. O …

Ryanair desregulou escalas dos trabalhadores que rejeitaram cortes em Portugal

A Ryanair desregulou o regime de escalas habitual à "pequena minoria" de trabalhadores que recusou os cortes da empresa na sequência da pandemia de covid-19, retirando-lhes qualquer direito a bónus, segundo documentos a que a …

Vieira quer oferecer Bruno Henrique a Jorge Jesus

Embora Jorge Jesus não tenha pedido a contratação de Bruno Henrique, o presidente benfiquista quer comprar o avançado brasileiro como prenda para o novo treinador. Luís Filipe Vieira está a estudar a contratação de Bruno Henrique, …

"Dimensão ética". Presidente do Novo Banco enviou uma carta a Marques Mendes a explicar o seu silêncio

Debaixo de fogo depois de serem reveladas as perdas avultadas relacionadas com a venda da carteira de imóveis do Novo Banco, António Ramalho enviou uma carta a Luís Marques Mendes, comentador da SIC, a explicar …

Ministério Público quer Jorge Jesus a testemunhar contra Rui Pinto

O Ministério Público (MP) quer que o treinador português Jorge Jesus testemunhe em tribunal contra o "pirata informático" Rui Pinto, que esta semana deixou a prisão domiciliária com a obrigação de se apresentar semanalmente à …

Guarda-redes do Atlético de Madrid já não escapa ao Sporting

O Sporting conseguiu, nas últimas horas, ultimar os detalhes do contrato que trará o guarda-redes espanhol António Adán para Alvalade. O jornal desportivo Record avança esta terça-feira que o contrato está a ser ultimado, adiantando que …

Dois agentes da PSP detidos em flagrante por tráfico de cocaína escondida em contentores de bananas

As autoridades portuguesas detiveram em flagrante quatro cidadãos nacionais por tráfico de droga, dois dos quais eram agentes da PSP em Faro. Fonte do gabinete de relações públicas da PSP adiantou à agência Lusa, que …

"Formiga do inferno." Descoberto fóssil preservado em âmbar com 99 milhões de anos

Uma equipa internacional de cientistas encontrou um fóssil preservado em âmbar que ilustra o exato momento em que uma formiga pré-histórica devora a sua presa. De acordo com o artigo científico, publicado recentemente na Current Biology, …

Isabel dos Santos deixa administração da operadora angolana Unitel

A empresária angolana Isabel dos Santos anunciou esta terça-feira que vai deixar o seu lugar na administração da operadora de telecomunicações Unitel. “Após 20 anos dedicados à criação, ao desenvolvimento e ao sucesso da Unitel, optei …