Marcelo admite confinamentos locais, fala em “reta final” e aponta à “recuperação social”

ppdpsd / Flickr

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República afirmou esperar que o estado de emergência esteja a caminhar para o fim, sem dar como certo que esta seja a sua última renovação, e admitiu confinamentos locais para conter a covid-19.

“No dia 6 de novembro de 2020 decretei o segundo e mais longo estado de emergência que hoje conhece aquela que desejaria que fosse a sua última renovação até às 23:59 do próximo dia 30 de abril”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa, numa comunicação ao país, a partir do Palácio de Belém, em Lisboa.

O Presidente da República recorda os tempos difíceis e faz um apelo. “Foram mais de cinco meses de Estado de Emergência e quase três de confinamento geral. Menos restritivo, mas mais intenso do que há um ano. Agora que o desconfinamento deve seguir, de forma gradual e sensata”, realça.

Desta forma, Marcelo pede “um último esforço”, e aponta que 2021 terá de ser “o início da reconstrução”.

Dirigindo-se aos portugueses, o chefe de Estado acrescentou: “Para tornar impossível o termos de voltar atrás, para que o estado de emergência caminhe para o fim, para que o desconfinamento possa prosseguir sempre com a segurança de que o calendário das restrições e os confinamentos locais, se necessários, garantem um verão e um outono diferentes”.

Marcelo chamou “a atenção para as solidões dramáticas dos mais idosos” e “frustrações irreversíveis” provocadas pela obrigatoriedade de isolamento. E disse mesmo que “a economia demorará a recuperar, a sociedade demorará muito mais”.

“O caminho que se segue vai ser muito trabalhoso”, alertou. Estamos no “começo da ponta final do período mais difícil da vida coletiva desde a gripe espanhola, com mais mortes do que a Grande Guerra ou as lutas africanas de há sessenta anos”, observou.

Esta é a 15.º vez que Marcelo Rebelo de Sousa decreta o estado de emergência no atual contexto de pandemia de covid-19, para permitir a adoção de medidas que implicam restrições de direitos, liberdades e garantias.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP // Lusa

 

 

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Pela primeira vez, Governo admite que aplicação Stayway Covid não funcionou

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, um dos primeiros governantes a ver o protótipo da aplicação de rastreio de casos de covid-19, admitiu que a StayAway Covid não funcionou. Segundo Manuel Heitor, …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: Sporting campeão (Boavista é o próximo)

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/sporting-1-0-boavista-o-musical Sei que esta música já foi incluída neste espaço radiofónico. A versão foi outra mas a música era a mesma. Abriu a emissão sobre o FC Porto-Benfica, em janeiro deste ano. Porque esses eram os …

Entidade para a Transparência. Governo quer que o processo seja célere, mas leva atraso de 2 anos

O Governo quer celeridade no processo de criação e instalação da Entidade para a Transparência, um organismo que já foi aprovado há dois anos. Numa audição na Comissão da Transparência, sobre a criação e instalação da …

Jogos da última jornada da Liga NOS vão ter adeptos nas bancadas

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta quarta-feira, que os jogos da última jornada da I Liga vão poder ter público nas bancadas. "Os jogos da última jornada da Liga NOS vão ter público nas …

"Mudou radicalmente". Diretor da PJ diz que Rui Pinto está a colaborar com a Justiça

O diretor nacional da Polícia Judiciária (PJ), Luís Neves, enfatizou esta quarta-feira a importância da colaboração estabelecida com Rui Pinto e sublinhou que o principal arguido do processo Football Leaks "mudou radicalmente" de atitude há …

Pessoas sem-abrigo vão poder indicar autarquias como morada

Os portugueses sem endereço postal físico vão poder indicar a morada de uma autarquia, de um serviço local da Segurança Social ou de uma associação da sociedade civil sem fins lucrativos quando fazem o cartão …

Marcelo sobre festejos do Sporting: "Quem deve prevenir não conseguiu prevenir"

O Presidente da República defendeu, esta quarta-feira, que "quem deve prevenir" aglomerados de pessoas como os dos festejos do Sporting, em Lisboa, "não conseguiu prevenir", esperando que tal "não tenha custos" para a saúde pública …

Em 2040, reformas vão cair para metade em Portugal

A Comissão Europeia prevê que, até 2040, os pensionistas passem a viver com pouco mais de metade do salário que tinham. Discrepância entre os últimos rendimentos do trabalho e as pensões de reforma dos portugueses …

Bruxelas piora previsões para défice português, mas melhora as do desemprego

A Comissão Europeia piorou hoje em duas décimas as previsões para o défice português, esperando um saldo negativo das contas públicas de 4,7% este ano. Contudo, melhorou as da dívida pública em três pontos percentuais, …

Barcelona empata com o Levante e "despede-se" do título espanhol

O FC Barcelona deu hoje um gigante passo atrás na corrida ao título espanhol de futebol, ao empatar 3-3 no reduto do Levante, depois de estar a ganhar por 2-0 e 3-2, em encontro da …