Maratona final de interrogatórios pode atrasar (mais uma vez) acusação a Sócrates

José Sena Goulão / Lusa

O antigo primeiro-ministro, José Sócrates

O antigo primeiro-ministro, José Sócrates.

A quatro dias do fim do prazo dado pela Procuradora-Geral da República para a saída da acusação na “Operação Marquês”, José Sócrates vai ser, novamente, interrogado numa maratona final de audiências que envolve outros arguidos do caso e que poderá atrasar, mais uma vez, a dedução da acusação.

José Sócrates vai ser interrogado pela terceira vez, pelo Ministério Público (MP), no âmbito da “Operação Marquês”, quando faltam apenas quatro dias para terminar o prazo anunciado para a conclusão do inquérito.

O interrogatório ao ex-primeiro-ministro – indiciado por corrupção, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais – deverá incidir sobre os últimos elementos da investigação que estão relacionados com os negócios da Portugal Telecom (PT) e com a transferência de vários milhões de euros do Grupo Espírito Santo (GES) para o empresário Carlos Santos Silva, apontado como o ‘testa de ferro’ do antigo líder socialista.

Ricardo Salgado, que é suspeito de ter desembolsado cerca de 100 milhões de euros em “luvas” alegadamente pagas a Sócrates, Zeinal Bava, Henrique Granadeiro e Armando Vara, nomeadamente com o intuito de “enterrar a PT”, também vai ser novamente interrogado.

Defesa fala em “nova fuga para a frente”

“Sem factos ou provas que sustentassem as imputações que lhe serviram para prender José Sócrates, o MP ensaia agora nova fuga para a frente e tenta envolver José Sócrates nos processos da PT e do BES”, consideraram em comunicado, na sexta-feira passada, os advogados do ex-primeiro-ministro.

Contactado no domingo, o advogado João Araújo garantiu à Lusa que Sócrates vai efectivamente comparecer ao interrogatório, depois de terem surgido dúvidas sobre a forma escolhida para notificar o ex-primeiro-ministro – uma vez que o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) notificou os advogados, solicitando-lhes que notificassem Sócrates para o interrogatório complementar.

No passado mês de Fevereiro, Sócrates anunciou que vai processar o Estado pela “escandalosa violação dos prazos máximos do inquérito” que já decorre há mais de dois anos.

Procuradores decidem quarta-feira se pedem adiamento

A inquirição de Sócrates surge após o empresário Carlos Santos Silva ter sido novamente interrogado, na passada sexta-feira, com a Procuradoria-Geral da República a divulgar que “estão, ainda, previstos interrogatórios de outros arguidos no decurso” desta semana.

Com esta maratona de interrogatórios na “Operação Marquês”, na recta final do prazo para a conclusão do inquérito, têm crescido as dúvidas sobre se o MP terá a investigação completamente pronta até ao dia 17 de Março.

O jornal i e o Público sustentam que os investigadores precisam de, pelo menos, mais um mês para ultimar a acusação, tendo em conta as audições que estão previstas para estes dias.

Já a SIC Notícias garante que os procuradores do caso vão reunir-se na quarta-feira para decidir se pedem um adiamento.

A “Operação Marquês” conta, até ao momento, com 25 arguidos – 19 pessoas e seis empresas, quatro das quais do universo do Grupo Lena.

Entre os arguidos estão Armando Vara, ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos e antigo ministro socialista, Carlos Santos Silva, empresário e amigo de Sócrates, Joaquim Barroca, empresário do grupo Lena, João Perna, antigo motorista de Sócrates, Paulo Lalanda de Castro, do grupo Octapharma, Henrique Granadeiro e Zeinal Bava, ex-administradores da PT, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira, os empresários Diogo Gaspar Ferreira e Rui Mão de Ferro e o empresário luso-angolano Hélder Bataglia.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nova Iorque quer oferecer vacina aos turistas. Miami vai começar a vacinar no aeroporto

Em Nova Iorque os turistas irão receber a vacina da Johnson & Johnson e em Miami a vacina da Pfizer. Com o objetivo de reativar o turismo na cidade, as autoridades de Nova Iorque querem oferecer …

Carta misteriosa escrita por passageira do Titanic está a intrigar os peritos

Uma equipa de investigadores está a tentar desvendar um mistério que envolve uma carta que terá sido escrita por uma jovem a bordo do Titanic na véspera do naufrágio. Uma família encontrou a carta numa garrafa …

Violência na Colômbia preocupa comunidade internacional

Várias cidades colombianas continuam a ser palco de violentas manifestações contra o Governo do país, mas são reprimidas com força pela polícia e por militares. As manifestações começaram em forma de protesto contra uma reforma tributária …

Veterana de Bletchley Park tem um novo código da 2.ª Guerra para decifrar (mas precisa de ajuda)

Um casal que encontrou mensagens codificadas da II Guerra Mundial sob o assoalho está tentar decifrá-las com a ajuda do seu vizinho, um decifrador de códigos de Bletchley Park. John e Val Campbell encontraram um esconderijo …

"Caixas mistério" com animais de estimação geram indignação na China

Uma nova moda conhecida como "caixa mistério" ganhou popularidade na China. O método consiste em fazer uma encomenda através da internet e é enviada, pelo correio, uma caixa com um animal de estimação. Estas encomendas estão …

Arquivos da polícia do Estado Islâmico revelam como era a vida sob o califado

Arquivos da polícia do Estado Islâmico, conhecida como shurta, revelam como era a vida sob o califado. Os polícias eram tão bem pagos que não podiam ser subornados. Não é sempre que os regimes mirram …

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …