Maratona final de interrogatórios pode atrasar (mais uma vez) acusação a Sócrates

José Sena Goulão / Lusa

O antigo primeiro-ministro, José Sócrates

O antigo primeiro-ministro, José Sócrates.

A quatro dias do fim do prazo dado pela Procuradora-Geral da República para a saída da acusação na “Operação Marquês”, José Sócrates vai ser, novamente, interrogado numa maratona final de audiências que envolve outros arguidos do caso e que poderá atrasar, mais uma vez, a dedução da acusação.

José Sócrates vai ser interrogado pela terceira vez, pelo Ministério Público (MP), no âmbito da “Operação Marquês”, quando faltam apenas quatro dias para terminar o prazo anunciado para a conclusão do inquérito.

O interrogatório ao ex-primeiro-ministro – indiciado por corrupção, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais – deverá incidir sobre os últimos elementos da investigação que estão relacionados com os negócios da Portugal Telecom (PT) e com a transferência de vários milhões de euros do Grupo Espírito Santo (GES) para o empresário Carlos Santos Silva, apontado como o ‘testa de ferro’ do antigo líder socialista.

Ricardo Salgado, que é suspeito de ter desembolsado cerca de 100 milhões de euros em “luvas” alegadamente pagas a Sócrates, Zeinal Bava, Henrique Granadeiro e Armando Vara, nomeadamente com o intuito de “enterrar a PT”, também vai ser novamente interrogado.

Defesa fala em “nova fuga para a frente”

“Sem factos ou provas que sustentassem as imputações que lhe serviram para prender José Sócrates, o MP ensaia agora nova fuga para a frente e tenta envolver José Sócrates nos processos da PT e do BES”, consideraram em comunicado, na sexta-feira passada, os advogados do ex-primeiro-ministro.

Contactado no domingo, o advogado João Araújo garantiu à Lusa que Sócrates vai efectivamente comparecer ao interrogatório, depois de terem surgido dúvidas sobre a forma escolhida para notificar o ex-primeiro-ministro – uma vez que o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) notificou os advogados, solicitando-lhes que notificassem Sócrates para o interrogatório complementar.

No passado mês de Fevereiro, Sócrates anunciou que vai processar o Estado pela “escandalosa violação dos prazos máximos do inquérito” que já decorre há mais de dois anos.

Procuradores decidem quarta-feira se pedem adiamento

A inquirição de Sócrates surge após o empresário Carlos Santos Silva ter sido novamente interrogado, na passada sexta-feira, com a Procuradoria-Geral da República a divulgar que “estão, ainda, previstos interrogatórios de outros arguidos no decurso” desta semana.

Com esta maratona de interrogatórios na “Operação Marquês”, na recta final do prazo para a conclusão do inquérito, têm crescido as dúvidas sobre se o MP terá a investigação completamente pronta até ao dia 17 de Março.

O jornal i e o Público sustentam que os investigadores precisam de, pelo menos, mais um mês para ultimar a acusação, tendo em conta as audições que estão previstas para estes dias.

Já a SIC Notícias garante que os procuradores do caso vão reunir-se na quarta-feira para decidir se pedem um adiamento.

A “Operação Marquês” conta, até ao momento, com 25 arguidos – 19 pessoas e seis empresas, quatro das quais do universo do Grupo Lena.

Entre os arguidos estão Armando Vara, ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos e antigo ministro socialista, Carlos Santos Silva, empresário e amigo de Sócrates, Joaquim Barroca, empresário do grupo Lena, João Perna, antigo motorista de Sócrates, Paulo Lalanda de Castro, do grupo Octapharma, Henrique Granadeiro e Zeinal Bava, ex-administradores da PT, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira, os empresários Diogo Gaspar Ferreira e Rui Mão de Ferro e o empresário luso-angolano Hélder Bataglia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Índia regista recorde diário de mortes. Reino Unido atinge marca negra

O novo coronavírus continua a alastrar-se um pouco por todo o mundo. Enquanto alguns países estão a conseguir lidar com a pandemia de covid-19, outros estão a fracassar nessa tarefa. Este domingo, no total, registaram-se 6.106 …

"Um disparate". Presidente nega envolvimento na vinda de Juan Carlos para Cascais

O Presidente da República afirmou que “qualquer pessoa minimamente inteligente e sensata” perceberia que o chefe de Estado não se poderia envolver na questão do rei emérito de Espanha, classificando essa ideia como um "disparate". Em …

Plano do hidrogénio vai sair "muito caro" aos portugueses

Os fundadores da Tertúlia Energia defendem que o plano do hidrogénio do Governo tem várias lacunas e vai custar "muito caro" aos consumidores portugueses. Num artigo publicado no jonal ECO, os fundadores da Tertúlia Energia, Abel …

Governo vai lançar plano para salvar empresas viáveis em dificuldades (e perdoar juros ao Fisco)

O Governo vai lançar um plano para salvar empresas viáveis que será um novo mecanismo temporário para ajudar empresas que se encontrem em situação económica difícil ou em insolvência devido à pandemia. O plano, que se …

Fábio Silva a prazo no Dragão. Avançado deverá sair por 40 milhões

Fábio Silva deverá abandonar o FC Porto dentro dos próximos dias. O jovem avançado permitirá um encaixe de 40 milhões de euros para os cofres portistas. A saída de Fábio Silva do FC Porto parece praticamente …

"Há filhos e enteados?". Marques Mendes arrasa decisão "inacreditável" de realizar festa do Avante

Luís Marques Mendes criticou este domingo a realização da festa do Avante, considerando "inacreditável" que a habitual festa comunista seja realizada no atual contexto da pandemia de covid-19 em Portugal. No seu habitual espaço de …

Varandas só tem espaço para 24 jogadores. Metade será de Alcochete

Com o intuito de reduzir custos, o presidente sportinguista, Frederico Varandas, diz que quer um plantel com 24 jogadores para a próxima época. Cerca de metade são produtos de Alcochete. Frederico Varandas pretende encurtar o plantel …

Duas demissões no Governo do Líbano. Porto de Beirute ficou com cratera de 43 metros após explosões

Duas demissões no Governo do Líbano foram anunciadas nas últimas horas depois da explosão no porto de Beirute que provocou pelo menos pelo menos 158 mortos, 6.000 feridos e dezenas de desaparecidos. A ministra da …

Benfica na corrida por Jan Vertonghen

A SAD encarnada está disposta a fazer alguns esforços pela contratação do futebolista belga que, neste momento, se encontra sem clube e a passar férias em Portugal. De acordo com o jornal Record, depois de a …

Bloco revela os três pilares da negociação do OE2021

O Bloco de Esquerda revelou os seus três pilares fundamentais da negociação para o Orçamento do Estado para 2021. O PCP e o PAN não abriram jogo, enquanto o PEV garante que ainda não foi …