Maratona final de interrogatórios pode atrasar (mais uma vez) acusação a Sócrates

José Sena Goulão / Lusa

O antigo primeiro-ministro, José Sócrates

O antigo primeiro-ministro, José Sócrates.

A quatro dias do fim do prazo dado pela Procuradora-Geral da República para a saída da acusação na “Operação Marquês”, José Sócrates vai ser, novamente, interrogado numa maratona final de audiências que envolve outros arguidos do caso e que poderá atrasar, mais uma vez, a dedução da acusação.

José Sócrates vai ser interrogado pela terceira vez, pelo Ministério Público (MP), no âmbito da “Operação Marquês”, quando faltam apenas quatro dias para terminar o prazo anunciado para a conclusão do inquérito.

O interrogatório ao ex-primeiro-ministro – indiciado por corrupção, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais – deverá incidir sobre os últimos elementos da investigação que estão relacionados com os negócios da Portugal Telecom (PT) e com a transferência de vários milhões de euros do Grupo Espírito Santo (GES) para o empresário Carlos Santos Silva, apontado como o ‘testa de ferro’ do antigo líder socialista.

Ricardo Salgado, que é suspeito de ter desembolsado cerca de 100 milhões de euros em “luvas” alegadamente pagas a Sócrates, Zeinal Bava, Henrique Granadeiro e Armando Vara, nomeadamente com o intuito de “enterrar a PT”, também vai ser novamente interrogado.

Defesa fala em “nova fuga para a frente”

“Sem factos ou provas que sustentassem as imputações que lhe serviram para prender José Sócrates, o MP ensaia agora nova fuga para a frente e tenta envolver José Sócrates nos processos da PT e do BES”, consideraram em comunicado, na sexta-feira passada, os advogados do ex-primeiro-ministro.

Contactado no domingo, o advogado João Araújo garantiu à Lusa que Sócrates vai efectivamente comparecer ao interrogatório, depois de terem surgido dúvidas sobre a forma escolhida para notificar o ex-primeiro-ministro – uma vez que o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) notificou os advogados, solicitando-lhes que notificassem Sócrates para o interrogatório complementar.

No passado mês de Fevereiro, Sócrates anunciou que vai processar o Estado pela “escandalosa violação dos prazos máximos do inquérito” que já decorre há mais de dois anos.

Procuradores decidem quarta-feira se pedem adiamento

A inquirição de Sócrates surge após o empresário Carlos Santos Silva ter sido novamente interrogado, na passada sexta-feira, com a Procuradoria-Geral da República a divulgar que “estão, ainda, previstos interrogatórios de outros arguidos no decurso” desta semana.

Com esta maratona de interrogatórios na “Operação Marquês”, na recta final do prazo para a conclusão do inquérito, têm crescido as dúvidas sobre se o MP terá a investigação completamente pronta até ao dia 17 de Março.

O jornal i e o Público sustentam que os investigadores precisam de, pelo menos, mais um mês para ultimar a acusação, tendo em conta as audições que estão previstas para estes dias.

Já a SIC Notícias garante que os procuradores do caso vão reunir-se na quarta-feira para decidir se pedem um adiamento.

A “Operação Marquês” conta, até ao momento, com 25 arguidos – 19 pessoas e seis empresas, quatro das quais do universo do Grupo Lena.

Entre os arguidos estão Armando Vara, ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos e antigo ministro socialista, Carlos Santos Silva, empresário e amigo de Sócrates, Joaquim Barroca, empresário do grupo Lena, João Perna, antigo motorista de Sócrates, Paulo Lalanda de Castro, do grupo Octapharma, Henrique Granadeiro e Zeinal Bava, ex-administradores da PT, o advogado Gonçalo Trindade Ferreira, os empresários Diogo Gaspar Ferreira e Rui Mão de Ferro e o empresário luso-angolano Hélder Bataglia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Amostras de sangue de animais de zoológicos ajudam a prever doenças em humanos

Os cientistas querem usar padrões genéticos similares, que estão presentes no sangue de humanos e animais há milhares de anos, para melhorar o prognóstico da doença assistida por computador. Os jardins zoológicos de Saarbrücken e Neunkirchen, …

Encontrado no topo dos Alpes um lago que não devia existir

Um montanhista capturou a formação de um lago "alarmante" no alto dos Alpes franceses depois de a neve glacial ter derretido durante a intensa onda de calor que atingiu a Europa central no final de …

Fogo na Sertã reacendeu e há aldeias cercadas pelas chamas

O incêndio no concelho da Sertã reacendeu à tarde depois de sido dado como dominado durante a madrugada, continuando os fogos no distritos de Castelo Branco a mobilizar mais de mil bombeiros e 15 meios …

Há uma cidade onde o dinheiro cresce das árvores

Morador da remota cidade de Skagway, no Alaska, há cerca de um ano, John Sasfai entra na cervejaria Skagway Brewing Co. e pede uma cerveja artesanal local à base de broto de abeto (árvore conífera …

Os gatos são um problema na Austrália. Matam mais de dois mil milhões de animais selvagens por ano

Quando os gatos vagueiam livremente, pequenos animais selvagens morrem. Na Austrália, a contagem de corpos já excede os dois mil milhões de animais nativos por ano. Na Austrália, investigadores ambientais analisaram centenas de estudos sobre os …

Morreu a antiga apresentadora da RTP Isabel Wolmar

Morreu a antiga apresentadora da RTP Isabel Wolmar. A cara histórica da estação pública tinha 86 anos. A notícia foi avançada pelo amigo Júlio Isidro na sua página oficial de Facebook. No Facebook, o apresentador da …

Cidade americana usa músicas infantis para afastar os sem-abrigo

https://vimeo.com/349252020 A cidade de West Palm Beach, no estado americano da Flórida, está a usar músicas infantis em loop para evitar que os sem-abrigo durmam no parque da cidade durante a noite. Numa tentativa desesperada e bizarra …

Nicolás Maduro acusa EUA de usarem sanções para se apoderarem do petróleo da Venezuela

O Presidente Nicolás Maduro acusou sábado os EUA de usarem as sanções contra a Venezuela como uma maneira de dominar o país para se apoderarem dos recursos petrolíferos venezuelanos. "Os EUA querem dominar-nos para controlar o …

Ministros das Finanças e da Justiça britânicos demitem-se se Boris Johnson for primeiro-ministro

O ministro das Finanças britânico, Philip Hammond, disse este domingo à BBC que se demite se o candidato à liderança do Partido Conservador Boris Johnson se tornar primeiro-ministro, por se opor a um Brexit sem …

Há 50 anos, Armstrong pousou na lua. Simulação mostra como foi

A equipa do Lunar Reconnaissance Orbiter Camera (LROC) da NASA recriou o pouso na superfície da Lua em 1969, do módulo lunar Apollo 11, conhecido como "Águia", mostrando o que o astronauta Neil Armstrong viu da …