Acusação a Sócrates tem mesmo que sair em 13 dias (e há suspeitos que podem safar-se)

Luis Forra / Lusa

O ex-primeiro-ministro José Sócrates

O ex-primeiro-ministro José Sócrates

A acusação a José Sócrates e aos demais arguidos do caso Marquês tem mesmo que sair até 17 de Março. A Procuradora-Geral da República, Joana Marques Vidal, está inflexível no prazo estabelecido, mesmo com o risco de que alguns indícios escapem à investigação e alguns suspeitos se safem.

À luz de novos dados na mega-investigação que tem José Sócrates e Ricardo Salgado como principais arguidos, nomeadamente a recente constituição de Zeinal Bava e Henrique Granadeiro como arguidos, especulou-se que o prazo de 17 de Março, para a conclusão da acusação, poderia ser novamente adiado.

Mas Joana Marques Vidal desmente essa ideia, notando que a data mantém-se e que qualquer alteração será “imediatamente” comunicada aos jornalistas, conforme declarações recolhidas pela Lusa no final do I Encontro das Comissões de Protecção de Crianças e Jovens do Ministério Público (MP) da área da Procuradoria-Geral da República (PGR) do Porto, realizado em Vila Nova de Gaia.

Este fincar de posição está a gerar “tensão” no MP, uma vez que os investigadores poderão ter que “abdicar de várias linhas de investigação para as quais já têm fortes indícios“, conforme reporta o semanário Sol.

Em apenas 13 dias, o tempo que falta até ao prazo estipulado pela PGR, os investigadores poderão não ter tempo, nomeadamente, de investigar devidamente as denúncias de Hélder Bataglia contra Ricardo Salgado, nem as suspeitas em torno dos novos arguidos Brava e Granadeiro, aponta o Sol.

Alguns nomes sob suspeita poderão também ficar de fora do processo, fruto da falta de tempo para efectuar todas as diligências necessárias, como é o caso de José Dirceu, o braço-direito de Lula da Silva, ex-presidente do Brasil, que “pode ‘safar-se'”, de acordo com o Sol.

O semanário Expresso adianta que a investigação já conta com “100 volumes e mais de 40 mil páginas“, num processo que inclui suspeitas de que Salgado terá pago quase cem milhões de euros em “luvas” a Sócrates, Bava, Granadeiro e Armando Vara, para obter decisões favoráveis ao Grupo Espírito Santo (GES).

Revelação dos depoimentos de Salgado e Bataglia investigada

Entretanto, Joana Marques Vidal revelou a abertura de um processo de inquérito por eventual violação do segredo de justiça, depois da revelação dos depoimentos de Salgado e Bataglia, no inquérito da Operação Marquês.

Uma posição que surge depois de as revistas Sábado e Visão e o site Observador terem divulgado o teor dos interrogatórios ao ex-presidente do BES e ao empresário luso-angolano, sobre a transferência de dinheiro do GES, que o MP entende ter como último destinatário José Sócrates através do empresário e seu amigo Carlos Santos Silva.

A Sábado escreve que Bataglia revelou que Salgado lhe pediu para utilizar as suas contas para fazer chegar discretamente dinheiro a Carlos Santos Silva, amigo de longa data de Sócrates e arguido no mesmo processo.

Confrontado com o depoimento de Bataglia, Salgado negou tudo, disse que mal conhecia Carlos Santos Silva e que nunca foi íntimo de Sócrates, adianta a revista.

Já a Visão avança que Salgado teve de explicar ao MP porque foi “desviado” dinheiro do GES para uma offshore em seu nome; porque deu milhões de euros a Bava e Granadeiro e ainda porque é que 1,2 milhões de euros acabaram nas mãos de José Dirceu.

A Operação Marquês conta actualmente com 23 arguidos, incluindo o ex-ministro socialista Armando Vara, a ex-mulher de Sócrates, Sofia Fava, Joaquim Barroca, do grupo Lena, o ex-responsável da farmacêutica Octapharma Lalanda e Castro e Diogo Gaspar Ferreira, responsável da empresa gestora do empreendimento Vale do Lobo (Algarve).

Sócrates, que esteve preso preventivamente mais de nove meses, está indiciado por fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para acto ilícito.

Dois anos após o início do inquérito, que a 20 de Novembro de 2014 fez as primeiras detenções, a investigação do MP continua sem que exista acusação ou arquivamento, estando prevista uma decisão para 17 de Março.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

    • Marco Encarnação dou as tais ditas 2 semanas para ser tudo arquivado e virem todos os burros com uma pala á frente dos olhos que só vêm uma cor a dizer que foi uma cabala e levam o homem em ombros, com “sorte” ainda o vamos ter novamente como primeiro ministro

    • Mais respeito pelo país, que além de políticos banidos e de palermas sem cultura e educação como o senhor, ainda tem gente muita boa gente!!

  1. Reparem como ninguém fala nisto nas tv’s…é um silencio ensurdecedor das linhas editoriais dos telejornais…se fosse com o anterior governo o que já ai andava de manifestações e de insultos…reparem tambem na historia dos salarios das entidades reguladoras aprovado pela esquerda….o silencio das tv’s….enquanto os portugas não acordarem para a realidade de que vivemos numa ditadura de esquerda em Portugal isto não sai da cepa…tambem nada de estranho já que a maioria dos portugas são de esquerda..

  2. Em Portugal é assim… Justiça lenta sempre que precisa de ser rápida (por exemplo para exigir pagamento a caloteiros) e apressada quando é necessário tempo para investigar os caciques da máfia política.

  3. Não é novidade nenhuma desde que no governo seja a geringonça era uma questão de tempo vai-se colocando nos locais de poder certos a +pouco e pouco para se poder dar ordens para andar os processos da maneira que interessa a esta cambada que todos pagamos para eles terem a vida que tem

RESPONDER

China vai limitar abortos. E nada tem a ver com saúde

A China vai reduzir o número de abortos realizados por motivos que não estejam relacionados com a saúde, anunciou o governo esta segunda-feira, avançando que serão também criadas medidas para evitar a gravidez indesejada. As autoridades …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: SL7, arte e paciência

Líder soma e segue. Leões e dragões vencem à justa. As frases e os números da semana. Visto da Linha de Fundo. Líder reina no castelo Vitória SC 1 (Bruno Duarte 78', g.p.) – SL Benfica …

"Atropelamento e fuga." Terra e Vénus cresceram como planetas rebeldes

Planetas como a Terra e Vénus, que residem dentro de Sistemas Solares, são fruto de repetidas colisões. Esta conclusão desafia os modelos convencionais sobre a formação de planetas. Investigadores do Laboratório Lunar e Planetário (LPL) da …

A origem do "Gigante de Segorbe" pode finalmente ter sido esclarecida

Um novo estudo revela que a origem do "Gigante de Segorbe" pode ser bastante mais complexa daquilo que se pensava. O "Gigante de Segorbe", como é conhecido, foi um indivíduo encontrado por arqueólogos numa necrópole islâmica …

Instagram suspende planos de uma versão da aplicação para crianças

Para já, a empresa ainda não fez se se trata de um abandono temporário ou definitivo. Tempestade mediática em torno da influência das redes sociais na saúde mental dos jovens, sobretudo raparigas, pode ter influenciado …

Com todos os votos contados, PS vence com pior resultado que em 2013 e PSD conquista 113 câmaras

PS continua a ser o partido com mais representação autárquica em Portugal, apesar de cair para números anteriores à liderança de António Costa. PSD recupera das hecatombes de 2013 e 2017. Quase 24 horas depois após …

Presidente sul-coreano admite proibir consumo de carne de cão

O Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, admitiu, esta segunda-feira, a possibilidade de proibir o consumo de carne de cão, costume que se tornou "uma vergonha internacional", segundo fonte do seu gabinete. "Não terá chegado …

Pelo menos 24 países criaram novas leis para controlar o conteúdo na Internet, revela relatório

Autoridades de pelo menos 24 países, incluindo os Estados Unidos (EUA), estabeleceram novas regras que determinam o tratamento dos conteúdos por parte das plataformas 'online', concluiu um relatório da Freedom House. No seu relatório anual, intitulado …

Exames nacionais e provas de aferição deverão “retomar a normalidade” este ano

Depois de dois anos letivos condicionados pela pandemia da covid-19, o Governo está apostado em retomar, entre outras formas de avaliação, a obrigatoriedade de exames nacionais nas disciplinas de conclusão do ensino secundário. Os exames nacionais …

Advogados dizem que há questões "pontuais" por resolver no SEF do aeroporto de Lisboa

Responsável pela Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados reveleu que mantém uma "estreita relação e cooperação com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e que o centro de instalação temporária no aeroporto …