/

Pessoas com mais de 30 anos devem estar vacinadas até setembro

4

PAHO / WHO

Um quadro apresentado por Henrique Gouveia e Melo, coordenador da task force, durante a reunião de especialistas, indica que as pessoas com mais de 30 anos deverão ser vacinadas até setembro.

O quadro apresenta metas de vacinação para todas as faixas etárias até aos 30. Quem tiver idade inferior terá de esperar por novas informações, uma vez que não há previsão de quando serão vacinados.

De acordo com o quadro apresentado pelo vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, está previsto que até setembro todas as pessoas com mais de 30 anos estejam vacinadas.

Isto pode significar que, até setembro, é expectável que 70% de população adulta esteja vacinada e Portugal atinja a imunidade de grupo.

O quadro indica prazos para a conclusão da vacinação nos vários grupos: a faixa etária dos 00 aos 09 anos sem previsão; dos 10 aos 19 anos sem previsão; dos 20 aos 29 anos sem previsão; dos 30 aos 39 anos em agosto/setembro; dos 40 aos 49 anos a 1 de agosto de 2021; dos 50 aos 59 anos a 13 de junho de 2021; dos 60 aos 69 anos a 23 de maio de 2021; dos 70 aos 79 anos a 2 de maio de 2021; mais de 80 anos até 11 de abril de 2021.

Segundo o mesmo calendário, até ao final desta semana o processo deve estar concluído no grupo entre os 70 e 79 anos.

E ainda antes do final do mês de maio também as pessoas com idades entre os 60 e 69 devem já ter tomado a vacina.

Segue-se, até 13 de junho, quem tem entre 50 e 59 anos e, até 1 de agosto, as pessoas entre os 40 e os 49.

Por último, a faixa entre os 30 e 39 anos ainda não tem dia definido mas a vacinação deve estar concluída entre agosto e setembro.

Atualmente, a cobertura vacinal ronda os 22%, escreve o Expresso.

O quadro foi apresentado esta terça-feira durante a 20.ª reunião do Infarmed, que juntou Governo e especialistas, e que foi fundamental para Marcelo Rebelo de Sousa decidir não renovar o estado de emergência.

Maiores de 65 anos vão poder agendar vacinação nos espaços de cidadão

Os utentes com mais de 65 anos vão podem marcar a data em que querem ser vacinados contra a covid-19 nos espaços do cidadão, anunciou, esta terça-feira, a Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Alexandra Leitão explicou, no parlamento, que o agendamento poderá, assim, ser feito presencialmente, em alternativa ao recurso à plataforma online de auto-agendamento.

“Os espaços de cidadão vão poder receber a inscrição para as vacinas nos maiores de 65 anos, nesta fase. Foi algo que em dois, três dias foi concertada entre a task force, a área da Saúde, a Agência para a Modernização Administrativa e também as freguesias”, disse a governante.

As pessoas com 65 ou mais anos podem escolher a data e o local onde vão ser vacinados, através de uma plataforma online de auto-agendamento. Ou seja, agora contam com duas vias através das quais podem fazer essa marcação: presencialmente, nos espaços do cidadão, ou online na referida plataforma.

Concelhos que apertaram confinamento recebem reforço de vacinas

Os quatro concelhos no vermelho que foram obrigados a voltar atrás no desconfinamento  – Portimão, Rio Maior, Odemira e Moura – tiveram uma ajuda extra para combater de forma mais acelerada a covid-19 nas suas áreas geográficas.

Segundo o Público, a task force da vacinação reforçou em mais 10 mil doses estes quatro municípios. A administração dessas vacinas, que vai abranger as pessoas nas faixas etárias dos 60 aos 70 anos, decorre entre esta quarta e sexta-feira.

Com a aceleração de vacinação nos quatro concelhos mais críticos do país, as regiões ganham um avanço de três a quatro semanas em relação ao calendário oficial fixado pelo Governo.

A decisão de avançar o ritmo de vacinação nestes quatro concelhos teve a ver com o facto de serem locais pouco povoados e com habitantes mais idosos que rapidamente poderiam ser protegidos, diz o mesmo jornal.

Portugal não vai pôr empresas a vacinar

A task force não pondera, para já, incluir as empresas na administração de vacinas.  Contudo, a solução está a ser equacionada em Espanha.

Segundo o jornal La Razón, em maio, o Governo espanhol deverá dar luz verde a um plano para que as empresas possam colaborar na imunização dos seus trabalhadores, de forma a aliviar a pressão no sistema de saúde e multiplicar os postos de vacinação no país.

Mas em Portugal, o grupo liderado por Gouveia e Melo, diz que “não se antecipa um cenário em que exista a necessidade de recorrer a soluções” semelhantes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Ainda assim, o presidente da Associação Empresarial de Portugal, Luís Miguel Ribeiro, admite ao Jornal de Notícias, que, caso a medida fosse replicada em Portugal, as empresas estariam disponíveis para colaborar.

Também a Sociedade Portuguesa de Medicina no Trabalho (SPMT) se mostra disponível para “ser parte da solução”, desde que haja “condições” e contratualização para o efeito.

Já a Confederação Nacional da Agricultura considera que “o combate eficaz à pandemia passa pelo SNS”, que deve ser “reforçado”.

  Ana Isabel Moura, ZAP //

4 Comments

  1. Agendamento para maiores de 65 anos não passou de conversa política. Não está a funcionar. Basta ir aos Centros de Vacinação e verificar o desespero de quem se inscreveu, teve data confirmada mas não recebeu a hora, apesar de constar no formulário que receberia a mesma 72h antes da data agendada. Antes de divulgarem os serviços deviam testar os sistemas. Hoje perdi o dia de trabalho para ir ao Centro de Vacinação situado no Altice Arena e depois de fila ao frio, sem informação acessível, soube, como muitos outros que afinal o agendamento online NÃO está a funcionar…

    • Sabes que não és o único habitante de Portugal, não sabes?!
      O agendamento não funcionou contigo mas já funcionou (es está a funcionar) com milhares de pessoas!

  2. Estou fora do país… será que os Consulados/Embaixadas têm algum poder de interceder… ou vai-se na vaga do país onde se está?

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.