LMM: Costa foi desautorizado por Centeno, que “há muito tempo” corre em pista própria

Tiago Petinga / Lusa

António Costa e Mário Centeno

Luís Marques Mendes considerou que o ministro das Finanças, Mário Centeno, desautorizou o primeiro-ministro, António Costa, no que respeita a uma transferência de 850 milhões de euros do Fundo de Resolução para o Novo Banco.

“O caso mais sério é o da desautorização do primeiro-ministro sobre o Novo Banco. Só não cai o Carmo e a Trindade porque estamos num tempo anormal”, escreve comentador político numa coluna do Jornal de Negócios este domingo publicada com os principais pontos do seu comentário político na SIC.

“O primeiro-ministro anda a dizer há semanas que não haverá mais dinheiro para o Novo Banco sem uma prévia auditoria. Repetiu isso na Assembleia da República. Logo a seguir veio a saber-se que [Mário] Centeno já tinha transferido a dotação para o Novo Banco mesmo sem auditoria”, continuou Luís Marques Mendes.

No entender do antigo presidente do PSD, Mário Centeno “corre em pista própria”. “Isto parece uma mera falha de comunicação entre primeiro-ministro e ministro das Finanças. O que já de si seria grave. Então não falam um com o outro quando em causa estão 850 milhões? O problema é outro: Centeno desautorizou António Costa“, reiterou.

“O ministro das Finanças conhecia a exigência do primeiro-ministro. Mesmo assim decidiu contra ele. Há muito tempo que Centeno corre em pista própria”, afirmou. Na SIC, falando sobre o mesmo tema no seu habitual espaço de comentário ao domingo, Marques Mendes reiterou esta ideia, acrescentou que Mário Centeno “só obedece a ele próprio”.

Ainda sobre a injeção de 850 milhões no Novo Banco, Luís Marques Mendes considera que, além do pedido de desculpas à bloquista Catarina Martins, António Costa deveria ter dado uma “explicação ao país” sobre o que aconteceu.

Na passada sexta-feira, recorde-se, o primeiro-ministro pediu desculpa ao Bloco de Esquerda por ter transmitido informação errada durante o debate quinzenal na semana passada. “Não tinha sido informado que, na véspera, o Ministério das Finanças tinha procedido a esse pagamento”, disse António Costa a 8 de maio, citado pela agência Lusa, sobre o pagamento de 850 milhões de euros ao Novo Banco.

Ainda na antena da SIC, Marques Mendes comentou a manchete de sábado do semanário Expresso, que dava conta que o Governo prepara “cercas” e “drones” para controlar as praias durante o verão. “É impraticável, parece que estamos em estado policial”.

Por isso, apelou ao Governo para que aplique “medidas de bom senso”, a “confiar no civismo dos cidadãos” e prestando muita informação às pessoas. “A praia é fundamental para a saúde” e após longas quarentenas em casa, “as pessoas precisam de respirar, gozar a liberdade de serem felizes”, sublinhou.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Que governo desgovernado é este onde todos governam desgovernadamente?
    Aproveito para perguntar: hoje é dia para usar máscara ou é só às terças, quintas e sábados?
    E quanto a Fátima, é mesmo para rumar ao santuário?
    E as tradicionais festas de verão vão mesmo para a frente?

  2. O ministro Centeno não desautorizou ninguém. Um pateta que faz afirmações como as que fez o PM, não é nem pode ser nenhuma autoridade credível. O Novo Banco foi vendido com um contrato que ambas as partes têm de cumprir. Quem faz afirmações sem ter em conta o conteúdo do contrato arrisca-se a fazer a figura que fez o Dr Costa.

  3. Esta descoordenação não fica bem ao governo. Por muita raiva que isto suscite a muitos “superpatetas” o chefe do governo é o Costa. O Centeno até pode andar amuado por causa do tacho, mas os chefes devem ser respeitados e quando se considera que não se pode obedecer ao chefe há um caminho. A partir daí o Costa tem mais do que motivos para chutar o Centeno “sem indeminização” pese embora todo o trabalho que fez nas finanças.

  4. O Centeno bem que pode ir à vida dele. Qualquer outro, com a mesma conjuntura, faz no mínimo o que ele fez.

  5. Por muito que haja prà aí gente a falar e a dizer, é bom que assim seja, a democracia deve ser igual para todos, mesmo para os mais desfavorecidos, não fica bem a um primeiro ministro fazer afirmações que pode vir a não poder cumprir, seja com que objectivo fôr. Quando assim é, o malabarismo pode ter êxito uma vez ou duas mas acaba sempre por se revelar um fracasso, seja para o chefe, sub-chefe ou simples paisano.

  6. Há aqui de facto um jogo baixo que não dá para perceber quem é que mente! Soa a uma grande trapalhada como era espectável a seguir a uma estrondosa fraude, de cuja existência só se soube através de Espanha! O Rui Pinto, que denuncia fraudes e escândalos, está preso e o CEO responsável por esta fraude, assim como o Dias Loureiro e O Salgado, responsáveis por outras, estão onde? O problema está aqui!!

    • Esclarecendo as suas dúvidas:
      – Não é espectável mas sim expectável
      – O Rui Pinto não denuncia apenas fraudes. Pelo meio tentou “sacar” algum dinheiro por via de extorsão.
      – O Dias Loureiro e o Ricardo Salgado estão em casa

      Espero ter ajudado

  7. cercas e drones… parece um estado policial ?
    Este pateta nao reparou que existe um virus à solta

    Estou farto da conversa de anormais a dizerem que fere a constituição, e que violencia domestica, e alcoolismo, etc etc.
    é melhor morrer milhares de pessoas nao é ?

RESPONDER

Primeira ministra islandesa interrompida por um terramoto quando dava uma entrevista em direto

Um terramoto de magnitude 5.6 interrompeu uma entrevista em direto da primeira ministra islandesa ao The Washington Post. Mas Katrin Jakobsdottir reagiu à situação de forma tranquila: "Isto é a Islândia". Katrin Jakobsdottir estava a dar …

O voo mais longo do mundo está de volta (e agora é ainda mais longo)

O voo da Singapore Airlines que partia de Singapura com destino até Nova Iorque, foi uma das vítimas do covid-19 e ficou suspendo a 23 de março. Agora, é possível viajar nesta rota novamente, e …

Obras de cinco museus de Berlim vandalizadas no início do mês

Sarcófagos egípcios, pinturas do século XIX e esculturas em pedra de três dos principais museus de Berlim foram atacados com uma substância líquida oleosa a 3 de outubro, dia em que se festejaram os 30 …

Lech Poznań 2 - 4 Benfica | Darwin e a teoria da vitória

Pela primeira vez na fase de grupos da Liga Europa, desde que a prova foi criada na época 2009/10, o Benfica iniciou da melhor forma o trajecto na competição, venceu em solo polaco o Lech …

Coimas do BdP a ex-administrador do Montepio prescritas pelo Tribunal da Concorrência

O Tribunal da Concorrência declarou na quarta-feira a prescrição das contraordenações imputadas pelo supervisor ao ex-administrador do Montepio Rui Amaral, num processo que já teve sentença anulada pelo Tribunal da Relação e que tem novo …

Airbus testa novo avião que bate a ponta das asas (e pode diminuir a turbulência)

O último teste de voo realizado pelo AlbatrossOne, da multinacional Airbus, veio provar que o "bater da ponta das asas" pode melhorar o desempenho da aeronave. Além disso, o avião atingiu agora uma nova meta …

Caso Marega: três jogos à porta fechada para o Vitória

Decisão conhecida oito meses depois do jogo em Guimarães. Punição será aplicada quando os adeptos voltarem aos estádios. O jogo foi disputado no dia 16 de fevereiro, a decisão chegou no dia 20 de outubro: o …

Mais de 70% dos norte-americanos teme tumultos e violência após as eleições

Quase três quartos (72%) dos norte-americanos estão preocupados com tumultos ou episódios de violência após as eleições presidenciais, agendadas para novembro, revela um nova sondagem. Os números são de uma pesquisa de opinião divulgada esta …

Governo adequa cálculo do subsídio de desemprego à redução do período de descontos

O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira o diploma que adequa a fórmula de cálculo do subsídio de desemprego tendo em conta a redução do prazo de garantia no acesso a este apoio prevista no …

Apps de rastreio: não há evidências que estejam a ajudar a travar a covid-19

Em Portugal, a aplicação de rastreio de contactos StayAway Covid não está a ser bem recebida, com muitos a temerem a sua ineficácia e problemas relacionados com a privacidade. Durante a primeira vaga de covid-19, investigadores …