Lisboa vai ter sete espaços alternativos para vacinação. Porto adota modelo “drive-thru”

Vasco Célio / Lusa

Algumas autarquias já começaram a preparar e a anunciar a abertura de centros complementares para a vacinação, numa altura em que se planeia vacinar em massa idosos a partir dos 80 anos e doentes de risco com 50 anos ou mais, dois novos grupos prioritários incluídos na primeira fase da vacinação.

Na sessão plenária da Assembleia Municipal, Fernando Medina informou que Lisboa vai ter sete centros de vacinação adicionais contra a covid-19, um dos quais na Altice Arena, para apoiar a administração de vacinas aos idosos com mais de 80 anos e aos doentes crónicos com mais de 50 anos.

Os centros vão localizar-se na Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica, Hospital Pulido Valente, na sede da Assembleia Municipal de Lisboa (Av. De Roma), Pavilhão Manuel Castelbranco (São Vicente), Pavilhão da Ajuda, Picadeiro e Altice Arena. Segundo o autarca, estes estão a ser criados em articulação com o Ministério da Saúde.



Os novos equipamentos vão permitir a “vacinação desta nova fase”, que se iniciou na segunda-feira, e irão abranger “cerca de 70 mil pessoas”. Fonte oficial da autarquia disse à Lusa que existem três Unidades de Saúde Familiar (USF) a efetuar a vacinação e, “quando existirem vacinas em número suficientes, estes centros juntam-se às três USF“.

Ficarão, assim, “a existir 10 unidades de vacinação para maiores de 80 [anos] e doentes crónicos acima de 50 [anos]”.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa referiu ainda que os novos equipamentos vão contar com 60 enfermeiros contratados pelo município e 40 profissionais da proteção civil e polícia municipais. “Toda a operação decorre por supervisão de médicos dos ACES [Agrupamentos de Centros de Saúde]”, acrescentou Medina.

Já o Porto vai ter um centro de vacinação drive-thru, no Queimódromo, no âmbito de um projeto que junta dois hospitais da cidade, a autarquia e a Unilabs Portugal. A informação foi avançada esta quarta-feira.

Em comunicado, a Unilabs refere que, com este projeto-piloto, que permitirá que as pessoas entrem de carro nas estruturas sem precisarem de sair da viatura para ser vacinadas, é intenção da Câmara do Porto “preparar a cidade para um processo seguro e robusto de vacinação, em larga escala, assim que houver vacinas para as segunda e terceira fases do processo de vacinação”.

No projeto estão também envolvidos os hospitais de Santo António e do São João, que assegurarão “consultoria e apoio na formação dos profissionais desta operação, garantindo que a mesma decorre dentro das melhores práticas clínicas, em linha com a experiência adquirida” durante a primeira fase de vacinação dos seus profissionais de saúde.

“A Unilabs Portugal irá assegurar a logística, operação, organização de fluxo e os técnicos de vacinação no espaço, aproveitando a experiência do rastreio neste tipo de centros, agora aplicados ao processo de vacinação”, conclui. A apresentação deste centro de vacinação contra a covid-19 está marcada para esta quarta-feira.

O coordenador da task force, Gouveia e Melo, considerou na terça-feira que a percentagem das vacinas aplicadas “é muito elevada e só não é mais elevada por uma questão de segurança relativamente às segundas doses”.

De acordo com o Público, nos arredores do Porto, em Gondomar, a autarquia disponibilizou o pavilhão multiusos da cidade, onde na sexta-feira arrancou a vacinação de quase uma centena de pessoas, em articulação com o Aces local.

Em Coimbra, a câmara municipal cedeu também ao Aces do Baixo Mondego o Pavilhão Mário Mexia, no centro da cidade, onde deve arrancar já na próxima sexta-feira a vacinação de idosos e doentes de risco a partir dos 50 anos.

A autarquia também se ofereceu para reforçar as equipas dos centros de saúde com elementos que ajudem nos contactos telefónicos. Além disso, vai ceder carrinhas de transporte especial e mini-autocarros para levar os cidadãos para o pavilhão.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …