Linha de Fundo: Paris ainda é o que era, a “martelada” de Vieira, Tiago pouco conquistador, o fecho do mercado e o Giro à portuguesa

Pausa no campeonato, regresso com o primeiro clássico da época, espaço para as seleções com Portugal olhos nos olhos frente ao Campeão do Mundo.

Espaço ainda para avaliar as mudanças resultantes do fecho do mercado de transferências, onde chegaram mais de duas centenas de novos jogadores ao principal campeonato português. E ainda o ciclismo, com João Almeida a viver um sonho cor de rosa e Ruben Guerreiro a ganhar nas alturas.

Liga das Nações :: França 0 – Portugal 0

Estatuto intocável no jogo 75 do “Engenheiro de Paris”

“Havia condições para ter feito melhor.” A frase é de Fernando Santos sobre o jogo no Stade de France. O palco onde o selecionador se estreou ao comando técnico da equipa portuguesa, onde se sagrou Campeão da Europa e agora chega aos 75 jogos, após seis anos no comando da Seleção de Portugal, batendo um recorde que pertencia a Scolari.

O treinador brasileiro esteve entre 12 de fevereiro de 2003 e 19 de junho de 2008 à frente de Portugal, onde somou 74 jogos.

Para assinalar o momento um jogo que não deixará saudades. Portugal entrou melhor e durante a primeira parte mostrou personalidade frente à seleção campeã mundial, capacidade de controlo de jogo, gostando de assumir a iniciativa.

Depois do intervalo, a França equilibrou, deixando a equipa portuguesa confortável. Tal como já se tinha visto no amigável com a Espanha, Portugal a revelar deficit de organização.  75 jogos depois, a seleção orientada por Fernando Santos honrou o estatuto conquistado em 2016. De uma espinha atravessada na garganta dos gauleses… agora Portugal mostrou ser um osso duro de roer.

Portugal e França empatam 0/0, no domingo, 11 de outubro de 2020, em jogo a contar para a 3.ª jornada do Grupo 3 da Liga das Nações.

Com este resultado, Portugal e França somam sete pontos cada e estão na liderança do Grupo 3 da Liga das Nações. A Croácia, que venceu a Suécia por 2-1, soma três pontos.
Olhando para as estatísticas apresentadas pela UEFA, o campeão do Mundo e o campeão da Europa equiparam-se na maior parte das fases do jogo.

Nos lances de ataque, dez oportunidades para cada lado, exatamente com os mesmos números: três remates ao lado, três remates enquadrados e quatro remates bloqueados.
A posse de bola também aponta para o equilíbrio, com 50 por cento para cada lado. O equilíbrio prossegue depois na precisão do passe, com as duas seleções a apresentarem uma percentagem de 86 por cento. No total, os franceses fizeram 603 passes, 520 dos quais completos, enquanto Portugal fez 607 passes, 525 completos.

Esta quarta-feira, Portugal defronta a Suécia, no Estádio de Alvalade, às 19h45.

Frase da Semana

“Não irmos à Liga dos Campeões é uma martelada bastante grande”.

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, admitiu à SIC que a ausência do Benfica da Liga dos Campeões terá implicações a nível financeiro e que o clube tentará compensar ganhando a Liga Europa. Ainda assim, garantiu que os encarnados irão cumprir com todos os compromissos futuros… isto se os efeitos da pandemia não se prolongarem por muito tempo. “Senão seremos mais um a ter consequências”, alertou.

Momento da Semana

Ronaldo, dá-me um abraço!

Cristiano Ronaldo e Mbappé trocaram algumas palavras e cumprimentos antes do início da segunda parte do França-Portugal e tiveram uma conversa bastante animada. O avançado francês voltou a assumir toda a admiração pelo internacional português.

As câmaras registaram o tudo, em vídeos e fotos, mas Mbappé também fez questão de assinalar o momento especial nas redes sociais.

Fã assumido de Cristiano Ronaldo – muito jovem tinha nas paredes do quarto muitos posters de Ronaldo – o jogador do Paris Saint Germain publicou duas fotografias com o internacional português e na legenda escreveu “ídolo”, acrescentando uma coroa e um bode, que em inglês se escreve Goat – Greatest of All Time (o maior de sempre).

https://twitter.com/KMbappe/status/1315404531820306434

Desilusão da semana

Tiago Mendes apresentou a demissão do cargo de treinador do Vitória de Guimarães, que assumiu a 28 de julho, após 3 jornadas do campeonato realizadas, onde neste curto espaço de tempo experimentou todos os resultados possíveis.

Começou a perder em casa com o Belenenses SAD (0-1), foi empatar a Vila do Conde com o Rio Ave (0-0), tendo ganho na 3.ª jornada, no Estádio Afonso Henriques ao Paços de Ferreira por 1-0. Tiago assumiu o comando de uma equipa pela primeira vez na carreira e ao fim de três jornadas deixa o cargo no Vitória.

O Vitória emitiu um comunicado no qual confirmou o pedido de demissão e que, admite, surpreendeu os dirigentes vimaranenses. “A posição manifestada quebra um trabalho de largos meses entre a estrutura do futebol e o treinador”, considera a Administração, acrescentando “que uma posição desta natureza, ainda no arranque da época e numa semana em que o treinador se encontra a frequentar o curso UEFA Pro, só pode ser recebida como uma manifestação de insegurança que é incompatível com o Vitória SC”.

As dúvidas nesta aposta sempre foram muitas, esta decisão é uma surpresa.

O primeiro desafio do técnico de 39 anos na liderança de uma equipa profissional durou menos de três meses, com quatro pontos somados nos três primeiros jogos do campeonato. João Henriques é o sucessor, deixando o Santa Clara.

Números da Semana

  • 208 – jogadores contratados pelas 18 equipas da Liga NOS
  • 18 – as novidades/reforços que chegaram a Famalicão e ao Boavista.
  • 98,5 – milhões de euros que o Benfica investiu no plantel 2020/2021.O Benfica foi o sexto clube que mais gastou no mercado de transferências.
  • 24 – o Benfica bateu o recorde da transferência mais cara da sua história (e da Liga portuguesa) ao contratar Darwin Nuñez ao Almería por 24 milhões de euros.
  • 247,2 – foram os milhões de euros gastos pelo Chelsea para a nova temporada. O clube londrino foi o que mais investiu em reforços a nível europeu.
  • 111 – O central Pepe tornou-se o defesa mais internacional de sempre da seleção portuguesa de futebol, ultrapassando Fernando Couto, no particular frente à Espanha, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, disputada no dia 7 de outubro.
    Além deste registo, Pepe isolou-se no quarto lugar dos mais internacionais da história da seleção nacional, ficando apenas atrás de Cristiano Ronaldo (166), Luís Figo (127 e já retirado), João Moutinho (124) e empatado com Nani (112), depois da Espanha, Pepe voltou a somar mais uma internacionalização no Stade de France.
  • 75 – os jogos de Fernando Santos no comando técnico da Seleção de Portugal, superando Scolari. No mesmo local onde de estreou, há precisamente seis anos, com um desaire por 2-1, e onde conquistou o Europeu, em 10 de julho de 2016, o técnico que completou no sábado 66 anos empatou a zero, em jogo a contar para a Liga das Nações. Fernando Santos, o selecionador com mais jogos, mais vitórias… e títulos.

Jogador da Semana

Adama Traoré

O segredo está na massa, nos cozinhados da mãe e nos abdominais excêntricos.

Estreou-se em Alvalade pela seleção espanhola e deslumbrou, não só pelo que jogou como também pela estampa física. O jogador do Wolverhampton, onde é treinado pelo português Nuno Espírito Santo, revelou depois da estreia alguns dos seus segredos para que resultam junta envergara física impressionante.

“O meu trabalho de ginásio é guiado pelo preparador físico. Mas não levanto pesos. A minha genética é assim, faz com que a musculatura cresça rápido. Faço outros exercícios, cada pessoa tem de se adaptar ao que é melhor para si. Faço muito ‘core’ [treino para fortalecer o torso], abdominais excêntricos… O segredo está em conheceres o teu corpo e adaptares o treino às tuas condições físicas”, contou o avançado, em ao jornal “AS”.

Traoré tem há muitos anos um nutricionista e um preparador físico pessoal. “Ganhei músculo com treino, descanso e alimentação. É um equilíbrio de tudo isto. A minha mudança física, a evolução, tudo aconteceu por necessidade. Com 15 anos tive problemas nos joelhos, com uma tendinite que não me deixava fazer o meu jogo nem explorar a velocidade. Comecei a fortalecer no ginásio. Era muito explosivo e precisava de fazer um trabalho mais específico para evitar lesões.”
A alimentação está a cargo da mãe, que confeciona pratos africanos e espanhóis.

A alimentação é fundamental, é uma parte importante do treino. Tento variar os pratos, ter uma alimentação diferenciada, saudável e equilibrada. Posso comer um pouco de paella ou um prato típico do Mali. A minha mãe é a melhor cozinheira do Mundo!”.

Em 2013, o avançado estava no Barcelona. Rumou em 2015 a Inglaterra, para representar o Aston Villa, seguindo-se Middlesbrough (2016 a 2018) e Wolverhampton (desde 2018).

Fechou o Mercado de Transferências

O que se investiu, quem mais contratou e as novidades 2020/20121

O Benfica foi o sexto clube que mais gastou no mercado de transferências do verão, de acordo com o ranking do site Transfermarkt.

Os encarnados investiram 98,5 milhões de euros no plantel, o que vale presença no “top 10” de uma lista liderada pelo Chelsea, que gastou 247,2 milhões de euros.

O Benfica bateu o recorde da transferência mais cara da sua história (e da Liga portuguesa) ao contratar Darwin Nuñez ao Almería por 24 milhões de euros.

A Liga de Clubes recebeu 114 pedidos de inscrição no último dia de mercado. Famalicão e Boavista foram as equipas que mais contrataram, cada uma com 18 reforços no plantel para 2020/2021, promovendo uma revolução no quadro de jogadores.

Principais contratações

  • Felipe Anderson West Ham – FC Porto
  • Malang Sarr Chelsea – FC Porto
  • Marko Grujic Liverpool – FC Porto
  • Evanílson Fluminense – FC Porto
  • Darwin Núñez Almería – Benfica
  • Éverton Cebolinha Grêmio – Benfica
  • Pedrinho Corinthians – Benfica
  • Luca Waldschmidt Friburgo – Benfica
  • Nicolás Otamendi Manchester City – Benfica
  • Gilberto Fluminense – Benfica
  • Jan Vertonghen Tottenham – Benfica
  • Jean-Clair Todibo FC Barcelona – Benfica
  • Nico Gaitán Lille – Sporting de Braga
  • Abel Ruíz FC Barcelona – Sporting de Braga
  • Iuri Medeiros Nuremberga – Sporting de Braga
  • André Castro Goztepe – Sporting de Braga
  • João Mário Inter Milão – Sporting
  • António Adán Atlético de Madrid – Sporting
  • Zouhair Feddal Real Bétis – Sporting
  • Pedro Porro Manchester City – Sporting
  • Antunes Getafe – Sporting
  • Dyego Sousa Shenzhen – Famalicão
  • Ricardo Quaresma Kasimpasa – Vitória de Guimarães
  • Angel Gomes Lille – Boavista
  • Javi García Real Bétis – Boavista

Principais Saídas

  • Alex Telles FC Porto – Manchester United
  • Danilo Pereira FC Porto – Paris Saint-Germain
  • Soares FC Porto – Tianjin Teda
  • Fábio Silva FC Porto – Wolverhampton
  • Zé Luís FC Porto – Lokomotiv Moscovo
  • Vincent Aboubakar FC Porto – Besiktas
  • Vitinha FC Porto – Wolverhampton
  • Tomás Esteves FC Porto – Reading
  • Rúben Dias Benfica – Manchester City
  • Carlos Vinícius Benfica – Tottenham
  • Florentino Luís Benfica – AS Mónaco
  • Andrija Zivkovic Benfica – PAOK Salónica
  • Jota Benfica – Valladolid
  • Francisco Trincão Sporting de Braga – FC Barcelona
  • Fábio Martins Sporting de Braga – Al Shabab
  • Wendel Sporting – Zenit
  • Marcos Acuña Sporting – Sevilha
  • Matheus Pereira Sporting – West Brom
  • Rodrigo Battaglia Sporting – Alavés
  • Pêpê Rodrigues Vitória de Guimarães – Olympiacos
  • João Carlos Teixeira Vitória de Guimarães – Feyenoord
  • Davidson Vitória de Guimarães – Alanyaspor
  • Iago Santos Moreirense – Al Taawon
  • Rúben Ribeiro Gil Vicente – Hatayspor
  • Pedrinho Paços de Ferreira – Riga

Mudanças internas

  • Medhi Taremi Rio Ave – FC Porto
  • Toni Martínez Famalicão – FC Porto
  • Nanú Marítimo – FC Porto
  • Zaidu Santa Clara – FC Porto
  • Cláudio Ramos Tondela – FC Porto
  • Carraça Boavista FC Porto
  • Helton Leite Boavista – Benfica
  • Diogo Gonçalves Famalicão – Benfica
  • Al Musrati Vitória de Guimarães – Sporting de Braga
  • Guilherme Schettine Santa Clara – Sporting de Braga
  • Pedro Gonçalves Famalicão – Sporting
  • Nuno Santos Rio Ave – Sporting
  • Bruno Tabata Portimonense – Sporting
  • Francisco Geraldes Sporting – Rio Ave
  • Gelson Dala Sporting – Rio Ave
  • André Pereira FC Porto Rio Ave
  • Fábio Coentrão Sem clube – Rio Ave
  • Diogo Queirós FC Porto – Famalicão
  • Ivan Zlobin Benfica – Famalicão
  • Vaná FC Porto – Famalicão
  • Bruno Varela Benfica – Vitória de Guimarães
  • Jorge Fernandes FC Porto – Vitória de Guimarães
  • Miguel Luís Sporting – Vitória de Guimarães
  • Chidozie FC Porto – Boavista
  • Nuno Santos Benfica – Boavista

Contratações por clube

FC PORTO (10): 
Cláudio Ramos (Tondela), Carraça (Boavista), Nanu (Marítimo), Malang Sarr (Chelsea), Zaidu (Santa Clara), Taremi (Rio Ave), Evanilson (Fluminense), Toni Martínez (Famalicão), Felipe Anderson (West Ham) e Marko Grujic (Liverpool).

BENFICA (9): 
Helton Leite (Boavista), Pedrinho (Corinthians), Gilberto (Fluminense), Vertonghen (Tottenham), Everton Cebolinha (Grêmio), Luca Waldschmidt (Friburgo), Darwin Nuñez (Almeria), Nicolás Otamendi (Manchester City) e Todibo (Barcelona).

SP. BRAGA (6):
Guilherme Schettine (Santa Clara), Iuri Medeiros (Nuremberga), Zé Carlos (Leixões), André Castro (Goztepe), Al Musrati (V. Guimarães) e Nico Gaitán (Lille).

SPORTING (8): 
Adán (Atlético Madrid), Antunes (Getafe), Pedro Porro (Manchester City), Pedro Gonçalves (Famalicão), Feddal (Betis), Nuno Santos (Rio Ave), João Mário (Lokomotiv) e Bruno Tabata (Portimonense).

RIO AVE (10):
Magrão (Palmeiras), Fábio Coentrão (livre), Francisco Geraldes (Sporting), Gelson Dala (Sporting), Léo Vieira (Atl. Paranaense), Ivo Pinto (Dínamo Zagreb), Nando Pijnaker (Estrela Vermelha), André Pereira (FC Porto), Ryotaro Meshino (Hearts) e Pelé (Mónaco).



FAMALICÃO (18): 
Andrija Lukovic (RKS Raków), Fernando Valenzuela (Barracas Central), Abdul Ibrahim (Desp. Chaves), Jhonata Robert (Grémio), Ivan Zlobin (Benfica), Henrique Travisan (Ponte Preta), Srdan Babic (Estrela Vermelha), Bruno Jordão (Wolverhampton), Joaquín Pereyra (Rosario Central), Calvin Verdonk (Feyenoord), Leonardo Campana (Wolverhampton), Jorginho (Benfica), Iván Jaime (Málaga), Gil Dias (Mónaco), Edwin Herrera (Independiente Santa Fé), Marcello Trotta (Frosinone), Diogo Queirós (FC Porto) e Dyego Sousa (Benfica).



VITÓRIA SC (17): 
Noah Holm (Leipzig), Jacob Maddox (Chelsea), Jonas Carls (Schalke 04), Kim Jung-Min (RB Salzburgo), Nicolas Tié (Chelsea), Yann Aurel Bisseck (Colónia), Matos Trmal (Slovácko), Jorge Fernandes (Kasimpasa), Lyle Foster (Mónaco), Abdul Mumin (Nordsjaelland), Bruno Varela (Ajax), Mensah (RB Salzburgo), Sílvio (V. Setúbal), Ricardo Quaresma (livre), Pepelu (Levante), Nelson da Luz (1.º de Agosto) e Miguel Luís (Sporting).

MOREIRENSE (13): 
Pedro Amador (Sp. Braga), Nahuel Ferraresi (Manchester City), Yan (Palmeiras), Kewin (Mirassol), Derik Lacerda (Académica), Matheus Silva (Bahia), Gonçalo Franco (Leixões), Miguel Oliveira (V. Guimarães), Felipe Pires (Hoffenheim), Reynaldo (Juventude Caxias), David Tavares (Benfica), Walterson (Famalicão) e André Luís (Desp. Chaves).



SANTA CLARA (8):
 Gustavo Viera (Liverpool Montevideo), Jean Patric (Académico de Viseu), André Mesquita (Marítimo), Mansur (At. Mineiro), Júlio Romão (At. Paranaense), Mikel Villanueva (Malaga), Shahryiar Moghanlou (Paykan) e Cristian González (Rosário Central).



GIL VICENTE (12): 
Kanya Fujimoto (Tokyo Verdy, emp.), Antoine Léautey (Chamois Niortais), Boubacar Hanne (Wolverhampton), Talocha (Riga), Tim Hall (Karpaty), Souleymane Aw (Avenir Béziers), Joel Pereira (Omonia), Daniel Fuzato (Roma), Leandrinho (Botafogo), Miullen (Londrina), Guilherme Mantuan (Corinthians) e Diogo Silva (Ypiranga).

MARÍTIMO (10): 
Fumo Tamuzo (Avenir Béziers), Rafik Guitane (Rennes), Rúben Macedo (Desp. Aves), Marcelo Hermes (Cruzeiro), Caio Secco (Feirense), Diego Gomes (Aimoré), Ali Alipour (Persepolis), Cláudio Wink (Vasco da Gama), Jean Irmer (Vitoria da Bahia) e Faiq Bolkiah (Leicester).



BOAVISTA (18): 
Hamache (Nice), Ricardo Mangas (Desp. Aves), Angel Gomes (Man. United), Show (Lille), Nuno Santos (Benfica), Javi Garcia (Betis), Alejandro Gómez (Atlas), Léo Jardim (Lille), Adil Rami (Sochi), Jackson Porozo (Santos), Jorge Benguché (Olimpia), Chidozie (FC Porto), Reggie Cannon (FC Dallas), Nathan (Vasco da Gama), Alberth Elis (Houston Dynamo), Sebastian Pérez (Boca Juniors), Cristian de Lima (Atlético Mineiro) e Musa Juwara (Bolonha).

PAÇOS FERREIRA (12): 
Lucas Silva (Flamengo), Bruno Costa (Portimonense), Martín Calderón (Real Madrid), Luther Singh (Sp. Braga), João Pedro (V. Guimarães) Jordi Martins (Vasco da Gama), Pedro Martelo (Deportivo da Corunha), Michael Fracaro (At. Mineiro), David Sualehe (Farense), Samuel Silvera (Central Coast Mariners), Fernando Fonseca (Gil Vicente) e Dor Jan (Bnei Yehuda).

TONDELA (10):
 Salvador Agra (Legia Varsóvia), Pedro Trigueira (Moreirense), Rafael Barbosa (Estoril), Jaume Grau (Osasuna), Naoufel Khacef (Bordéus), Bebeto (Marítimo), Mario González (Villarreal), Abdel Medioub (Bordéus), Enzo Martínez (Peñarol) e Souleymane Anne (Guingamp).


BELENENSES SAD (9):
Pedro Álvaro (Benfica), Afonso Taira (Hermannstadt), Bruno Ramires (Feirense), Cauê (Albirex Niigata), Miguel Cardoso (Dínamo Moscovo), Afonso Sousa (FC Porto), Henrique Buss (Al Ittihad Kalba), Richard Rodrigues (Tondela) e Stanislav Kritciuk (Krasnodar).

PORTIMONENSE (10): 
Welinton Jr. (Desp. Aves), Maurício (Urawa Red Diamonds), Fabrício (Urawa Red Diamonds), Júlio César (Atlético Goianense), Aflalo (Desp. Aves), Welinton Jr. (Desp. Aves), Lucas Tagliapietra (Boavista), Reko (Desp. Aves), Safawi Rasid (Johor FC), e Moufi (Tondela).


FARENSE (14):
Amine Oudrhiri (Leixões), Ricardo Velho (Sp. Braga), Pedro Henrique (Benfica), Rafael Defendi (Famalicão), Cláudio Falcão (Desp. Aves), Alex Pinto (Benfica), Mansilla (V. Setúbal), César Martins (Santa Clara), Nikola Stojiljković (Sp. Braga), Eduardo Mancha (Machine Sazi), Abner Felipe (PSTC-Paraná), Madi Queta (FC Porto), Djalma (Alanyaspor) e Ricardo Ferreira (Belenenses).

NACIONAL (14):
 Piscitelli (Dínamo Bucareste), Gergely Bobál (Zalaegerszeg), Lucas Kal (São Paulo), Rúben Freitas (Mafra), Larry Azouni (Kortrijk), Vincent Koziello (Colónia), Pedrão (Palmeiras), João Victor (Red Bull Bragantino), João Vigário (Tondela), Rui Encarnação (Machico), Jota (Leixões), Vincent Thill (Metz), Vladan Danilovic (Borac) e Francisco Ramos (V. Guimarães).

Quinteto luso no top das transferências mais caras

Há cinco jogadores portugueses na lista das 25 transferências mais caras deste verão em que o Chelsea foi, de longe, o clube que mais investiu, logo seguido pelo Manchester City.

Dos cinco portugueses desta lista, quatro estão na Premier League, enquanto um foi para a liga espanhola. Rúben Dias, que trocou o Benfica pela equipa de Pep Guardiola, por 68 milhões de euros, ocupa o quarto lugar deste ranking de transferências milionárias, liderado por Havertz que custou 80 milhões ao Chelsea.

Diogo Jota é o 13.º da lista e foi o único português que não mudou de campeonato, uma vez que trocou o Wolverhampton pelo Liverpool, numa transferência avaliada em 44,70 milhões de euros. Fábio Silva, tal como Rúben Dias, foi mais um jogador que trocou a liga portuguesa pela Premier League, ocupando o 16.º lugar, depois do Wolverhampton ter pago 40 milhões de euros ao FC Porto.

Francisco Trincão assinou pelo Barcelona ainda antes do final da última temporada, por 31 milhões de euros e, com as mudanças dos últimos dias, caiu para o 21.º lugar deste ranking. Uma lista que conta ainda com Nélson Semedo que trocou precisamente o Barcelona pelo Wolverhampton por 30 milhões de euros.

“Por quem os lobos uivam”

A popularidade de Nuno Espírito Santo continua em grande no Wolverhampton,com o treinador português a ser personagem central num mural de uma das ruas da cidade.

A figura do treinador ocupa praticamente meio edifício e é acompanhada pela inscrição “Wolves ay we”, um dos cânticos mais populares dos adeptos do clube mais português da Premier League. O designer Joe Miles ransformou uma fachada abandonada num mural de homenagem ao técnico português… o líder da “alcateia” lusa.

Outono quente para o ciclismo português com um “Guerreiro”, um sonho cor de rosa e 4 medalhas europeias… e a Volta Especial.

O ciclista português Ruben Guerreiro (EF Pro Cycling) venceu no passado domingo, 11 de outubro, isolado a nona etapa da Volta a Itália, na qual João Almeida (Deceuninck-Quick Step) manteve a camisola amarela.

uerreiro cumpriu os 208 quilómetros entre San Salvo e Roccaraso em 5:41.20, deixando o espanhol Jonathan Castroviejo (Ineos) a oito segundos e o dinamarquês Mikkel Bjerg a (UAE-Emirates) a 58.

Os momentos finais da etapa foram emotivos, com Ruben Guerreiro a desferir um ataque na hora certa, chegando à meta isolado e festejando a conquista de forma exuberante. Não era para menos.

Em declarações à TSF, Rúben Guerreiro deu conta da estratégia para um dia perfeito.

“Parti com este objetivo, era uma daquelas etapas que estava marcada na agenda e a nossa equipa tem corrido para tal. Gostava de correr para a geral, mas desde o início que tinha ordens dos diretores para correr para etapas e tinha perdido algum tempo para esse objetivo. No final correu muito bem”, explicou Rúben Guerreiro.

Um dia memorável. Há 31 anos que nenhum português ganhava uma etapa na Volta a Itália. E outro a vestir a camisola rosa, símbolo da liderança do Giro.

Luca Zennaro / EPA

A nona etapa do Giro d’Italia foi vencida por Ruben Guerreiro.

Mas os feitos lusos no ciclismo não ficaram por aqui.

No Campeonato da Europa de Pista, que decorreu em Fiorenzuola d’Arda, Itália, a Seleção de Portugal conquistou 4 medalhas (!!!) conseguidas por Daniela Campos, Iuri Leitão e Maria Martins. Daniela Campos foi campeã europeia de eliminação. Iuri Leitão vice-campeão da Europa na corrida por pontos e vice-campeão europeu de eliminação. Maria Martins conquistou a medalha de bronze na prova de scratch.

É a hora de festejar e reconhecer o trabalho da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), na vertente de pista, onde a a excelência de um trabalho invisível realizado no Centro de Alto Rendimento de Anadia/Velódromo Nacional, em Sangalhos, nos últimos anos, tem revelados enormes talentos e resultados animadores.

Palavra ainda para a Volta a Portugal – Edição Especial 2020. Depois de fortemente ameaçada em ser riscada do calendário, a prova foi para a estrada, após um esforço da FPC, capaz de em tempo recorde fazer rolar a caravana.

Foram 9 dias de uma festa com muitas regras, ao momento que vivemos assim o exige, mas o evento decorreu de forma exemplar.

Um aplauso para o público, vénia a Amaro Antunes, o vencedor da prova, que mais uma vez mostrou que a equipa W52-Futebol Clube do Porto é de outra dimensão. Um conjunto coeso, solidário, com várias opções e mais um triunfo inequívoco.

Teófilo Fernando, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

OE em duodécimos deixa 2.700 milhões de estímulo orçamental em suspenso

A hipótese de haver um Orçamento em duodécimos em 2021 está em cima da mesa. Se tal acontecer, há pelo menos 2.700 milhões de estímulo orçamental que não chegarão à economia. Se o Orçamento do Estado …

Grupo Luz Saúde foi o que mais faturou com a pandemia

O Grupo Luz Saúde faturou quase 40 milhões de euros com a venda de material à Direção-Geral da Saúde (DGS), a hospitais e até a autarquias. A GLSMed Trade, do grupo Luz Saúde, foi a empresa …

Pinto da Costa: "Varandas fará um grande serviço quando se dedicar à medicina"

Manchester City, Luís Filipe Vieira e Frederico Varandas foram alguns dos temas abordados por Pinto da Costa numa recente entrevista ao Porto Canal. Em entrevista ao Porto Canal, Pinto da Costa fez a antevisão ao encontro …

Espanha pondera recolher obrigatório em todo o país. Esperam-se semanas "muito difíceis"

Salvador Illa, ministro da saúde de Espanha, referiu que o governo está a estudar um recolhimento obrigatário no país, como forma de travar a propagação do novo coronavírus que nos últimos dias tem feito infetado …

Algarve pode consagrar Lewis Hamilton como piloto mais vitorioso de sempre

O Autódromo Internacional do Algarve está a caminho de ver a consagração do piloto britânico Lewis Hamilton (Mercedes) como o piloto mais vitorioso de sempre da Fórmula 1, no domingo, no Grande Prémio de Portugal. Depois …

Antigo túmulo siberiano contém casal de guerreiros (e um enorme stock de armas)

Uma equipa de arqueólogos desenterrou um túmulo com 2.500 anos que continha os restos mortais de quatro pessoas da antiga cultura Tagar. Arqueólogos da Universidade Estadual de Novosibirsk, na Rússia, desterraram um túmulo com 2.500 anos …

OE2021. Governo perde fé nas negociações com o Bloco, mas conta com PAN e talvez PCP

As negociações com o Bloco para garantir a aprovação do Orçamento do Estado para 2021 não estão bem encaminhadas. O Governo espera contar com o PAN e talvez com o PCP. Um possível entendimento entre o …

"Eleição do mundo". USA Today declara apoio a Biden (que continua a liderar nas sondagens)

Pela primeira vez, o jornal norte-americano USA Today decidiu apoiar um candidato presidencial - Joe Biden. O democrata continua a liderar as sondagens a dois dias do último debate. "Há quatro anos, o Conselho Editorial - …

Cientistas descobrem (acidentalmente) um novo órgão dentro da cabeça humana

Uma equipa de investigadores fez uma descoberta anatómica surpreendente, encontrando o que parece ser um misterioso conjunto de glândulas salivares escondidas dentro da cabeça humana. Esta "entidade desconhecida" foi identificada acidentalmente por médicos na Holanda, que …

Rui Rio prepara-se para chumbar o OE (e pressionar Costa a entender-se à esquerda)

O presidente do PSD, Rui Rio, prepara-se para anunciar aos social-democratas que o PSD vai chumbar a proposta de Orçamento do Estado para 2021, avança o semanário Expresso esta terça-feira. Os deputados do PSD vão reunir-se …