Liga rejeita candidaturas de Rui Alves e Seara e só aceita a de Mário Figueiredo

O presidente da Mesa da Assembleia Geral da Liga de Clubes, Carlos Pereira, rejeitou segunda-feira as candidaturas de Fernando Seara e Rui Alves e apenas admitiu a lista encabeçada por Mário Figueiredo, atual presidente daquele organismo.

As candidaturas A (encabeçada por Fernando Seara, mas não assinada por este), B (encabeçada por Rui Alves) e C (encabeçada por Fernando Seara) foram rejeitadas por razões distintas, na sequência da reunião de segunda-feira da Mesa da Assembleia Geral da Liga, que se prolongou por toda a tarde e noite.

De acordo com a Mesa da Assembleia Geral da Liga, a primeira candidatura não vinha instruída de qualquer declaração de aceitação subscrita pelo candidato nela proposto para presidente da Liga, além de que o próprio Fernando Seara declarou expressamente, através de comunicado, não ser candidato por essa candidatura.

Em relação à candidatura B, encabeçada por Rui Alves, o argumento para a rejeição decorreu da não apresentação de qualquer lista candidata à Comissão Disciplinar e à Comissão Arbitral, acrescendo o facto de à data do termo do prazo de apresentação de candidaturas, o candidato em causa estava registado, na Conservatória do Registo Criminal, como presidente da SAD do Nacional.

Quanto à candidatura C, encabeçada e subscrita por Fernando Seara, foi considerada inválida por não apresentar qualquer lista candidata à Comissão Arbitral.

Refere, ainda, o presidente da Mesa da Assembleia Geral da Liga, que as declarações de subscrição apresentadas pelas candidaturas A e B devem considerar-se caducadas por terem sido outorgadas em vista de candidatos a presidente da Liga que, no caso da candidatura A, não aceitou integrar a referida candidatura e, no caso da candidatura B, não é elegível para o cargo.

Rui Alves clama “golpada” e interpõe providência cautelar para suspender eleições

O candidato à presidência da Liga de Clubes Rui Alves qualificou hoje como “golpada” a decisão do presidente da Mesa da Assembleia Geral da Liga, Carlos Pereira, e vai interpor uma providência cautelar para suspender o ato eleitoral.

Rui Alves rejeita “toda e qualquer legitimidade” na decisão da Mesa da Assembleia Geral da Liga em rejeitar a sua candidatura e revela que vai pedir “com carácter de urgência, uma audiência, ao Procurador Geral, no sentido de denunciar” o que considera ser uma “autêntica golpada”.

Além disso, Rui Alves, que subscreveu a lista B de candidatura, refere, ainda, que irá avançar com uma providência cautelar “para suspender o ato eleitoral até ser reposta a legalidade e aceite a lista” que encabeça.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Prisão não é solução". FC Barcelona reage à condenação dos independentistas catalães

O FC Barcelona criticou esta segunda-feora a decisão do Supremo Tribunal espanhol de condenar a penas de prisão efetiva os principais dirigentes políticos envolvidos na tentativa de independência da Catalunha, apelando ao diálogo. “Do mesmo modo …

CIP muda estatutos e António Saraiva recandidata-se ao quarto mandato

Uma alteração aos estatutos que será apreciada numa assembleia geral agendada para o dia 11 de novembro poderá vir a permitir que António Saraiva, atual presidente da CIP - Confederação Empresarial de Portugal, se recandidate …

PS adia negociações com partidos de esquerda

Os socialistas vão adiar todas as reuniões com os partidos sobre as medidas para o Orçamento do Estado. O encontro com o BE estava marcado para amanhã e foi cancelado. O mesmo acontecerá com o …

Protestos continuam em Londres. Ativistas invadem centro financeiro

Centenas de ativistas pelo clima do grupo Extinction Rebellion invadiram esta segunda-feira o centro financeiro de Londres para manifestarem repúdio por as grandes corporações financiarem os combustíveis fósseis. Muitos manifestantes, protegidos da intensa chuva com lonas …

"Tenho muitas dívidas, muito financiamento por pagar"

Isabel dos Santos explicou em entrevista à Lusa a origem dos seus investimentos, salientando serem totalmente privados, o que a levou a criar muitas dívidas. Disse ainda que os empresários têm dificuldade em trabalhar e …

Estados Unidos autorizados a aplicar taxas sobre produtos europeus

A Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizou oficialmente esta segunda-feira os Estados Unidos a aplicar taxas alfandegárias sobre 7500 milhões de dólares de importações oriunda da União Europeia devido aos subsídios dados à Airbus. A OMC …

Tribunal rejeita providência cautelar requerida pela Ordem dos Enfermeiros contra ministério

O Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa rejeitou a providência cautelar pedida pela Ordem dos Enfermeiros (OE) contra o Ministério da Saúde no processo de sindicância à OE, anunciou esta segunda-feira o Governo. Em comunicado, o …

Paraísos fiscais. Portugal transferiu 672 milhões em 2018

Os bancos a operar em Portugal transferiram 672 milhões de euros no ano passado para territórios que constavam das listas de offshores problemáticos da União Europeia. Em 2018, os bancos a operar em Portugal transferiram 672 …

Discurso da Rainha. Entre crime, saúde e imigração, o Brexit foi destaque

Várias propostas de lei relacionadas com o Brexit destacam-se no programa do governo britânico para os próximos meses apresentado esta segunda-feira pela rainha Isabel II no parlamento, o qual inclui a implementação de um eventual …

Conservadores polacos vencem legislativas com maioria absoluta

Os conservadores nacionalistas no poder na Polónia venceram as eleições legislativas com 45,16% dos votos, de acordo com os resultados oficiais que se referem à contagem de 82,79% das circunscrições. O partido conservador eurocético Lei e …