Líder do CDS de Ovar demite-se. “O país não quer saber” se Cristas faz arroz de atum

O presidente da comissão política do CDS-PP de Ovar renunciou ao cargo por discordar da manutenção de Assunção Cristas na liderança nacional do partido após o resultado nas eleições europeias de domingo.

“Eu disse na noite de domingo que não continuaria como presidente da concelhia do CDS de Ovar se Assunção Cristas e a sua direção se mantivessem à frente do destino do partido. Ela já manifestou a intenção de se manter como líder do CDS, o que é legítimo, tal como é legítimo eu não me rever na sua liderança e, por uma questão de seriedade e coerência, sair”, explica Fernando Camelo Almeida.

Mantendo-se como deputado na Assembleia Municipal de Ovar, esse responsável deixa a presidência local do partido ao fim de quatro anos e realça: “A minha saída tem única e exclusivamente a ver com a minha discordância – já antiga – quanto ao rumo que o partido tem vindo a seguir e não se deve a qualquer divergência interna na concelhia”.

Fernando Camelo Almeida defende que, “em política, os resultados devem ser assumidos com seriedade, frontalidade e responsabilidade”, e, nesse sentido, declara: “O resultado das europeias foi negativo e não concordo com o assumir de toda a responsabilidade por parte do Nuno Melo. Assunção Cristas também é responsável pelo resultado”.

Para o ex-presidente do CDS de Ovar, “basta analisar-se a atuação desastrosa no tema dos professores” para se perceber que “não há um rumo definido” na liderança nacional do partido.

“O país não quer saber se a líder do CDS faz atum com arroz, vai à missa todas as semanas e quantos filhos tem. Quer saber que ideias e projetos tem para o país, qual é o espaço político do CDS – se é de direita conservador ou se é liberal”, critica em declarações à TSF. Fernando Camelo Almeida acrescenta que o partido “não ocupa um espaço concreto” e que “se vai ajustando conforme a conveniência populista”.

Outra crítica do ex-dirigente é que “o CDS é hoje dirigido por um grupo de lisboetas e exemplo disso é o facto de a direção nacional ter escolhido militantes de Lisboa para encabeçar as listas de deputados noutros distritos do país”. Quanto ao trabalho desenvolvido especificamente em Ovar, Fernando Camelo Almeida sai satisfeito com o seu contributo para a afirmação local do CDS.

“Saio com a consciência de que dei o meu melhor. Naturalmente, terei cometido erros, mas contribuí para o crescimento do partido em Ovar, desde logo pelo resultado nas últimas eleições autárquicas e pelo maior número de autarcas eleitos pelo CDS – e, não menos importante, pela credibilidade do partido, que foi inequivocamente solidificada no município”, afirma.

As eleições internas nessa concelhia do CDS ainda não têm data marcada, mas irão decorrer “no final de junho”, sendo que a chefia da comissão local estará entretanto confiada ao seu vice-presidente, António França. Segundo Fernando Camelo Almeida, o processo eleitoral interno será, por sua vez, conduzido pelo “presidente da distrital de Aveiro do CDS, Jorge Pato”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Bato palmas a este senhor, teve-os no sitio!
    A Cristas não percebeu bem o resultado das eleições, não foi um cartão vermelho ao partido, foi um cartão vermelho à secretaria geral do partido e ao seu papagaio de estimação Nuno Melo.
    As pessoas que apoiam o CDS estão fartinhas dessa ave rara com apenas tem um discurso de destruição e de ataque, sem ideias de valor e sem substancia!
    Demita-se JÁ, não leve o partido ao fundo, qual titanic!

  2. A coisa mais ridícula para mim, é os políticos andarem sempre e antes de mais, a discutir os partidos, e não o país. As pessoas neste antro mal frequentado chamado Portugal, vão para a politica para servir partidos e servir-se do país. Leia-a se a análise que este jumento Vareiro faz da sua contribuição para o concelho de Ovar:

    “Saio com a consciência de que dei o meu melhor. Naturalmente, terei cometido erros, mas contribuí para o crescimento do partido em Ovar, desde logo pelo resultado nas últimas eleições autárquicas e pelo maior número de autarcas eleitos pelo CDS – e, não menos importante, pela credibilidade do partido, que foi inequivocamente solidificada no município”.

    Mais uma besta da partidocracia. Vai e não voltes, mas leva Crostas contigo.

  3. Entre arroz de atum e falar dos filhos, a Cristas ainda arranja tempo para criticar os governos de direita do Bolsonaro, Orban e Trump. 6% ainda foi muito

Prémios e dados pessoais. Worten alerta clientes para falso SMS em circulação

A Worten alerta os clientes para não partilharem dados pessoais em resposta a mensagens publicitárias falsas que estão a circular por SMS em nome da retalhista, a anunciar um prémio. "Alertamos que não devem ser facultados …

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …

No regresso ao Superior, o Ministério recomenda aulas presenciais, com máscara e ao sábado

No regresso do Ensino Superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recomenda que voltem as aulas em regime presencial com uso obrigatório de máscara e algumas das quais lecionadas ao sábado. Num comunicado …