Lay-off para sócios-gerentes vai a votos. Apoio está nas mãos do PCP

António Cotrim / Lusa

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP), Jerónimo de Sousa

Vai esta terça-feira a votos, no Parlamento, a proposta conjunta do PSD, Bloco de Esquerda e PAN que estende o regime de lay-off simplificado a sócios-gerentes, com efeitos retroativos desde 26 de março.

De acordo com o jornal Eco, que ouviu representantes dos diferentes partidos com assento parlamentar, a aprovação deste apoio na especialidade está nas mãos do PCP.

Além dos partidos que apresentaram a proposta – PSD (79 votos), BE (19 votos) e PAN (quatro votos) -, a extensão do apoio deve contar com o voto favorável do CDS-PP (cinco votos). Contas feitas, há 102 votos certos e cinco que devem ser favoráveis.

O PEV (dois votos) inclina-se para a abstenção, sem adiantar com certeza como é que votará, ao passo que o PS (108 votos) mantém o voto contra, sustentando que o novo apoio viola a norma-travão, isto é, cria mais despesa.

O novo apoio, sintetiza o jornal de economia, deve criar dois eixos: de um lado deverão estar PSD, BE, PAN e CDS (107 deputados) e, do outro lado, o PS (108 deputados).

Desta forma, os votos do PEV (dois deputados) e do PCP (dez deputados) deverão ser cruciais para aprovar ou reprovar o novo apoio. Ao Eco, os comunistas, que terão na mão este novo apoio, não quiseram adiantar qual é a sua intenção de voto.

Na pacote de medidas inicial de apoio à economia em tempos de pandemia, o Governo não incluiu qualquer apoio para os sócios-gerentes.

Um apoio para estes trabalhadores acabou depois por ser incluído, à semelhança daquele que é o apoio dos trabalhadores independentes (os chamados “recibos verdes”), mas apenas aos sócios gerentes com volume de faturação inferior a 60 mil euros anuais.

O critério foi depois revisto, passando o teto máximo para 80 mil euros anuais. O novo teto foi definido no mesmo dia em que o Parlamento aprovou na generalidade e três propostas que estabelecem soluções de proteção social para os sócios-gerentes diferentes daquela adotada pelo Executivo, nomeadamente o alargamento do lay-off simplificado.

Agora, na especialidade, os três partidos avançaram com uma proposta conjunta que visa aplicar do regime do lay-off “aos gerentes das micro e pequenas empresas“, que tenham ou não “participação no capital da empresa, bem como aos membros de órgãos estatutários de fundações, associações ou cooperativas”.

O documento pede a revogação do apoio atualmente em vigor.

Com o novo documento, e caso este venha a ser aprovado no Parlamento, os sócios-gerentes podem vir a a receber um apoio máximo de até 1905 euros brutos mensais, valor significativamente mais elevado dos que o teto máximo de 635 euros definido nos apoios do Governo, observa ainda o Dinheiro Vivo.

O PS já admitiu recorrer ao Tribunal Constitucional, pedindo a fiscalização preventiva da lei, caso a proposta seja aprovada esta terça-feira e na votação final global.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Vamos poder ver de que massa o PCP é feito.
    Vamos poder ver se o PCP é hipócrita e inconsequente, ou se faz de facto alguma coisa para apoiar os portugueses.
    Vamos poder ver se o PCP passa realmente das palavras aos actos.
    Eu vou estar atento!

  2. Eu acho que os gerentes deviam ser escravizados e até mesmo chicoteados à moda antiga nos paços do concelho para que todos pudessem assistir livremente. São uma raça abominável de gentalha que só cria emprego e riqueza para o país, que só contribui com dinheiro para impostos (IRC, IRS, SEG SOCIAL, IVA e por aí fora) mesmo antes de receber dos seus clientes. E todos os anos pagam antecipadamente o imposto pelo rendimento que ainda virão a ter no futuro. Gente que se levanta todos os dias para trabalhar arduamente de manhã cedo. Muitos destes bandalhos nem férias tiram ao longo de décadas. Fazem mil e um esforços para pagarem salários e impostos. Não dormem a pensar nos problemas. São gente desprezível. São gente a evitar. Esta raça devia ser erradicada do nosso país.
    Fuzilem-nos a todos e livrem-nos deste problema que destrói ativamente a nossa economia e sociedade.
    Portugal seria certamente um lugar melhor sem a espécie “gerente”.

    • Esta gentalha que nem sequer tira férias e que trabalha doze ou catorze horas por dia ainda se vê confrontada em tempos de pandemia com supostas dividas ao Estado e execuções Fiscais. Será que fui a única a ouvir que isto estava proibido em tempos de PANDEMIA?
      Cada vez mais acredito que a suposta DEMOCRACIA em que vivemos é mais uma DITADURA encoberta, pois essa gentinha da função Pública, com as as costas bem quentes por parte do nosso Governo faz o que quer e sobra-lhe tempo e se decidirem fechar uma EMPRESA, mandar toda a gente para o desemprego e arruinar a vida dos sócios gerentes em prol de supostas ilegalidades é-lhes completamente indiferente. Isto desde que seja para encher os cofres do Estado para posteriormente distribuir pelos Bancos….

    • Plenamente de acordo. O que vale é que a esquerda não se deixa enganar e sabe bem como tratar esses animais. O PCP não vai desiludir e vai mostrar a esses capitalistas reaccionários o que é viver sem salário ao fim do mês, coisa de que nunca abdicam em nenhuma circunstância.

    • Parabéns, eu não conseguiria melhor, na realidade e infelizmente, somos “uma espécie a abater”, mas eles não se lembram que somos nós que fazemos a economia do país andar, não são os “grandes”, esses foram “montar a barraca” em países onde se paga menos impostos, mas é cá que ganham fortunas…..

RESPONDER

Nova Iorque quer oferecer vacina aos turistas. Miami vai começar a vacinar no aeroporto

Em Nova Iorque os turistas irão receber a vacina da Johnson & Johnson e em Miami a vacina da Pfizer. Com o objetivo de reativar o turismo na cidade, as autoridades de Nova Iorque querem oferecer …

Carta misteriosa escrita por passageira do Titanic está a intrigar os peritos

Uma equipa de investigadores está a tentar desvendar um mistério que envolve uma carta que terá sido escrita por uma jovem a bordo do Titanic na véspera do naufrágio. Uma família encontrou a carta numa garrafa …

Violência na Colômbia preocupa comunidade internacional

Várias cidades colombianas continuam a ser palco de violentas manifestações contra o Governo do país, mas são reprimidas com força pela polícia e por militares. As manifestações começaram em forma de protesto contra uma reforma tributária …

Veterana de Bletchley Park tem um novo código da 2.ª Guerra para decifrar (mas precisa de ajuda)

Um casal que encontrou mensagens codificadas da II Guerra Mundial sob o assoalho está tentar decifrá-las com a ajuda do seu vizinho, um decifrador de códigos de Bletchley Park. John e Val Campbell encontraram um esconderijo …

"Caixas mistério" com animais de estimação geram indignação na China

Uma nova moda conhecida como "caixa mistério" ganhou popularidade na China. O método consiste em fazer uma encomenda através da internet e é enviada, pelo correio, uma caixa com um animal de estimação. Estas encomendas estão …

Arquivos da polícia do Estado Islâmico revelam como era a vida sob o califado

Arquivos da polícia do Estado Islâmico, conhecida como shurta, revelam como era a vida sob o califado. Os polícias eram tão bem pagos que não podiam ser subornados. Não é sempre que os regimes mirram …

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …