Juiz Sérgio Moro pede desculpa por divulgar escutas de Dilma e Lula

Rovena Rosa / Agência Brasil

O juiz brasileiro Sérgio Moro

O juiz brasileiro Sérgio Moro

O juiz Sérgio Moro, responsável pela investigação Lava Jato, admitiu esta terça-feira que se equivocou ao autorizar a divulgação de escutas telefónicas entre a Presidente Dilma Rousseff e o seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva.

O juiz federal justificou-se ao Supremo Tribunal Federal (STF) lamentando e pedindo “escusas” por ter autorizado a divulgação de escutas telefónicas, referindo que não teve intenção de “gerar um facto político-partidário, polémicas ou conflitos, algo estranho à função jurisdicional”.

“Diante da controvérsia decorrente do levantamento do sigilo e da decisão de vossa excelência, compreendo que o entendimento então adotado possa ser considerado incorreto, ou mesmo sendo correto, possa ter trazido polémicas e constrangimentos desnecessários. Jamais foi a intenção deste julgador, ao proferir a aludida decisão de 16 de março, provocar tais efeitos e, por eles, solicito desde logo respeitosas escusas a este Egrégio Supremo Tribunal Federal”, afirmou Sérgio Moro.

O juiz Sérgio Moro enviou as informações a pedido do magistrado do STF Teori Zavascki, após a decisão que determinou a suspensão das investigações da Operação Lava Jato que envolvem Lula e o envio dos processos para o Supremo Tribunal.

Nos áudios divulgados, Dilma Rousseff diz a Lula da Silva que mandou alguém entregar o termo de posse do ex-Presidente como ministro da Casa Civil, para ser usado “em caso de necessidade”.

As declarações foram interpretadas como um possível combinação para garantir a imunidade de Lula da Silva – que como membro do Governo deixaria de ser julgado por Moro, passando a investigação para a alçada so STF -, mas a Presidente justificou que falavam na assinatura do seu antecessor para a tomada de posse, quando ainda não era certa a presença de Lula no evento.

Sérgio Moro garante que não determinou a quebra de sigilo telefónico de nenhuma pessoa com prerrogativa de foro (imunidade jurídica) e que os diálogos envolvendo a presidente Dilma e ministro do gabinete pessoal da presidência, Jaques Wagner, o ministro das Finanças, Nelson Barbosa, e parlamentares, foi encontrada de forma fortuita nas investigações.

O juiz afirma que o seu objetivo era “dar publicidade ao processo e especialmente a condutas relevantes do ponto de vista jurídico e criminal do investigado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que podem eventualmente caracterizar obstrução à Justiça ou tentativas de obstrução à Justiça”.

No pedido de informações, Moro também afirmou que existem mais conversas telefónicas do ex-presidente que foram gravadas.

“Há outros diálogos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva intencionando ou tentando obstruir ou influenciar indevidamente a Justiça. Há também diálogos nos quais revela a intenção de intimidar as autoridadades responsáveis pela investigação e processo”, afirmou Moro.

Esta quinta-feira, o STF decidirá se Sérgio Moro, responsável pela investigação da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, continuará na condução dos inquéritos contra Lula da Silva.

Agência Brasil

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Existe uma expressão que diz… “Ups! My bad…” (desculpem qualquer coisinha…)
    E eu digo “Bullsh…!” (treta – a expressão é um pouco mais acutilante, mas não quero utilizar palavras mais fortes…)

  2. Este “cara” (de parvo) não passa de patifório da máfia golpista.
    Aonde é que estavam estes Juízes (sem juízo), quando ao longo de tantos anos se roubava impunemente à descarada no Brasil ?
    E se a direita voltar ao poder no Brasil, vai ser uma gigantesca festança de ladroagem – mas simplesmente com a aprovação da falsa Justiça brasileira.

RESPONDER

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …

Especialistas alemães consideram que país já está a ter uma segunda vaga

Especialistas alemães consideram que o país já está a passar por uma segunda vaga de covid-19, ainda que não seja comparável à primeira. De acordo com o sindicato dos médicos Marburger Bund, o país já está …

Governo garante que julho foi o mês com mais testes à covid-19

O mês de julho registou o maior número de testes à covid-19, totalizando 431.178 rastreios e uma média diária de 13.909, revelou, esta quarta-feira, a secretária de Estado da Saúde. Na conferência de imprensa para fazer …

Imprensa chinesa acusa EUA de "abuso de poder" para roubar TikTok

Um jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC) acusou esta quarta-feira os Estados Unidos (EUA) de "abusarem do seu poder" para "roubarem" o TikTok, ao forçarem a venda da aplicação de vídeos detida pela empresa …

"Poder militar supremo". Duas semanas de estado de emergência em Beirute

O Governo libanês decretou, esta quarta-feira, o estado de emergência por duas semanas em Beirute, na sequência das explosões no porto da capital. O último balanço feito pelo Governo aponta para 135 mortos. Pelo menos 135 …

43% dos restaurantes pondera avançar para insolvência

Cerca de 43% das empresas de restauração e bebidas e de 17% do alojamento turístico ponderam avançar para insolvência, informa o mais recente inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP). "No …

António Mexia investe 25 mil euros no aumento de capital da EDP

O presidente do Conselho de Administração Executivo da EDP, que se encontra com funções suspensas, subscreveu 7738 ações, num investimento de 24.535 euros, no aumento de capital de mais de mil milhões de euros do …

Liga quer adeptos nas bancadas em setembro. Governo não se compromete

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) disse, esta quarta-feira, que o organismo está a trabalhar para que a época 2020/21 comece com público nas bancadas. Na conferência "Futebol Profissional e Economia Pós COVID-19", …