Costa encontra-se com Temer (e Bloco não gostou)

Clara Azevedo / portugal.gov.pt

Primeiro-Ministro António Costa conversa com deputada Catarina Martins (BE) antes do encerramento do debate do Orçamento do Estado para 2016

Primeiro-Ministro António Costa conversa com deputada Catarina Martins (BE) antes do encerramento do debate do Orçamento do Estado para 2016

O Bloco de Esquerda (BE) considera que o encontro previsto para esta quarta-feira entre o primeiro-ministro português e o Presidente do Brasil é “inoportuno” porque Michel Temer chegou ao poder “sem legitimidade e a braços com a justiça”.

“No respeito pela soberania do povo brasileiro e sem prejuízo das relações que ligam os dois Estados, o Bloco lamenta o inoportuno encontro marcado para amanhã entre o primeiro-ministro António Costa e Michel Temer, um político que chega à presidência da República do Brasil sem legitimidade e a braços com a justiça“, diz o BE numa nota divulgada esta terça-feira.

O encontro, que integra uma deslocação do chefe do Governo português ao Brasil, “vem na sequência de declarações do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, no sentido de uma legitimação do novo governo brasileiro, das quais o Bloco também se demarca claramente”, frisa o partido liderado por Catarina Martins.

“A deslocação do primeiro-ministro, anunciada em apoio aos atletas portugueses nos jogos paralímpicos, é uma iniciativa louvável mas que não aconselha nem justifica o encontro com Michel Temer”, prosseguem os bloquistas, que apoiam no parlamento o Governo liderado por António Costa.

Nesse sentido, o BE “junta a sua voz à de quem, no Brasil e em todo o mundo, denuncia” o processo de impeachment da antiga presidente Dilma Russeff “como um golpe contra a democracia“.

“Tal como muitos dos seus ministros e dos deputados e senadores que o apoiaram, Temer está no centro de várias suspeitas, investigações e casos de corrupção. O Governo português não desconhece que um dos objetivos dos promotores da destituição da anterior presidente é precisamente o de garantir impunidade perante o combate à corrupção e, particularmente, travar o caso Lava Jato, em que muitos estão implicados”, frisa ainda o Bloco.

Encontro antes da abertura dos Paralímpicos

O primeiro-ministro, António Costa, prossegue na quarta-feira a sua deslocação ao Brasil, com a participação numa receção promovida pelo recém-empossado presidente brasileiro, Michel Temer, antes da cerimónia de abertura dos Jogos Paralímpicos, no Rio de Janeiro.

Depois de ter estado dia e meio em São Paulo, com um programa eminentemente económico, o chefe do Governo português viaja hoje para o Rio de Janeiro. António Costa participará na receção que o novo Presidente brasileiro oferece aos chefes de Estado e de Governo presentes no Rio de Janeiro para a cerimónia desportiva.

Costa já rejeitou, em declarações à agência Lusa, que as relações luso-brasileiras possam ser condicionadas pelos processos políticos internos de cada um dos países e frisou que tanto o Brasil como Portugal já acolheram exilados em períodos de ditadura.

O primeiro-ministro considerou natural que cada um, cidadão português ou brasileiro, faça uma avaliação política da situação interna em cada um dos dois países.

“Mas a nossa relação com o Brasil é Estado a Estado, e esta visita foi marcada para a abertura dos Jogos Paralímpicos, numa altura em que se desconhecia qual o presidente brasileiro que estaria em funções”, referiu o primeiro-ministro, numa alusão ao recente processo que conduziu à destituição de Dilma Rousseff.

No plano diplomático “o que seria absolutamente extraordinário era vir ao Brasil e não ter um encontro com o Presidente do Brasil”, afirmou Costa esta segunda-feira à agência Lusa, antes da sua chegada a São Paulo.

Michel Temer foi empossado no cargo de Presidente do Brasil há uma semana, depois de o Senado (câmara alta parlamentar) ter aprovado a destituição de Dilma Rousseff.

Rousseff foi condenada por ter assinado três decretos de créditos suplementares em 2015 sem autorização do Congresso e por ter usado dinheiro de bancos públicos em programas do Tesouro, realizando manobras contabilísticas, as popularmente chamadas “pedaladas fiscais”.

Dilma Rousseff tornou-se a primeira Presidente deposta no Brasil depois do fim do regime militar na década de 1980.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Na verdade não morro de amores tanto por socialistas como comunas mas o senhor Costa quer se goste ou não até pela forma como também chegou ao Poder é atualmente o 1º ministro de Portugal e se vai ao Brasil certamente que será normal encontrar-se com os responsáveis desse país irmão e não é a nós portugueses de decidir se estão ou não no cargo certo que desempenham, é assunto com brasileiros e será a eles de decidir se está bem ou mal, se é de facto por serem corruptos isso parece ser mal generalizado por todos sem exceção, se por acaso fosse a menina Catarina no Poder lá iria ela com todo o sorriso no rosto apertar a mão ao senhor Temer e o senhor Costa por cá cheio de inveja a condenar, é por isso que pouca gente acredita em políticos.

  2. É por estas e por outras que alguns lhes chamam de extremistas! Confundir ideologia partidária com politica de ESTADO, dá grande descredibilização. Também não concordo com o”golpe de mão politico” que aconteceu no Brasil…como está acontecendo em todo e qualquer lugar do GLOBO!, consequência da “globalização” dos ???direitos??? do GRANDE capital INTERNACIONAL!, no entanto, ou o Estado PORTUGUÊS não visitava o BRASIL; interesse cultural e económico! ou se visita assume a sua CONDIÇÃO politica de ESTADO parceiro comercial e Cultural…não obrigatóriamente POLITICO/ideológico!, BE, e, já agora PCP, para dividir a Sociedade PORTUGUESA, JÁ CHEGAM OS INENARRáVEIS DIREITOLAS TRAFULHAS DOS PAFIOSOS.

  3. Estou de acordo com o Vasco e o Ricardo com é lógico. Mas Vasco, e trato-o assim pq não o conheço, dizer o “senhor Costa” não lhe fica bem. Bastava dizer o Antonio Costa e já a coisa mudava de figura. Porque sabe uma coisa afinal políticos e ao contrário de alguns comentários somos nós todos, só uns designamos de profissionais porque não fizeram outra coisa. Num país tão pequeno como o nosso e com tanta gente a viver da política, se formos a ver lá teremos algum familiar que já lá esteve ou estará, por isso não é preciso ser tão contundente.

  4. Aqui está a prova que este governo funciona e que o Bloco de Esquerda não esquece os seus verdadeiros ideais, levando à discussão o que realmente interessa, não perdendo tempo com pormenores como por exemplo o aumento do imposto nos combustíveis, o aumento do IMI com base na exposição solar, ou o congelamento das rendas (os senhorios, esses bandidos, que pratiquem apoio social, até porque se muitos desses senhorios são velhos, pobres e doentes, então sabem muito bem o apoio que os inquilinos precisam).
    Só é pena que não se retome também a questão fundamental do nome cartão de cidadão que deveria ser trocado para cartão de cidadania.

  5. Lamento muito de dizer, mas a Catarina Martins, deve de andar noutro mundo… Acho muitíssimo mal informada, para uma política e deputada…. muito mesmo, o que é lamentável. Aconselho-a a informar-se, e não de pensar que o mundo só se vê do prisma comunista de Cuba, Coreia do Norte ou outros “paraísos” de ideologia estalinista ou ainda pior!!! Por esta e outras é que este mundo está completamente de avesso! Também no conceito de relações entre os dois países, uma visita de cortesia não faz mal a ninguém…. O Temer está lá pela constituição do país e a ex-“presidanta”, com as falcatruas ilegais dos senadores, comandadas pelo L. , não apanhou os 8 anos de interdição política, por enquanto e enquanto o L, não for “impichado”também!!! Sou um cidadão comum, sem cor partidária e não estou aqui para defender o António Costa, mas sim o que me parece correcto!.

RESPONDER

A Terra em 4K. Empresa vai transmitir vídeos do Espaço em tempo real

A empresa Momentus assinou um novo contrato que fornecerá transporte e implementação no Espaço para a Sen, uma empresa britânica que está atualmente a construir um serviço de streaming de vídeo 4k e em tempo …

Hertz abre falência nos Estados Unidos, mas sobrevive em Portugal

O presidente executivo da Hertz Portugal afirmou esta quarta-feira que, apesar do inevitável “dano reputacional”, a falência da empresa nos EUA não afeta a sua atividade no país, onde opera de forma “independente” em regime …

Sintomas da doença de Lyme podem ser perigosamente confundidos com covid-19

Alguns dos sintomas característicos da doença de Lyme podem ser confundidos com covid-19. Isto pode trazer sérias consequências devido ao diagnóstico tardio da doença. Quando doenças semelhantes a uma gripe se desenvolvem em pessoas que passam …

Revelada a lotação máxima de várias praias portuguesas

Em contexto de pandemia de covid-19, o número de banhistas que pode entrar numa determinada praia será controlado. Foi revelada a lotação máxima das praias para as regiões do Algarve (Barlavento e Sotavento) e de …

Café na Coreia do Sul contrata um robô-barista para evitar a propagação da covid-19

O café Daejon, na Coreia do Sul, "contratou" um barista-robô para servir bebidas aos seus clientes, tentando evitar assim a propagação da pandemia de covid-19, que já matou mais de 350 mil pessoas em todo …

Incêndios: PSD aponta falta de meios aéreos e avisa que covid-19 não justifica atrasos

O PSD apontou hoje falta de meios aéreos de combate a incêndios no terreno e acusou o Governo de ter ficado "aquém" nas reformas e mudanças na floresta, avisando que a pandemia de covid-19 não …

Lançamento da SpaceX adiado devido ao mau tempo

O lançamento da SpaceX, que estava previsto para hoje, foi adiado devido às condições meteorológicas. Haverá uma nova tentativa no sábado, às 20h22 de Lisboa. O esperado era que a SpaceX lançasse esta quarta-feira dois astronautas …

"Não consigo respirar". Protestos nos EUA pela morte de homem negro às mãos da polícia

Milhares de pessoas protestaram, esta terça-feira à noite, em Minneapolis, cidade no estado norte-americano do Minnesota, contra a morte de George Floyd, um homem negro que acabou por falecer depois de um episódio com a …

Um em cada três americanos não acredita que o azeite vem das azeitonas

Um terço dos norte-americanos entrevistados numa sondagem disse não acreditar ou não ter certeza de que o azeite vem das azeitonas. O produto alimentar é usado por menos de metade das famílias do país. Uma sondagem …

A pandemia separou casais de namorados. Dinamarca abre fronteiras a quem prove estar numa relação

Esta segunda-feira, a Dinamarca diminuiu o controlo na fronteira com outros países nórdicos e com a Alemanha para que casais transfronteiriços, separados pela pandemia, se reencontrem. A partir desta segunda-feira, os casais separados pela pandemia podem …