Costa encontra-se com Temer (e Bloco não gostou)

Clara Azevedo / portugal.gov.pt

Primeiro-Ministro António Costa conversa com deputada Catarina Martins (BE) antes do encerramento do debate do Orçamento do Estado para 2016

Primeiro-Ministro António Costa conversa com deputada Catarina Martins (BE) antes do encerramento do debate do Orçamento do Estado para 2016

O Bloco de Esquerda (BE) considera que o encontro previsto para esta quarta-feira entre o primeiro-ministro português e o Presidente do Brasil é “inoportuno” porque Michel Temer chegou ao poder “sem legitimidade e a braços com a justiça”.

“No respeito pela soberania do povo brasileiro e sem prejuízo das relações que ligam os dois Estados, o Bloco lamenta o inoportuno encontro marcado para amanhã entre o primeiro-ministro António Costa e Michel Temer, um político que chega à presidência da República do Brasil sem legitimidade e a braços com a justiça“, diz o BE numa nota divulgada esta terça-feira.

O encontro, que integra uma deslocação do chefe do Governo português ao Brasil, “vem na sequência de declarações do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, no sentido de uma legitimação do novo governo brasileiro, das quais o Bloco também se demarca claramente”, frisa o partido liderado por Catarina Martins.

“A deslocação do primeiro-ministro, anunciada em apoio aos atletas portugueses nos jogos paralímpicos, é uma iniciativa louvável mas que não aconselha nem justifica o encontro com Michel Temer”, prosseguem os bloquistas, que apoiam no parlamento o Governo liderado por António Costa.

Nesse sentido, o BE “junta a sua voz à de quem, no Brasil e em todo o mundo, denuncia” o processo de impeachment da antiga presidente Dilma Russeff “como um golpe contra a democracia“.

“Tal como muitos dos seus ministros e dos deputados e senadores que o apoiaram, Temer está no centro de várias suspeitas, investigações e casos de corrupção. O Governo português não desconhece que um dos objetivos dos promotores da destituição da anterior presidente é precisamente o de garantir impunidade perante o combate à corrupção e, particularmente, travar o caso Lava Jato, em que muitos estão implicados”, frisa ainda o Bloco.

Encontro antes da abertura dos Paralímpicos

O primeiro-ministro, António Costa, prossegue na quarta-feira a sua deslocação ao Brasil, com a participação numa receção promovida pelo recém-empossado presidente brasileiro, Michel Temer, antes da cerimónia de abertura dos Jogos Paralímpicos, no Rio de Janeiro.

Depois de ter estado dia e meio em São Paulo, com um programa eminentemente económico, o chefe do Governo português viaja hoje para o Rio de Janeiro. António Costa participará na receção que o novo Presidente brasileiro oferece aos chefes de Estado e de Governo presentes no Rio de Janeiro para a cerimónia desportiva.

Costa já rejeitou, em declarações à agência Lusa, que as relações luso-brasileiras possam ser condicionadas pelos processos políticos internos de cada um dos países e frisou que tanto o Brasil como Portugal já acolheram exilados em períodos de ditadura.

O primeiro-ministro considerou natural que cada um, cidadão português ou brasileiro, faça uma avaliação política da situação interna em cada um dos dois países.

“Mas a nossa relação com o Brasil é Estado a Estado, e esta visita foi marcada para a abertura dos Jogos Paralímpicos, numa altura em que se desconhecia qual o presidente brasileiro que estaria em funções”, referiu o primeiro-ministro, numa alusão ao recente processo que conduziu à destituição de Dilma Rousseff.

No plano diplomático “o que seria absolutamente extraordinário era vir ao Brasil e não ter um encontro com o Presidente do Brasil”, afirmou Costa esta segunda-feira à agência Lusa, antes da sua chegada a São Paulo.

Michel Temer foi empossado no cargo de Presidente do Brasil há uma semana, depois de o Senado (câmara alta parlamentar) ter aprovado a destituição de Dilma Rousseff.

Rousseff foi condenada por ter assinado três decretos de créditos suplementares em 2015 sem autorização do Congresso e por ter usado dinheiro de bancos públicos em programas do Tesouro, realizando manobras contabilísticas, as popularmente chamadas “pedaladas fiscais”.

Dilma Rousseff tornou-se a primeira Presidente deposta no Brasil depois do fim do regime militar na década de 1980.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Na verdade não morro de amores tanto por socialistas como comunas mas o senhor Costa quer se goste ou não até pela forma como também chegou ao Poder é atualmente o 1º ministro de Portugal e se vai ao Brasil certamente que será normal encontrar-se com os responsáveis desse país irmão e não é a nós portugueses de decidir se estão ou não no cargo certo que desempenham, é assunto com brasileiros e será a eles de decidir se está bem ou mal, se é de facto por serem corruptos isso parece ser mal generalizado por todos sem exceção, se por acaso fosse a menina Catarina no Poder lá iria ela com todo o sorriso no rosto apertar a mão ao senhor Temer e o senhor Costa por cá cheio de inveja a condenar, é por isso que pouca gente acredita em políticos.

  2. É por estas e por outras que alguns lhes chamam de extremistas! Confundir ideologia partidária com politica de ESTADO, dá grande descredibilização. Também não concordo com o”golpe de mão politico” que aconteceu no Brasil…como está acontecendo em todo e qualquer lugar do GLOBO!, consequência da “globalização” dos ???direitos??? do GRANDE capital INTERNACIONAL!, no entanto, ou o Estado PORTUGUÊS não visitava o BRASIL; interesse cultural e económico! ou se visita assume a sua CONDIÇÃO politica de ESTADO parceiro comercial e Cultural…não obrigatóriamente POLITICO/ideológico!, BE, e, já agora PCP, para dividir a Sociedade PORTUGUESA, JÁ CHEGAM OS INENARRáVEIS DIREITOLAS TRAFULHAS DOS PAFIOSOS.

  3. Estou de acordo com o Vasco e o Ricardo com é lógico. Mas Vasco, e trato-o assim pq não o conheço, dizer o “senhor Costa” não lhe fica bem. Bastava dizer o Antonio Costa e já a coisa mudava de figura. Porque sabe uma coisa afinal políticos e ao contrário de alguns comentários somos nós todos, só uns designamos de profissionais porque não fizeram outra coisa. Num país tão pequeno como o nosso e com tanta gente a viver da política, se formos a ver lá teremos algum familiar que já lá esteve ou estará, por isso não é preciso ser tão contundente.

  4. Aqui está a prova que este governo funciona e que o Bloco de Esquerda não esquece os seus verdadeiros ideais, levando à discussão o que realmente interessa, não perdendo tempo com pormenores como por exemplo o aumento do imposto nos combustíveis, o aumento do IMI com base na exposição solar, ou o congelamento das rendas (os senhorios, esses bandidos, que pratiquem apoio social, até porque se muitos desses senhorios são velhos, pobres e doentes, então sabem muito bem o apoio que os inquilinos precisam).
    Só é pena que não se retome também a questão fundamental do nome cartão de cidadão que deveria ser trocado para cartão de cidadania.

  5. Lamento muito de dizer, mas a Catarina Martins, deve de andar noutro mundo… Acho muitíssimo mal informada, para uma política e deputada…. muito mesmo, o que é lamentável. Aconselho-a a informar-se, e não de pensar que o mundo só se vê do prisma comunista de Cuba, Coreia do Norte ou outros “paraísos” de ideologia estalinista ou ainda pior!!! Por esta e outras é que este mundo está completamente de avesso! Também no conceito de relações entre os dois países, uma visita de cortesia não faz mal a ninguém…. O Temer está lá pela constituição do país e a ex-“presidanta”, com as falcatruas ilegais dos senadores, comandadas pelo L. , não apanhou os 8 anos de interdição política, por enquanto e enquanto o L, não for “impichado”também!!! Sou um cidadão comum, sem cor partidária e não estou aqui para defender o António Costa, mas sim o que me parece correcto!.

RESPONDER

Inscrição perdida contém a chave para o enigma dos esqueletos de Almaçã

Uma inscrição de pedra desaparecida esconde a chave para o mistério dos esqueletos de Almaçã, enterrados debaixo de uma muralha medieval. Em Almaçã, Espanha, onze corpos foram enterrados debaixo de uma enorme muralha de uma vila …

Espanha prepara-se para decretar estado de alerta

O Governo espanhol prepara-se para decretar estado de alerta em todo o território, depois de ter colocado a região de Madrid neste nível de alerta. A notícia é avançada este sábado pelo jornal espanhol El País, …

Jerónimo de Sousa deve ser reconduzido na liderança do PCP

O atual secretário-geral do PCP deve ser reconduzido no cargo no congresso que está agendado para o final de novembro, avança este sábado o jornal Público. De acordo com o matutino, as atuais regras sanitárias …

Elixir oral (e outros produtos domésticos) poderá ajudar a neutralizar o SARS-CoV–2

Alguns produtos domésticos, como é o caso do elixir oral e produtos para a descongestionar as vias nasais, mostraram-se eficazes em neutralizar um tipo coronavírus num estudo científico levado a cabo com células humanas. A …

Presidente da Polónia com teste positivo de covid-19

O Presidente da Polónia, Andrzej Duda, testou positivo para o novo coronavírus, anunciou este sábado o porta-voz do chefe de Estado. "Como se esperava, o Presidente @AndrzejDuda foi ontem [sexta-feira] submetido a um teste para detetar …

"Com o futebol acabei com a Guerra do Iraque". Jorvan Vieira, o treinador português que é Deus no mundo árabe

Jorvan Vieira é um nome que pouco deve dizer à maioria dos adeptos de futebol. Filho de portugueses emigrados no Brasil, fez grande parte da sua carreira no Médio Oriente, onde é acarinhado por milhões. …

Capacidade de cuidados intensivos na Europa vai chegar ao limite, alerta OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou esta sexta-feira que muitas unidades de cuidados intensivos na Europa vão chegar ao limite da sua capacidade nas próximas semanas. "Há uma situação muito preocupante a acontecer na Europa. …

Geólogos "ressuscitam" placa tectónica desaparecida

A existência da placa tectónica Ressurreição nunca foi consensual: alguns geólogos argumentam que nunca foi real e outros alegam que a placa sofreu um processo de subducção no manto da Terra, em algum lugar da …

Não se esqueça: muda a hora este domingo

Os relógios vão atrasar 60 minutos na madrugada do próximo domingo em Portugal para dar início ao horário de inverno. Em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira, os relógios deverão ser atrasados uma hora …

Cientistas mediram o período de tempo mais curto de sempre

Uma equipa de físicos e metrologista da Universidade Goethe de Frankfurt, na Alemanha, anunciou que conseguiu medir o menor período de tempo já determinado - são 247 zeptosegundos, segundo os cientistas. O processo físico cuja …