“Tenham vergonha”. Joacine Katar Moreira não vai renunciar ao cargo de deputada

Rodrigo Antunes / EPA

A candidata eleita pelo Livre à Assembleia da República, Joacine Katar Moreira

O IX Congresso para eleger os novos órgãos do Livre começa, este sábado, em Lisboa. A única deputada do partido na Assembleia da República já disse que não vai renunciar ao cargo.

À chegada ao IX Congresso do Livre, onde será votada uma resolução da Assembleia para lhe retirar a confiança política, Joacine Katar Moreira foi clara quando disse que não pretende renunciar ao cargo de deputada.

“Renunciar ao mandato? Está fora de questão”, disse a deputada única do partido, citada pelo Observador, acrescentando que não se sente “responsável” pelo mal-estar existente.

A declaração da deputada única do partido deita por terra a ideia de que Carlos Teixeira, número dois do Livre por Lisboa, lhe pudesse suceder, como tinha sido avançado ontem pelo Jornal de Notícias.

Numa intervenção de pouco mais de 20 minutos, a deputada acabou por se exaltar, acusando a assembleia de “mentiras, manipulação e omissão” na resolução apresentada.

“A proposta apresentada pela assembleia fere a minha honra e a minha dignidade, está cheio de inverdades, de algumas mentiras e de manipulação e de omissão”, acusou.

A deputada mostrou ainda um documento com todas as iniciativas que ela e o seu gabinete levaram a cabo até agora na Assembleia da República, declarando que os trabalhos desenvolvidos ao longo de dois meses de mandato foram sendo “desvalorizados sistematicamente e manipulados”.

“Nunca me foi retirada a confiança política, aliás nunca me foi retirada confiança na minha existência”, sublinhou, acrescentando que “esta não é a cultura do partido, ao menos teoricamente”.

“Elegeram uma mulher negra que gagueja e que deu jeito para a subvenção”, acusou a deputada, gritando no final da intervenção que “isto é ilegal”. “Tenham vergonha, mentira absoluta!”, disse de forma exaltada, mesmo quando já tinha saído do púlpito.

Entretanto, o jornal Público adianta que o Congresso adiou a decisão sobre a proposta da retirada da confiança política à deputada, que iria ser votada este sábado. Desta forma, serão já os novos órgãos, que vão ser eleitos amanhã, a fechar este dossier.

“Esta rutura pode ser o o suicídio do Livre”

À chegada ao Congresso, Ricardo Sá Fernandes, membro do atual Conselho de Jurisdição do Livre, disse aos jornalistas que ainda acredita que há forma de chegar a um entendimento e, segundo a TSF, vai votar contra a resolução da Assembleia.

“Uma decisão destas tem de ser feita de outra maneira, com um escrutínio mais apertado, com direito do contraditório, disse o advogado à rádio, acrescentando que “ninguém sai bem deste processo”.

Sá Fernandes teme que esta rutura possa ser “o suicídio do Livre”, cita o Observador, e mostrou-se “totalmente disponível” para fazer a ponte entre a deputada e o Grupo de Contacto para que possam ser ultrapassados estes “problemas procedimentais”.

“Sou do partido do Rui Tavares, do Rafael, do Pedro Mendonça, da Joacine Katar Moreira e só me sinto bem se for deles todos”, acrescentou, apelando a um consenso.

Na sua intervenção no Congresso, Rui Tavares, fundador do partido, também disse acreditar que os próximos órgãos, nomeadamente a assembleia, irão concluir o processo de forma “justa”, “transparente” e mais “humana”.

“O Livre prefere ser fiel aos seus princípios do que manter quaisquer cargos políticos”, afirmou o fundador, relembrando ainda os pilares ecológicos e europeus do partido e incentivando ao debate “com transparência e frontalidade“.

Se a resolução for aprovada, Joacine passa a ser deputada independente na Assembleia da República, ficando o Livre, que se estreou no ano passado no Parlamento, novamente sem representação parlamentar.

No Congresso deste fim-de-semana, serão ainda eleitos os novos órgãos nacionais do partido para os próximos dois anos e para os quais não há qualquer candidatura de Joacine Katar Moreira.

ZAP //

PARTILHAR

27 COMENTÁRIOS

    • Valente esta deputada ! Se o Livre conseguiu um deputado deve-se exclusivamente a ela, sobretudo pela franja de eleitorado de descendência africana. Este episódio, só pode ser próprio de um conjunto partidário sem nenhuma significância. Esta cena rocambolesca deve ser o fim desta seita.

  1. Eu ouvi o discurso da Sra. E deu para entender muito bem, até porque não gaguejou, o probema é que quem votou nela não votou nestas opções e ideias, fora do programa.

  2. Força Joacine! Estiveste muito bem! Quem votou no livre tb votou nesta mulher. E quem votou nela tb votou no livre. O problema é o partido tão pequeno e recente ja querer dividir opiniões e fragmentar se…

  3. Ela não vai deixar um tacho que lhe rende mais de 53 mil euros por ano, mais umas bem chorudas ajudas de custo!
    Onde ou quando, iria ela encontrar um salário equivalente, mais as mordomias e regalias que fazem subir “e de que maneira” o montante final do bolo?
    Ela vai ficar e eu compreendo-a…

    Escolheram-na, quiseram-na, agora têm-na!

  4. Está mais que visto. O Objectivo desta Sra. foi essencialmente conseguir um assento bem confortável na A.R. O Sr. R. Tavares bem se pode contorcer, para a expulsar do Partido, porque quem fica a ganhar é a prima-dona do hemiciclo. Ou esperamos ansiosamente por a sua teatral actuação, ou receamos o simples facto de levar com a demonstração de vocalises, que desafiam os mais pacientes a aturar tal exibição. Pior ainda não é o facto da simples gaguez, mas sim da mensagem que deseja passar, que nada acrescenta aos reais problemas do País. Enfim ….. Tem um Emprego seguro para 4 Anos, sem ter eventualmente a obrigação de apresentar obra, caso seja excluída do Livre. É como se fossem Ferias de luxo pagas por os contribuintes. Quanto ao Partido Livre, de uma forma ou de outra “So he’s dead either way”. Granda Joacine, quem diria ? !……….

  5. Bravo! Bravíssimo! Mulher de fibra. Está a defender um tacho? Talvez, mas está a cima de tudo a defender a sua honra e acho muito bem. É exatamente pelo facto do tacho ser bom que alguma parte da direção do Livre arquitetou este golpe. O tacho é bom de mais para ficar para “ela” a quem “só deve ser destinado os trabalhos de limpeza”. Agora, os golpistas ficaram definitivamente desmascarados. A única dúvida que agora resta é sobre o momento em que o golpe começou a ser forjado, eventualmente desde que ela foi qualificada nas primárias. A ambição excessiva de meia dúzia de oportunistas, armados em “gente de esquerda” vai levar à capitulação do Livre que, em abono da verdade, não faz falta nenhuma à democracia portuguesa. A moção que devia agora ser votada é a da extinção do Livre e do seu grupelho de golpistas disfarçados de esquerda.

  6. Não consigo chegar à conclusão alguma entre a senhora deputada e a direção do partido.
    MAs penso que é com o dinheiro dos meus impostos que estes tipos todos se querem governar…
    E mais não digo!

  7. Têm o que escolheram e se da parte dela a incapacidade e oportunismo é mais do que evidente não menos culpados e incompetentes foram aqueles que a escolheram para tal desempenho. Se as coisas azedarem a sério entre eles a dita senhora porque é preta ainda se vai queixar de ser vítima de racismo e ainda vai vir aí o presidente da Guiné pedir explicações aos portugueses. O que se tirará de proveitoso de tudo isto é que a comédia irá continuar por mais algum tempo, quer pela parte dela com o seu oratório, quer pelas escaramuças entre eles.

  8. ENTENDAM-SE! Procurem consensos… Ou o Livre nunca mais irá conseguir a eleição de um deputado(a), quanto mais um grupo Parlamentar…A Joacine se foi eleita é legítimo que vá ate ao fim com o seu mandato, assumindo o seu compromisso como os seus eleitores… “Os restantes Galos e Galinhas será melhor continuarem sossegadinhos(as)… Um Partido pequeno como Livre não tem lugar para tanto protagonizmo individual! Força Joacine…Mostra quem és!

      • Ainda não teve tempo para mostrar quem realmente é! “A Poeira ainda não baixou”! Há que dar tempo ao tempo…Fazer comentários de cariz pessoal, sem conhecer bem as pessoas, é muito baixo…

        • Do que mostrou até agora, aproveita-se: ZERO!!
          E, “não há segunda oportunidade para causar uma boa primeira impressão”.
          .
          Mas qual “cariz pessoal”?
          Os políticos estão sujeitos ao escrutínio público e, caso não tenhas percebido, é isso que se está a discutir.
          A Joacine é uma nulidade política!

          • Há que respeitar a sua opinião pessoal e política sobre a pessoa em questão. De qualquer modo quais os critérios pessoais e políticos que utiliza para analizar a “nulidade política” de um deputado? Uma pessoa sem valor, em princípio, não seria candidata a deputada por um Partido como o Livre, já que uma das prioridades será eleger alguém…Se foi esta a escolha é porque terá as competências necessárias para ocupar o cargo…Uma mera opinião pessoal e não política!

  9. O Livre conseguiu uma deputada por ser mulher gaga e negra, disse a própria. Isto quer dizer que houve pessoas que votaram em alguém por causa da sua cor de pele (duvido que a gaguez tivesse sido uma das causas), não pela sua competência. Votaria eu numa pessoa por ela ser branca como eu? Definitivamente, não. Até porque, até hoje, ainda só fui enganado por políticos brancos! Será que também quero ser enganado por políticos negros ou amarelos? Só se for masoquista…

  10. Esta mulher é tóxica para Portugal.
    Só consegue espalhar desarmonia por onde passa e é ela própria que espalha o ódio de que diz ser vítima.
    É uma pessoa extremamente racista e incompetente, a única coisa que pretende é aparecer nas revistas e polarizar a sociedade. O dinheiro dos contribuintes não pode ser gasto com este tipo de pessoas.
    Certamente que quem votou nela e no Livre não estava à espera desta palhaçada.

  11. NÂO TENHO PAPAS NA LINGUA, MOSTRO A CARA, ASSIM TODOS QUE COMENTAM O DEVERIA FAZER…
    Não compreendo votou mais de 25.000 portuguêses para sair de deputada e ainda ficou, pobre português não tem força com esta Assembleia da República de esquerda.
    E assim todos querem tachos desde a Extrema-esquerda a Extrema-direita é de lamentar e assim tinha razão Marcelo Caetano quando disse em 25 de Abril de 1974 exilado no Brasil que governantes de hoje nem servem para servir á mesa ou empregado de quarto num Hotel!
    Pois é a realidade e assim temos essa militante do LIVRE que é ela a racista, tanto que veio em campanha com a bandeira do seu pais, o que deveria já por ai ser radiada e os seus amigos a ofenderem Portugal e a Bandeira Nacional portuguêsa é VERGONHO sim é a VERGONHA NACIONAL…
    Não compreendo ela na sua irritabilidade não gaguejou!!!!
    Portuguêses não podem pagar vencimentos para deputados astronómicos, hoje um Deputado ganha CEM MIL EUROS POR ANO o que é vergonhoso num pais que tem portuguêses a ganharem de reforma 150€ por mês e outros a ganharem 170.000€ e com o mínimo ordenado de 600€ e os trabalhadores com salários precários e contractos por um dia e de um mês é uma afronta, é VERGONHOSO e os portuguêses vamos pagando tudo e como também viagens que não fizeram e ainda deslocações! Coitado dos portuguêses.
    Os idosos têm as reformas com aumento de 6€ e 10€ por mês! que é de 0,20 e 0,30€ por dia e não chega para comprar uma caralhota!
    E ainda têm refeições de 3€ com tudo e no restaurante de luxo na Assembleia pagam 10€ com tudo mas tudo do melhor…
    Têm os Deputados cartão de saúde e assim nem vêm o interior de um Hospital Público ou Publico/Privado.
    Nunca estão no Centro de Saúde de sua Zona, pois assim nada vêm, e vêm para ai dizer que a saúde está bem em Portugal?
    Pois nem a saúde, educação, segurança, Justiça etc… nada está bem, nem o mínimo…
    Os idosos são esquecidos!
    Os enfermeiros e médicos vão para a Europa deixam Portugal e porquê????????? BEM O SABEM…
    E ainda dizem que Portugal é um dos países mais seguros do Mundo!!!!!
    Hoje Rouba-se, viola-se e mata-se em qualquer esquina, não se vê uma GNR ou PSP.
    Pois há muito mais, fico por aqui…
    Se nada fôr feito caminhamos para um Venezuela, pois há muita coisa escondida e os portuguêses nada sabem!!!!
    VIVA PORTUGAL, VIVA A NOSSA BANDEIRA NACIONAL

    • “VIVA PORTUGAL, VIVA A BANDEIRA NACIONAL” Tem Saudades do SALAZAR? Nesse tempo era tudo um mar de rosas? Sonha muito com a Venezuela? Foi lá Feliz noutros tempos? Já reparou que tem possibilidades de dizer o que pensa sem ser censurado? Não há sistemas perfeitos…

      • Quanto as “Injustiças Sociais”, é o P.S que o Sr. apoia que está no Governo, este Partideco do Livre, representado por esta Pessoa na A.R, é uma simples brincadeira de mau gosto. Bem haja !!!!!

    • Não dei conta de qualquer ofensa à Bandeira Nacional. Os deputados à Assembleia Nacional, aqueles do partido único, não eram remunerados? E ainda existia a Câmara Corporativa, uma espécie de Senado, pelo menos, ocupava a sala do Senado no Palácio de São Bento. Aqueles deputados estavam na Assembleia Nacional com a única função de bater palmas às leis promulgadas pelo Governo. Ainda assim, mereciam o que ganhavam? Os políticos de Salazar eram boas pessoas? Tanto quanto os Ballet Rose que levaram o Mário Soares para Caxias e para o exílio em São Tomé, com a acusação de ter revelado uma verdade inconveniente para o regime? A verdade de várias altas figuras do regime serem pedófilos? Não foi verdade que o ministro da Justiça, Antunes Varela, foi exonerado pelo Salazar por se ter recusado a abafar o caso, tal como era costume fazer? Houve condenados? Sim, duas prostitutas!
      Ainda há saudades desses tempos em que não podíamos falar e nem sequer sabíamos da missa a metade porque tudo era censurado? Bem, seria um pouco cansativo apontar todos os aspetos negativos do Estado Novo, não? Mas os positivos é fácil:

  12. Largar o tacho que depois lhe vai dar um rendimento, ás custas dos portugueses, sem ter que fazer nada nem pensar!
    Os políticos são todos uma me… mas esta nem para me… serve!

Responder a sn Cancelar resposta

Novo recorde em cinco meses. Mais 780 casos por covid-19 em Portugal

Portugal regista mais seis mortos e 780 casos de infeção por covid-19 esta sexta-feira, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Os números revelados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde …

"Podemos chegar a 1.000 novos casos por dia". Costa pede cautela

No final da reunião de emergência com o gabinete de crise para o acompanhamento da evolução da covid-19 em Portugal, Costa deixou conselhos e pediu cautela. A reunião, convocada na quinta-feira por António Costa, surgiu …

13 de Outubro em Fátima "sim, mas sem peregrinos". Delegada de Saúde espera que a Igreja se "porte bem"

A delegada de Saúde Pública do Médio Tejo defende que as cerimónias religiosas do 13 de Outubro no Santuário de Fátima decorram "sem peregrinos", esperando que a Igreja se porte "tão bem" como aquando do …

Espanha acusa hackers chineses de roubarem informações de vacina contra coronavírus

O Centro Nacional de Inteligência (CNI) espanhol argumenta que hackers chineses terão, alegadamente, acedido a informações confidenciais sobre o desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus. A diretora do CNI, Paz Esteban, alerta para um aumento …

Tribunal de Loures. António Joaquim vai manter-se em liberdade

O Tribunal de Loures decidiu esta sexta-feira manter a medida de coação de termo de identidade e residência a António Joaquim, condenado pelo Tribunal da Relação pelo homicídio do triatleta Luís Grilo, após um pedido …

Mesmo com o aumento de infetados, diminuir a quarentena para 10 dias é uma hipótese

A DGS deverá decidir em breve se o período de quarentena pode ser reduzido de 14 dias para apenas 10 dias, mas não para todos os casos. Para ficar menos tempo isolado é necessário cumprir …

Porfírio Silva vê “papel positivo” na candidatura de Ana Gomes, mas critica farpas a Costa

O dirigente socialista Porfírio Silva considera que a candidatura presidencial de Ana Gomes pode ser positiva se não cair na "armadilha" de se centrar no ataque a António Costa e se não "atropelar" o Estado …

Operação Lex. Três juízes acusados de corrupção. Luís Filipe Vieira vai ser julgado por um crime

Os juízes Rui Rangel, Fátima Galante e Vaz das Neves e o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, estão entre os 17 acusados da Operação Lex. Em causa estão crimes de corrupção, abuso de poder, …

Em tempos difíceis, Von der Leyen diz que “sempre vi em Portugal um forte aliado"

Numa entrevista, Ursula von der Leyen disse que Portugal terá “a tarefa de liderar” com a recuperação da pandemia quando chegar à presidência do Conselho da UE em 2021. E promete uma proposta “mais humana …

Caso Eurofin. Salgado recebe coima de 4 milhões de euros do Banco de Portugal

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES, foi condenado pelo Banco de Portugal a pagar mais uma coima, no valor de quatro milhões de euros, no processo sobre o veículo suíço Eurofin e por operações que lesaram …