Japão vai retomar exportações de arroz produzido em Fukushima

808armada / Flickr

-

O Japão vai retomar, esta semana, a venda a Singapura de arroz produzido na região de Fukushima, naquela que será a primeira exportação do cereal cultivado na zona desde o desastre nuclear, informou a televisão NHK.

O Japão viu-se obrigado a suspender as suas exportações de arroz procedente de Fukushima depois do sismo seguido de tsunami de março de 2011, que danificou a central nuclear da zona, devido à preocupação dos países importadores relativamente à possibilidade de os cereais estarem contaminados por substâncias radioativas.

O receio levou ao cancelamento das vendas ao exterior – as quais era superiores a 100 toneladas anuais e tinham como principais destinos os territórios vizinhos de Hong Kong, Taiwan e Singapura.

Apesar disso, o Governo japonês decidiu autorizar a distribuição de arroz e de outros produtos da região de Fukushima no mercado nacional desde que submetidos a estritos controlos de segurança.

A Federação de Cooperativas Agrícolas conseguiu agora convencer as autoridades de Singapura sobre a segurança do arroz da região e está a negociar com outros países a possibilidade de retomarem as importações de arroz, segundo a NHK.

A primeira carga de arroz de Fukushima com destino a Singapura, com cerca de 300 quilos, será “rigorosamente analisada” para garantir que não está contaminada com materiais radioativos, segundo indicaram fontes do mesmo organismo à televisão estatal japonesa.

Os agricultores da prefeitura japonesa, que já retomaram exportações de outros produtos, como pêssegos e maçãs, estão confiantes de que vão poder alargar as suas vendas de arroz a “mais países asiáticos” em breve, segundo as mesmas fontes.

O acidente na central nuclear de Fukushima, na sequência do sismo e do tsunami de 11 de março de 2011, libertou quantidades enormes de substâncias radioativas – o que forçou centenas de milhares de residentes a abandonarem a zona -, e figura como o pior acidente nuclear desde Chernobyl, na Ucrânia, em 1986.

As emissões e derrames resultantes afetaram gravemente a agricultura, gado e pesca local.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

CDS-PP quer manter corridas de touros na RTP e contrariar a “política de gosto”

A bancada parlamentar do CDS-PP questionou hoje o Governo sobre o eventual fim das transmissões televisivas de corridas de touros nos canais públicos da RTP, mostrando-se contra a “tutela política” a ditar “uma política de …

Cabeceiras de Basto recua no desconfinamento. Quatro concelhos podem agora avançar

A ministra Mariana Vieira da Silva apresentou um quadro geral da situação em Portugal e revela que há um concelho que vai recuar no desconfinamento: Cabeceiras de Basto. A ministra de Estado e da Presidência acrescentou …

Aeroporto no Montijo pode levar à perda das principais áreas de alimentação das aves migratórias

Caso o Montijo venha mesmo a receber um novo aeroporto, poderá levar à perda de até 30% das principais áreas de alimentação das aves migratórias que passam o Inverno no estuário do Tejo. A conclusão está …

Príncipe de Liechtenstein acusado de matar Arthur, o maior urso da Roménia

Grupos ambientalistas acusaram um príncipe da família real de Liechtenstein de matar o maior urso da Roménia, violando a proibição da caça de grandes carnívoros. Em comunicado citado pelo jornal britânico The Guardian, a ONG romena …

França e Reino Unido mobilizam navios para Jersey e aumentam a tensão no Canal da Mancha

A Marinha francesa respondeu esta quinta-feira ao envio de dois navios-patrulha britânicos para Jersey, na véspera, e mobilizou as suas próprias embarcações militares para as imediações da ilha, contribuindo, dessa forma, para o aumento da …

Governo aprova a criação da tarifa social de internet. Preço ainda vai ser definido

O Governo aprovou esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, a criação de uma tarifa social de acesso a serviços de internet em banda larga, conhecida como tarifa social de internet, anunciou o ministro de Estado …

Cerca sanitária em Odemira diminuiu casos para menos de metade, garante Governo

O ministro da Administração Interna salientou hoje que a cerca sanitária em Longueira-Almograve e São Teotónio permitiu baixar os casos de infeção por covid-19 em Odemira para menos de metade e acusou a direita de …

Joshua Wong condenado a mais dez meses de prisão por participar em vigília que lembrava "massacre de Tiananmen"

O ativista de Hong Kong Joshua Wong foi condenado a dez meses de prisão por participar em 4 de junho de 2020 numa vigília para lembrar o chamado "massacre de Tiananmen", que Pequim não reconhece. A …

Um polícia morto e vários feridos em tiroteio durante operação no Rio de Janeiro

Um polícia morreu e várias outras pessoas ficaram feridas num tiroteio esta quinta-feira durante uma operação da polícia contra o tráfico de droga na comunidade de Jacarezinho, no Rio de Janeiro, Brasil, noticiou a imprensa. Segundo …

Austrália vai manter fronteiras fechadas até 2022. Índia com novo máximo de casos

O Governo australiano vai manter as fronteiras internacionais fechadas até 2022 devido a incertezas sobre vacinas e novas estirpes, disse o ministro das Finanças do país, Simon Birmingham. "As incertezas sobre a velocidade da vacinação e …