Com o sistema de saúde saturado, Japão quer 10 mil médicos nos Jogos Olímpicos. Flórida disponível para receber evento

Kimimasa Mayama / EPA

Tóquio 2020, medalhas dos Jogos Olímpicos no Japão

O Governo japonês quer mobilizar 10 mil médicos e enfermeiros para os Jogos Olímpicos, no verão, em Tóquio, apesar de o sistema de saúde nipónico estar já saturado devido à covid-19.

“Estamos a tentar obter o pessoal médico necessário, cerca de dez mil pessoas, pedindo aos médicos e aos enfermeiros para trabalharem, cada um, cerca de cinco dias durante o período dos Jogos”, de 23 de julho a 8 de agosto, afirmou a ministra encarregada do evento, Seiko Hashimoto, perante o parlamento.

Relativamente poupado, até aqui, pela pandemia, o Japão registou cerca de cinco mil mortos devido à covid-19, mas os médicos já advertiram que o sistema de saúde corre o risco de se “afundar” se os Jogos Olímpicos agravarem o número de infeções.

Desde o início do mês que Tóquio e 10 outras regiões estão em estado de emergência para responder a um forte recrudescimento dos contágios no país. Perante estes receios, a oposição no parlamento criticou esta terça-feira os planos inalterados do Governo de Yoshihide Suga.

A organização continua a debater a questão das infraestruturas médicas necessárias e a forma de “tratar as infeções de covid-19” durante o evento, acrescentou Hashimoto.

O agravamento da pandemia em todo o mundo, incluindo no Japão, reavivou as dúvidas sobre a realização de Tóquio2020, já adiados no ano passado devido à covid-19.

Várias sondagens recentes mostraram uma queda no apoio à realização de Tóquio2020 na opinião pública japonesa. Na semana passada, o presidente da Associação Médica do Japão, Toshio Nakagawa, advertiu que, nas atuais circunstâncias, seria impossível admitir em hospitais espetadores estrangeiros infetados.

Cerca de 11 mil atletas de todo o mundo devem participar nos Jogos Olímpicos, mas responsáveis olímpicos consideraram recentemente a possibilidade de realizar o evento sem espetadores.

Os comités olímpicos norte-americano, canadiano e australiano declararam já que iam continuar a preparar os atletas para Tóquio2020.

O Comité Olímpico Internacional aconselha oficialmente a vacinação anticovid-19, mas não a pode impor.

Na semana passada, o jornal britânico The Times adiantou que Tóquio tinha decidido cancelar os Jogos Olímpicos, informação desmentida posteriormente pelo Governo japonês.

Florida propõe receber Jogos Olímpicos

O responsável das Finanças na Florida (sudeste dos Estados Unidos) escreveu ao Comité Olímpico Internacional (COI) para dizer que o estado está pronto a receber os Jogos Olímpicos, se Tóquio desistir de organizar o evento.

Numa carta dirigida ao patrão do COI, Thomas Bach, Jimmy Patronis encorajou-o “a considerar a transferência dos Jogos Olímpicos 2020 em Tóquio, no Japão, para os Estados Unidos, mais precisamente para a Florida”, de acordo com a missiva de Patronis divulgada online.

“Os meios de comunicação social noticiaram que os dirigentes japoneses tinham concluído ‘em privado’ que devido à pandemia, os Jogos Olímpicos 2021 não podiam realizar-se [em Tóquio]. Ainda há tempo para enviar uma equipa” do COI para a Florida “para reuniões com os responsáveis locais sobre a realização dos Jogos no Sunshine State“, acrescentou.

Na carta, Patronis elogiou os esforços de vacinação naquele estado, a reabertura económica, os eventos desportivos que recebeu durante a pandemia da covid-19, tal o campeonato de basquetebol da NBA, bem como os parques temáticos, como o Disney World, estarem abertos a empresas.

“Independentemente das medidas de precaução necessárias, é preciso encontrar uma solução e pô-la em prática”, adiantou.

Até ao momento, a Florida contabilizou mais de 25 mil mortos devido à covid-19, numa altura em que o número de óbitos nos Estados Unidos se aproxima dos 420 mil.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Na Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, ao leme do comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. …

Governo aperta regras. Passageiros do Brasil ou Reino Unido têm de ter teste negativo e cumprir isolamento

Os passageiros provenientes do Brasil e do Reino Unido vão ser obrigados a apresentar um teste negativo e a cumprir 14 dias de isolamento profilático. A partir deste domingo, os passageiros provenientes do Brasil e do …

O primeiro hotel espacial mudou de nome (e deverá abrir em 2027)

Fechado em casa a sonhar com a próxima viagem? Esqueça as praias paradisíacas ou as grandes metrópoles. As férias do futuro podem vir a ser no Espaço. Tudo começou em 2019, quando a empresa californiana Gateway …

Testes rápidos esgotam na Alemanha no primeiro dia em que são postos à venda

O processo de vacinação na Alemanha continua lento. O Governo está a contar com a realização em massa de testes rápidos de antigénio para iniciar um plano de desconfinamento progressivo. As principais cadeias de supermercados …