Já existem auto-testes à covid-19, mas não em Portugal. Associações de doentes exigem acesso

Associações de doentes em Portugal vão lançar uma petição para que todos os portugueses possam ter acesso aos chamados auto-testes rápidos à covid-19.

De acordo com a TSF, a iniciativa conta com o apoio da Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP), Associação Portuguesa de Pessoas com DPOC e outras Doenças Respiratórias Crónicas, Liga Portuguesa contra o Cancro, Grupo de Ativistas em Tratamentos contra o VIH, Associação de Doentes Obesos e Ex-obesos de Portugal, Associação Portuguesa de Neuromusculares e Liga Portuguesa Contra as Doenças Reumáticas.

Em declarações à rádio, José Manuel Boavida, médico e presidente da APDP, já vários países, como a Alemanha, Inglaterra e Suíça, disponibilizam estes testes nos supermercados. Porém, em Portugal, nem as farmácias estão autorizadas a vendê-los.

Em Portugal, a regra é que os testes devem ser feitos por um profissional de saúde que garanta a comunicação do caso positivo às autoridades de saúde.

No entanto, apesar de não serem vendidos numa farmácia ou num supermercado, estes auto-testes acabam por ser vendidos “clandestinamente ou diretamente através da Internet”.

Segundo José Manuel Boavida, os auto-testes custam entre três e quatro euros – e não “fortunas” como as que são pagas aos laboratórios nos tradicionais testes de diagnóstico.

O responsável explicou que esta luta não é nova, uma vez que, no passado, vários grupos de doentes enfrentaram muita resistência em processos semelhantes.

Há um século, por exemplo, foi difícil conseguir que os diabéticos pudessem dar a si próprios injeções de insulina e, mais recentemente, houve resistência a avançar com auto-testes à infeção por VIH ou que mulheres pudessem comprar testes de gravidez.

Que países disponibilizam auto-testes?

De acordo com o Sol, o regulador de medicamentos e dispositivos médicos da Alemanha aprovou três marcas de auto-testes nas últimas semanas. O Governo anunciou também que cada pessoa terá acesso a um teste rápido gratuito por semana.

O país foi dos primeiros na Europa a avançar com a regulamentação de auto-testes, mas não o único. No Reino Unido, os planos de desconfinamento passam pelo reforço de uso de auto-testes rápidos. Os alunos do secundário, bem como as suas bolhas familiares, passarão a ter acesso a dois testes rápidos por semana para fazer em casa.

A British Airways anunciou que vai passar a vender auto-testes aos passageiros no momento de embarque, para ser mais fácil o regresso a casa, já que têm de apresentar um teste negativo com menos de 72 horas.

Nos Estados Unidos, a FDA autorizou o primeiro auto-teste no final do ano passado. Há duas semanas, a empresa australiana Ellume anunciou um contrato de 230 milhões de dólares com a administração Biden. Uma fábrica terá capacidade para produzir 19 milhões de kits por mês, 8,5 milhões de testes reservados para a administração norte-americana.

Atualmente já há três marcas de auto-testes autorizadas nos Estados Unidos. Antes disso, algumas empresas já disponibilizavam testes por correio: a pessoa encomendava o kit, fazia a colheita e envia a amostra para ter o resultado.

A Áustria, que desconfinou no início de fevereiro, foi o primeiro país europeu a impor testes para se poder ir ao cabeleireiro e agora prepara-se para impor a mesma regra para restaurantes.

  Maria Campos, ZAP //

 

 

 

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ja temos acesso a esses destes a muitos meses, onde vivo, UK.
    Sao rapidos e faceis de entender.
    Nao sei porque nao querem abrir mercado e a um produto exencial para povo poder, eles proprios fazerem teste rapido..
    e forma de prevenir se e de estar mais seguro…

RESPONDER

Rorhwerk, o maior instrumento musical do mundo

Rohrwerk, uma obra de arte efémera, é a maior "fábrica do som" do mundo

Uma espécie de "pavilhão do som". Alunos da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, criaram um novo instrumento musical, o maior alguma vez construído. Com 45 metros de altura, a obra de arte imponente …

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …