Já existem auto-testes à covid-19, mas não em Portugal. Associações de doentes exigem acesso

Associações de doentes em Portugal vão lançar uma petição para que todos os portugueses possam ter acesso aos chamados auto-testes rápidos à covid-19.

De acordo com a TSF, a iniciativa conta com o apoio da Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP), Associação Portuguesa de Pessoas com DPOC e outras Doenças Respiratórias Crónicas, Liga Portuguesa contra o Cancro, Grupo de Ativistas em Tratamentos contra o VIH, Associação de Doentes Obesos e Ex-obesos de Portugal, Associação Portuguesa de Neuromusculares e Liga Portuguesa Contra as Doenças Reumáticas.

Em declarações à rádio, José Manuel Boavida, médico e presidente da APDP, já vários países, como a Alemanha, Inglaterra e Suíça, disponibilizam estes testes nos supermercados. Porém, em Portugal, nem as farmácias estão autorizadas a vendê-los.

Em Portugal, a regra é que os testes devem ser feitos por um profissional de saúde que garanta a comunicação do caso positivo às autoridades de saúde.

No entanto, apesar de não serem vendidos numa farmácia ou num supermercado, estes auto-testes acabam por ser vendidos “clandestinamente ou diretamente através da Internet”.

Segundo José Manuel Boavida, os auto-testes custam entre três e quatro euros – e não “fortunas” como as que são pagas aos laboratórios nos tradicionais testes de diagnóstico.

O responsável explicou que esta luta não é nova, uma vez que, no passado, vários grupos de doentes enfrentaram muita resistência em processos semelhantes.

Há um século, por exemplo, foi difícil conseguir que os diabéticos pudessem dar a si próprios injeções de insulina e, mais recentemente, houve resistência a avançar com auto-testes à infeção por VIH ou que mulheres pudessem comprar testes de gravidez.

Que países disponibilizam auto-testes?

De acordo com o Sol, o regulador de medicamentos e dispositivos médicos da Alemanha aprovou três marcas de auto-testes nas últimas semanas. O Governo anunciou também que cada pessoa terá acesso a um teste rápido gratuito por semana.

O país foi dos primeiros na Europa a avançar com a regulamentação de auto-testes, mas não o único. No Reino Unido, os planos de desconfinamento passam pelo reforço de uso de auto-testes rápidos. Os alunos do secundário, bem como as suas bolhas familiares, passarão a ter acesso a dois testes rápidos por semana para fazer em casa.

A British Airways anunciou que vai passar a vender auto-testes aos passageiros no momento de embarque, para ser mais fácil o regresso a casa, já que têm de apresentar um teste negativo com menos de 72 horas.

Nos Estados Unidos, a FDA autorizou o primeiro auto-teste no final do ano passado. Há duas semanas, a empresa australiana Ellume anunciou um contrato de 230 milhões de dólares com a administração Biden. Uma fábrica terá capacidade para produzir 19 milhões de kits por mês, 8,5 milhões de testes reservados para a administração norte-americana.

Atualmente já há três marcas de auto-testes autorizadas nos Estados Unidos. Antes disso, algumas empresas já disponibilizavam testes por correio: a pessoa encomendava o kit, fazia a colheita e envia a amostra para ter o resultado.

A Áustria, que desconfinou no início de fevereiro, foi o primeiro país europeu a impor testes para se poder ir ao cabeleireiro e agora prepara-se para impor a mesma regra para restaurantes.

Maria Campos, ZAP //

 

 

 

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ja temos acesso a esses destes a muitos meses, onde vivo, UK.
    Sao rapidos e faceis de entender.
    Nao sei porque nao querem abrir mercado e a um produto exencial para povo poder, eles proprios fazerem teste rapido..
    e forma de prevenir se e de estar mais seguro…

RESPONDER

O Projeto Galileu quer provar a existência de aliens através da tecnologia deixada para trás

Investigadores vão centrar o seu trabalho na procura de objetos físicos associados a equipamento tecnológico extraterrestre, em oposição às pesquisas anteriores que se focaram em sinais eletromagnéticos. Um grupo de investigadores de Universidade de Harvard está …

O tesouro dos Templários pode estar escondido debaixo de uma casa em Inglaterra

Um historiador inglês alega que um edifício histórico em Burton, em Inglaterra, é onde está escondido o lendário tesouro dos Templários. Existem várias lendas sobre um tesouro que alguns templários conseguiram esconder do rei francês Filipe …

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro. No entanto, isto não quer dizer que o nosso planeta esteja a ficar inclinado. Mais de 5.000 quilómetros abaixo de …

Incêndios devastam sul da Europa e obrigam a retirar moradores e turistas

Dezenas de aldeias e hotéis foram este domingo evacuados nas zonas turísticas do sul da Turquia devido a incêndios que começaram há cinco dias e já mataram oito pessoas no país, devastando também regiões da …

Há uma empresa a transformar as cinzas de entes queridos em diamantes

Uma empresa norte-americana transforma cinzas de entes queridos — e animais de estimação — em diamantes, que podem ser colocados em anéis ou colares. Lidar com a morte de um ente querido é sempre uma altura …

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …