Primeiro-ministro desmente Salvini: Itália não vai recensear ciganos

Presidenza della Repubblica / Wikimedia

Giuseppe Conte, primeiro-ministro de Itália

O chefe do Governo italiano assegurou, esta terça-feira, que o recenseamento dos ciganos, que o seu ministro do Interior quer fazer, não se vai concretizar por ser inconstitucional.

“Ninguém quer fazer registos ou recenseamentos baseados em etnias, porque seria sobretudo inconstitucional e é totalmente discriminatório”, declarou Giuseppe Conte, em comunicado.

O texto de Conte, que lidera um Governo de coligação entre a Liga, de extrema-direita, dirigida por Matteo Salvini, e o antissistema Movimento 5 Estrelas (M5E), foi divulgado depois das polémicas declarações do ministro do Interior, que avançou a possibilidade de fazer o recenseamento das comunidades ciganas.

Salvini propôs, na segunda-feira, um recenseamento da comunidade cigana para facilitar, entre outras possibilidades, a expulsão dos que tiverem nacionalidade estrangeira e estiverem em situação ilegal, uma vez que, nas suas palavras, “os ciganos italianos, infelizmente, tens de ficar com eles”. As palavras de Salvini, que tem o estatuto de vice-primeiro-ministro, causaram uma indignação generalizada, inclusive dentro do Governo.

O outro vice-primeiro-ministro, Luigi Di Maio, dirigente do M5E, aliado da Liga nesta coligação, lembrou que o recenseamento de parte da população em bases étnicas é contrário à lei italiana.

A Constituição proíbe qualquer distinção por “sexo, raça, língua, religião, opiniões políticas ou condição pessoal ou social”, recordaram vários políticos e diversas organizações cívicas e próximas dos ciganos.

A Comissão Europeia, questionada sobre o assunto, recordou que não se pode, por regra, “expulsar um cidadão europeu na base de critérios étnicos”.

Em reação às críticas, Salvini reafirmou a sua posição: “Não cedo e vou em frente! Primeiro os italianos e a sua segurança”, escreveu na sua conta pessoal do Twitter.

Para o provar, felicitou-se com a destruição de um acampamento cigano ocorrida em Carmagnola, uma pequena cidade administrada pela Liga, perto do Turim. “Da palavra à ação”, afirmou Salvini, que tinha prometido durante a campanha eleitoral arrasar os acampamentos de ciganos com bulldozers.

Não há números oficiais sobre os ciganos em Itália, mas uma associação próxima desta comunidade estima-os entre 120 mil e 180 mil, na sua maioria com nacionalidade italiana. A oposição de esquerda criticou fortemente a posição de Salvini, acusando-o de desenterrar as leis raciais votadas no período fascista nos anos 1930.

O ex-presidente da região da Lombardia, Roberto Maroni, da Liga Norte como Salvini, quando foi ministro do Interior durante o Governo de Sílvio Berlusconi, entre 2008 e 2011, queria registar as impressões digitais das crianças de etnia cigana, mas o procedimento foi detido pela justiça italiana.

Salvini, de 45 anos, tem ocupado em premência as primeiras páginas desde a sua nomeação para o cargo, no dia 1 de junho. Na semana passada, por exemplo, esteve em destaque pela sua oposição à entrada num porto italiano do Aquarius, um navio humanitário com 630 migrantes resgatados no Mediterrâneo.

O Governo italiano pediu a Malta que acolhesse os migrantes, mas o Executivo maltês defendeu que a responsabilidade era de Itália porque as operações de salvamento ocorreram numa zona marítima coordenada por Roma.

Face ao impasse, Espanha ofereceu-se para acolher os migrantes, tendo o Aquarius efetuado a viagem em direção a Valência escoltado por duas embarcações da Marinha italiana, com as quais repartiu os migrantes que se encontravam a bordo.

Os migrantes atracaram, no passado domingo, no porto de Valência, com uma maior percentagem de patologias do que as esperadas pelos profissionais de saúde, embora sejam consideradas leves.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hospital de Évora fez pagamentos indevidos a médicos

O Tribunal de Contas detetou pagamentos ilegais a médicos com funções de gestão de 2015 a 2018 e concluiu que dois técnicos superiores foram nomeados administradores do Hospital de Évora sem reunirem os requisitos legais …

"Infortúnios" vão chegar "mais cedo do que o esperado". Marcelo pede mais crescimento económico

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, diz que o país precisa de mais crescimento económico. "Este que temos não chega", porque "os infortúnios" vão chegar mais cedo do que o previsto. Esta terça-feira, o …

Arqueólogo encontra dezenas de sítios maia graças a um mapa online gratuito

Um arqueólogo norte-americano descobriu 27 sítios maias com 3.000 anos graças a um mapa online gratuito, escreve o jornal The New York Times. Takeshi Inomata, arqueólogo da Universidade do Arizona, nos Estado Unidos, utilizou um mapa …

39 pessoas encontradas mortas dentro de um camião no Reino Unido

Um camião foi encontrado, esta quarta-feira, em Essex, no Reino Unido, com 39 pessoas sem vida no seu interior. O condutor já foi detido. Segundo o The Guardian, as autoridades britânicas já iniciaram uma investigação, depois …

Hospital das Forças Armadas não operou um único doente do SNS

O Hospital das Forças Armadas (HFAR) ainda não apresentou qualquer candidatura para ser “convencionado pelo Serviço Nacional de Saúde”. No ano passado, os ministérios da Defesa e da Saúde assinaram um acordo para que o Hospital …

Chuvas torrenciais fazem um morto em Espanha e inundações em França

Em Espanha, uma pessoa morreu e pelo menos outras duas estão desaparecidas. No sul de França, a tempestade Dana também já causou várias inundações. Segundo o jornal La Vanguardia, as chuvas torrenciais registadas, esta madrugada, na …

Falta de condições para emergência médica obriga INEM a transferir helicóptero para Viseu

A falta de condições para operações de emergência médica no heliporto de Santa Comba Dão obrigou o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) a transferir o seu helicóptero para o aeródromo de Viseu, foi anunciado …

Macacos "arrasaram" humanos num simples jogo de computador

Quando se trata de ganhar jogos e resolver quebra-cabeças, às vezes os macacos fazem-no de forma mais inteligente do que os humanos. Para além das suas incríveis capacidades físicas, os macacos também mostram uma incrível "flexibilidade …

Morreu Marieke Vervoort, a campeã paralímpica belga que recorreu à eutanásia

Morreu Marieke Vervoort, de 40 anos, que sofria de uma doença muscular degenerativa sem cura. Decidiu pôr termo à vida com recurso à morte assistida. A belga era campeã paralímpica com conquistas de medalhas de ouro …

China pode substituir chefe de governo de Hong Kong face aos recentes protestos

A China estará a equacionar substituir Carrie Lam, chefe do governo de Hong Kong, por um líder interino, na sequência dos protestos violentos que decorrem na cidade há cinco meses. De acordo com o Financial Times, …