Primeiros migrantes do Aquarius chegaram ao porto de Valência (com mais patologias do que o esperado)

Juan Carlos Cardenas / EPA

Os migrantes a bordo do Dattilo, o primeiro navio da frota Aquarius, que atracou, este domingo, no porto de Valência, apresenta uma maior percentagem de patologias do que as esperadas pelos profissionais de saúde, embora sejam leves.

Jorge Suárez, vice-diretor da Emergências da Generalitat, assegurou que não foi registado nenhum incidente grave, mas que tinha sido detetado um maior número de patologias do que o esperado, o que está a abrandar um pouco todo o processo.

Tratam-se de tipologias menores, causadas pela superlotação de muitos dias, escoriações, queimaduras, resultantes do contacto com o combustível dos barcos com a água do mar, e mal-estar em geral.

A bordo do Dattilo, o primeiro navio da frota Aquarius, havia mulheres grávidas, que por protocolo foram transportadas para o hospital, e menores, três dos quais foram transferidos para centros de saúde.

Cerca das 08h45 locais (07h45 em Lisboa) havia 130 pessoas, das 274 que viajavam no Dattilo, com o rastreio de saúde já feito e que estavam a finalizar o processo com as Forças de Segurança do Estado. Outros dez migrantes já tinham terminado todo o processo e saíram do porto em autocarros com destino ao seu alojamento em Cheste.

Jorge Suárez contou que, ao chegar ao porto, os imigrantes sentiram “muita emoção”, mas estavam “muito atordoados” por, entre outras coisas, ver entrar pessoas desconhecidas a usar máscaras. Os profissionais de saúde que os trataram inicialmente perceberam que muitos estavam em estado de choque.

Tem sido relatado que, desde que o Dattilo atracou no porto cerca das 06h45, aumentou o número de profissionais de saúde, especialistas em detetar doenças infeciosas, que têm trocado informações com os profissionais que acompanharam os migrantes no barco.

O porto de Valência está preparado para receber a chegada repartida de 630 migrantes que viajam a bordo de três barcos: 274 no Dattilo, 106 no Aquarius, da organização não-governamental SOS Mediterranée, e 250 no navio da armada italiana Orione.

A chegada do navio a Valência deve-se a uma oferta de Pedro Sanchez, primeiro-ministro espanhol, que disse ser necessário “evitar uma tragédia humanitária”.

O Governo de Itália recusou autorizar o Aquarius a desembarcar num porto italiano os 629 migrantes, resgatados do mar em várias operações durante o dia anterior.

Itália defendeu que devia ser Malta a acolher os migrantes, entre os quais há 123 menores, mas as autoridades maltesas sustentaram que a responsabilidade era de Itália porque as operações de salvamento dos migrantes ocorreram numa zona marítima coordenada por Roma.

Face ao impasse, Espanha ofereceu-se para acolher os migrantes, tendo o Aquarius efetuado a viagem em direção a Valência escoltado por duas embarcações da Marinha italiana, com as quais repartiu os migrantes que se encontravam a bordo.

Fazem parte do dispositivo coordenado pela Cruz Vermelha, ao longo de todo o fim de semana, mais de mil pessoas, tanto profissionais como voluntários, trabalhando em turnos de 10 a 12 horas.

Segundo o porta-voz da Cruz Vermelha, entre estas mil pessoas estará definido também um grupo de 70 a 100 com formação e preparação para lidar com emergências semelhantes.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Bandeira vermelha". Tóquio em alerta máximo após aumento de novas infeções

A capital do Japão, Tóquio, com 14 milhões de habitantes, está no nível mais alto de alerta para o novo coronavírus após um aumento dos casos registados. “Os especialistas disseram-nos que a situação das infeções está …

Operação Saco Azul. Empresas "zombie" terão desviado 1,8 milhões do Benfica

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e a SAD do clube lisboeta foram constituídos arguidos pelo crime de fraude fiscal, no âmbito da operação ‘saco azul’, confirmou esta terça-feira à agência Lusa fonte oficial …

Maçãs com preços em alta, menos vinho e cerveja a estragar-se (os efeitos da pandemia)

A pandemia de covid-19 está a levar milhares de litros de cerveja a estragar-se, enquanto os produtores de vinho temem uma quebra na produção e, logo, nos lucros. Enquanto isso há menos maçãs e mais …

TAD anula sanção de cinco jogos à porta fechada ao Benfica

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) deu provimento ao recurso do Benfica e revogou a sanção de cinco jogos à porta fechada imposta pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao clube, pelo apoio prestado a …

Costa vira à esquerda, mas Catarina Martins diz que "não pode ser só conversa"

Esta quarta-feira, António Costa lança as negociações para o Orçamento do Estado para 2021 com os partidos que, até aqui, foram seus aliados. O primeiro-ministro insiste que o caminho da sua governação passa por entendimentos à …

No novo ano letivo, a Educação Física continua a ser maior incógnita

No início de julho, o Ministério da Educação anunciou algumas orientações sobre o próximo ano letivo que não contemplavam a Educação Física e o futuro da disciplina continua a ser uma incógnita.  Nas escolas, a falta …

FC Porto já só sonha com o título, mas Amorim não faz vida fácil aos "dragões"

O FC Porto só precisa de empatar com o Sporting CP para ser campeão. Rúben Amorim quer estragar a festa dos portistas, embora não lhe interessem quer acabe por vencer o campeonato. O SL Benfica manteve …

Companhias aéreas e aeroportos arriscam multas até 2 mil euros por cada passageiro sem teste negativo

O Governo clarificou esta terça-feira as regras sobre tráfego aéreo e gestão de aeroportos no quadro da pandemia de covid-19 e estabeleceu o regime sancionatório do incumprimento dessas regras. "Clarificam-se regras referentes ao tráfego aéreo e …

GES já estava falido cinco anos antes de colapsar. Salgado acusado de 65 crimes

O Ministério Público acusa o ex-banqueiro Ricardo Salgado de 65 crimes no âmbito do caso BES. O Grupo Espírito Santo já estava falido cinco anos antes de colapsar. O Ministério Público proferiu, esta terça-feira, o despacho …

De achado a fardo. RDT complica contas do recém-despromovido Espanyol

O ex-Benfica RDT está a complicar as contas da próxima temporada do recém-despromovido Espanyol, uma vez que aufere quase meio milhão por mês e que a descida ao segundo escalão do futebol espanhol obriga a …