Primeiros migrantes do Aquarius chegaram ao porto de Valência (com mais patologias do que o esperado)

Juan Carlos Cardenas / EPA

Os migrantes a bordo do Dattilo, o primeiro navio da frota Aquarius, que atracou, este domingo, no porto de Valência, apresenta uma maior percentagem de patologias do que as esperadas pelos profissionais de saúde, embora sejam leves.

Jorge Suárez, vice-diretor da Emergências da Generalitat, assegurou que não foi registado nenhum incidente grave, mas que tinha sido detetado um maior número de patologias do que o esperado, o que está a abrandar um pouco todo o processo.

Tratam-se de tipologias menores, causadas pela superlotação de muitos dias, escoriações, queimaduras, resultantes do contacto com o combustível dos barcos com a água do mar, e mal-estar em geral.

A bordo do Dattilo, o primeiro navio da frota Aquarius, havia mulheres grávidas, que por protocolo foram transportadas para o hospital, e menores, três dos quais foram transferidos para centros de saúde.

Cerca das 08h45 locais (07h45 em Lisboa) havia 130 pessoas, das 274 que viajavam no Dattilo, com o rastreio de saúde já feito e que estavam a finalizar o processo com as Forças de Segurança do Estado. Outros dez migrantes já tinham terminado todo o processo e saíram do porto em autocarros com destino ao seu alojamento em Cheste.

Jorge Suárez contou que, ao chegar ao porto, os imigrantes sentiram “muita emoção”, mas estavam “muito atordoados” por, entre outras coisas, ver entrar pessoas desconhecidas a usar máscaras. Os profissionais de saúde que os trataram inicialmente perceberam que muitos estavam em estado de choque.

Tem sido relatado que, desde que o Dattilo atracou no porto cerca das 06h45, aumentou o número de profissionais de saúde, especialistas em detetar doenças infeciosas, que têm trocado informações com os profissionais que acompanharam os migrantes no barco.

O porto de Valência está preparado para receber a chegada repartida de 630 migrantes que viajam a bordo de três barcos: 274 no Dattilo, 106 no Aquarius, da organização não-governamental SOS Mediterranée, e 250 no navio da armada italiana Orione.

A chegada do navio a Valência deve-se a uma oferta de Pedro Sanchez, primeiro-ministro espanhol, que disse ser necessário “evitar uma tragédia humanitária”.

O Governo de Itália recusou autorizar o Aquarius a desembarcar num porto italiano os 629 migrantes, resgatados do mar em várias operações durante o dia anterior.

Itália defendeu que devia ser Malta a acolher os migrantes, entre os quais há 123 menores, mas as autoridades maltesas sustentaram que a responsabilidade era de Itália porque as operações de salvamento dos migrantes ocorreram numa zona marítima coordenada por Roma.

Face ao impasse, Espanha ofereceu-se para acolher os migrantes, tendo o Aquarius efetuado a viagem em direção a Valência escoltado por duas embarcações da Marinha italiana, com as quais repartiu os migrantes que se encontravam a bordo.

Fazem parte do dispositivo coordenado pela Cruz Vermelha, ao longo de todo o fim de semana, mais de mil pessoas, tanto profissionais como voluntários, trabalhando em turnos de 10 a 12 horas.

Segundo o porta-voz da Cruz Vermelha, entre estas mil pessoas estará definido também um grupo de 70 a 100 com formação e preparação para lidar com emergências semelhantes.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …