Israel não vai cumprir a “vergonhosa resolução” do Conselho de Segurança da ONU

World Economic Forum / Flickr

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel

Israel não vai cumprir a resolução aprovada esta sexta-feira pelo Conselho de Segurança da ONU, que exige o fim imediato da colonização em territórios palestinianos, disse o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu.

“Israel rejeita a vergonhosa resolução da ONU anti-Israel e não está de acordo”, informa, em comunicado, o gabinete do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu.

No comunicado, o primeiro-ministro salienta que, como o “Conselho de Segurança não faz nada para parar o massacre de meio milhão de pessoas na Síria, conspira contra a única verdadeira democracia do Médio Oriente, Israel, e qualifica o Muro das Lamentações, lugar mais sagrado do judaísmo, como um ‘território ocupado”, disse.

A resolução aprovada esta sexta-feira pelo Conselho de Segurança da ONU exige que Israel “pare imediatamente e completamente toda a atividade dos colonatos em territórios palestinianos”.

No comunicado, Benjamin Netanyahu acusa também o Presidente cessante dos Estados Unidos, Barack Obama, de se ter associado à “liga anti Israel” na ONU.

Os Estados Unidos, depois de terem vetado em 2011 uma resolução similar, abstiveram-se, o que permitiu que a resolução fosse aprovada pelos restantes membros do Conselho de Segurança.

Israel espera trabalhar com o Presidente eleito Donald Trump e todos os nossos amigos no Congresso, os republicanos e democratas, para neutralizar os efeitos negativos da presente e absurda resolução”, acrescenta o comunicado.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Judeus são JUDEUS!
    Quem souber a história de todas as malfeitorias desde há 3 000 anos, não se surpreende com esta atitude arrogante, desafiadora e desumana.
    Têm sido eles o epicentro de todas as grandes catástrofes humanas provocadas pela sua avareza, ganância, escravização dos povos para os explorar.
    Começou com a sua expulsão do Egipto por terem tomado o controlo do poder para escravizar o povo. Foram expulso pelo Faraó.
    São mestres na arte de se vitimizar e quem ousar reprovar as suas atitudes contra o povo da Palestina, é apodado de anti-semita, como se semitas não fossem todos os povos da região do Médio Oriente.
    80% dos judeus actuais nem sequer são semitas porque são judeus conversos da região do mar Cáspio. Nunca passaram pela Palestina, e nesta região foram sempre uma minoria diminuta. Porque raio é que se acham donos do território?

    • Caramba…
      Os tipos lá por Israel até podem estar errados… e muito… na Palestina também…
      Mas este comentário também é de uma “isenção” impressionante… nada racista/xenófobo… nada mesmo… (para qualquer duvida… “modo irónico” ligado…)

  2. Apoio o comentário e o uso da liberdade de expressão do/a “NORTHWIND”!

    Acho reprovável que sempre que se tentam dizer certas verdades e falar de certos factos se seja logo apelidado de anti-semita! … Caso se defendesse a ocupação ilegítima da Palestina, aí sim… já todos batiam palmas! Abaixo a hipocrisia! Há que chamar as coisas pelos nomes e quem ocupa e oprime, tem de ser chamado de ocupante e opressor!

    (A ver se o outro não disse logo que ia puxar os cordelinhos através dos amigos no Congresso… é assim… quem tem dinheiro… (não importa de onde apareceu),.. tem sempre a capacidade de transformar as suas más em boas acções e criar uma perspectiva histórica alternativa…)

    …São os verdadeiros “lobos em pele de cordeiros” !

  3. Bom, talvez tenha sorte, quem sabe, ao apelar aos amigos do congresso dos EUA, lembram-se do Estado livre de jones?. Pois bem, podem colocar lá o Estado de Esrael, porque desde a sua fundação foi sempre o 51º estado dos EUA. O António podia fazer deste tema o próximo cartoom, seria também apelidado de racista, certamente.

RESPONDER

Será que os cães conseguem farejar uma gravidez?

Já ouvimos falar de cães a farejar bombas e de cães a farejar cancro. E quanto à gravidez, o que poderá o nariz de um cão dizer? Há várias mulheres grávidas a relatar que o cão …

Quatro mortos em manifestações na Bolívia. São 23 desde o final de outubro

Comissão Interamericana de Direitos Humanos registou pelo menos 122 feridos desde sexta-feira. Já houve 23 vítimas mortais desde o final de Outubro, início da crise social e política na Bolívia. Quatro pessoas morreram no sábado em …

UE acusada de pagar aos próprios traficantes para travar imigração

A União Europeia conta com um processo no Tribunal Penal Internacional interposto por Omer Shatz e Juan Branco. A UE é acusado de pagar aos próprios traficantes para parar a imigração. Omer Shatz, advogado e professor …

Governo quer ter a primeira refinaria de lítio da Europa

O Governo quer abrir a primeira refinaria de lítio no continente europeu. No entanto, João Galamba refere que tudo depende dos resultados do estudo de impacto ambiental das minas. Sem confirmar que venha a haver minas …

Cientistas desvendam novas pistas sobre o maior macaco que já existiu

O mítico "Bigfoot" é uma criatura lendária mas, durante milhões de anos, o verdadeiro — um símio com o dobro do tamanho de um ser humano adulto — percorreu as florestas do Sudeste Asiático, antes …

Preço do tabaco pode aumentar. Decisão cabe ao Governo

Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um aumento do preço do tabaco, e a decisão depende agora do Governo. Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um …

Derrocada em Borba. Um ano depois, ainda é uma ferida aberta e problemas continuam

Um ano depois do acidente na pedreira de Borba, o sindicato que representa os trabalhadores garante que os perigos persistem, enquanto a associação Assimagra salienta que foi um caso “isolado” e está a avançar com …

Caracóis estão a ficar amarelos para se adaptarem às alterações climáticas

Nas áreas urbanas, os caracóis estão a ficar com as cascas amarelas para se adaptarem às alterações climáticas. Os cientistas vão agora analisar os padrões das penas dos pássaros, para perceberem se também há uma …

Os terrenos contaminados de Fukushima vão tornar-se num centro de "energia verde"

Fukushima, local que sofreu um dos maiores desastres nuclear do mundo, vai reinventar-se e tornar-se num centro de energia renovável. Depois de ser atingido por um terramoto e um tsunami de 15 metros em 2011, três …

Cientistas identificaram neurónios específicos que mapeiam memórias

Neurocientistas descobriram um aspeto curioso de como a nossa memória funciona: Quando o cérebro precisa de recuperar informação relacionada com um lugar específico, neurónios individuais podem atingir memórias específicas. De acordo com o estudo publicado na …