/

Irmão de Berardo também é arguido

2

António Cotrim / Lusa

Jorge Sabino Rodrigues Berardo, irmão de Joe Berardo, também é arguido do caso que investiga o universo de negócios do empresário.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

São já doze os arguidos do caso. Segundo o Expresso, o irmão de Joe Berardo é suspeito de ter colaborado com o empresário a esconder o património de modo a não ser alvo da execução da Caixa Geral de Depósitos, BCP e Novo Banco (o antigo BES).

Um dos nomes mais sonantes entre os arguidos é Carlos Santos Ferreira, ex-presidente da Caixa Geral de Depósitos e do BCP, suspeito de ter favorecido Berardo na concessão de empréstimos bancários.

Entre os arguidos individuais estão Fátima Câmara, contabilista na Madeira, e Sofia Catarino, vogal do conselho de administração da Associação de Coleções.

Já entre os arguidos em nome coletivo estão a Sociedade Luiz Gomes & Associados, Atram . Sociedade Imobiliária S.A. (detida a 100% pela mulher de Berardo, Carolina), Associação Colecção Berardo, Associação de Coleções, Moagens e Associadas SA e Metalgest – Sociedade de Gestão, SGPS, SA.

A PJ e o Ministério Público levaram a cabo uma megaoperação que visou a detenção, com mandato emitido, do empresário madeirense pela forma como conseguiu obter, em 2006, empréstimos da CGD, que em 2015 ainda revelavam uma exposição do banco público à Fundação Berardo na ordem dos 268 milhões de euros em créditos mal parados.

Em causa está a forma como montou um esquema de dissipação de património e dinheiro, através de empresas-veículo, para conseguir escapar aos credores.

  ZAP //

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.