Incentivos para o interior dão para viver na praia. Cada trabalhador pode receber até 4.800 euros

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, lançou uma dezena de incentivos para atrair mais empresários e trabalhadores para o interior. Porém, não é preciso ir em em direção à fronteira com Espanha para beneficiar deles.

Em declarações ao semanário Expresso, a ministra deu o seguinte exemplo: uma família lisboeta pode apenas descer pouco mais de 50 quilómetros até Setúbal, apanhar o ferry até Tróia e instalar-se numa das muitas praias da costa alentejana, onde beneficiará de vários subsídios a fundo perdido destinados aos territórios do interior.

O trabalhador pode beneficiar de um apoio inicial até 4.827 euros para incentivar a mobilidade geográfica. Já o empresário pode receber até 82.106 euros por cada posto de trabalho criado em qualquer dos territórios alvo de discriminação positiva pelas políticas públicas.

Os pequenos e médios empresários e as entidades de economia social podem receber, por cada novo posto de trabalho criado, um subsídio a fundo perdido até 1900,60 euros por mês, ao longo de três anos.

Ao fim de três anos, o empresário terá recebido 68.421,45 euros por cada um dos três primeiros postos de trabalho criados, 54.737,16 entre o quarto e o sexto e 41.052,87 a partir do sétimo. O subsídio total pode chegar aos 82.105,74 caso a empresa seja recente, o projeto seja de empreendedorismo social ou o trabalhador contratado tenha algum tipo de incapacidade, venha de uma família monoparental, seja refugiado, sem-abrigo ou vítima de violência doméstica.

“Este interior é um conceito socioeconómico e não geográfico”, explicou a ministra Ana Abrunhosa ao Expresso.

O mapa do interior abrange a esmagadora maioria do território de Portugal continental, ao incluir 165 municípios e 73 freguesias de outros 21 municípios. Porém, só responde por 20% da população, 20% das empresas e 14% do pessoal ao serviço das empresas.

O mapa do interior foi proposto pela Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e aprovado pelo Governo em 2017. Em meados de 2019, o anterior secretário de Estado da Valorização do Interior, João Catarino, disse que queria “encolher” o mapa para concentrar os apoios públicos nos territórios mais fragilizados do interior. A estratégia era privilegiar um menor número de territórios através de uma política mais agressiva de incentivos comunitários e fiscais.

Por outro lado, agora, Ana Abrunhosa prefere manter o mapa como está, com o litoral sul incluído. “Este é o mapa que continua a ser defendido pela ANMP. Não há alterações previstas a curto prazo porque não faz sentido estar sempre a mudar a base com que se trabalham as políticas territoriais”, disse.

Através do novo programa +CO3SO, o primeiro objetivo é canalizar 312 milhões de euros de fundos comunitários para este interior, incentivando 590 milhões de euros de novos investimentos e a criação de 2.310 novos postos de trabalho diretos.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Já agora O ALgarve tambem está incluído? Ou é so Troia? Do Porto são 550km e de Lisboa 220Km. Lá estamos nós. Troia é interior. O outro não sabia o que era um paiol, esta não sabe o que é o interior!!

  2. Se assim é tal como se relata aqui, estaremos perante uma situação incrível, no entanto melhor será não irem muito na conversa pois a porrada virá de seguida sempre há boa espertice portuguesa.

  3. E que tal a ministra ir também para o interior e livrar-nos da sua profunda incompetência. Deixou a CCDRC numa lástima. Uma estrutura que não funciona, que não quer saber das pessoas e das empresas e que anda ao Deus dará. Irá fazer o mesmo no ministério?!

RESPONDER

Imunidade de grupo poderá ser atrasada. Jovens com mais de 18 anos vacinados a partir de 4 de julho

Henrique Gouveia e Melo, coordenador da task-force para o Plano de Vacinação contra a covid-19, admitiu um atraso de até 15 dias na meta de 70% de população vacinada com a primeira dose, devido ao …

Supremo espanhol ordena libertação imediata dos nove políticos catalães

O Supremo Tribunal espanhol ordenou, esta quarta-feira, a libertação imediata dos nove líderes independentistas catalães condenados pela tentativa separatista de 2017, depois de o Governo ter concedido um indulto por "razões de utilidade pública". Segundo a …

Corona quer sair do FC Porto e tem uma escolha de eleição

Em final de contrato com o FC Porto, Jesús Corona olha para a porta de saída e vê no Sevilha a escolha de eleição para seguir a sua carreira. Jesús Corona termina contrato com o FC …

Índia alerta para variante Delta Plus, já presente em Portugal. É a chamada "mutação nepalesa"

A Índia alertou, esta terça-feira, para uma mutação da variante Delta, chamada Delta Plus, que já terá sido detetada em nove países, incluindo Portugal. O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge confirma que se …

PS acusa Rui Rio de "incoerência" por criticar Governo após palavras de Merkel

Sobre as críticas de Angela Merkel subscritas por Rui Rio, Ana Catarina Mendes lembra que, "em maio, o PSD criticava o Governo por não ter ainda anunciado a abertura aos voos do Reino Unido". A líder …

Arqueólogos investigam mistério de túmulos reabertos há 1400 anos

Um novo estudo mostra que pessoas que viviam na Europa há cerca de 1400 anos tinham o hábito de reabrir túmulos e retirar de lá certos objetos, algo que os arqueólogos ainda estão a tentar …

O dilema de Costa nas negociações: de um lado a esquerda que quer "destroikar", do outro Centeno que deixa avisos

António Costa vai dar início às negociações sobre o Orçamento do Estado em julho, mas está numa encruzilhada: se, de um lado, tem a esquerda a pressioná-lo com o dossiê do Código do Trabalho; do …

"Dever de neutralidade". Portugal não assinou carta contra a Hungria pelos direitos LGBTI

O Governo de António Costa está a ser duramente criticado por ter recusado subscrever uma carta assinada por 13 Estados-membros da União Europeia (UE) contra a Hungria, na defesa dos direitos LGBTI neste país. O …

Jogos de futebol emocionantes podem (literalmente) parar o coração

Um equipa de investigadores descobriu que um jogo de futebol emocionante, que deixa as pessoas stressadas ou zangadas, pode provocar um ataque cardíaco. Em 2014, a Alemanha venceu a Argentina na final do Campeonato Mundial de …

PSD aprovou lei que mantém libertação de presos

Num texto conjunto com o PS, no ano passado, o PSD propôs que a vigência do regime de perdão de penas no âmbito da covid-19 terminasse "na data a fixar em lei própria". O líder do …