Impedir advogados de utilizar telemóveis “é inaceitável”

Manuel de Almeida / Lusa

O juiz Ivo Rosa

O Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados considera que a determinação do juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, viola a liberdade do exercício da profissão.

Através de um comunicado, o presidente do Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados indicou que a decisão do juiz Ivo Rosa de não permitir a utilização de telemóveis e outros equipamentos na última sessão da fase de instrução viola o exercício de liberdade da profissão.

O responsável garantiu ainda que o Conselho Regional tem “o firme propósito de intervir, sem hesitações, para salvaguarda e preservação de direitos dos advogados” e lembrou que o Estatuto dos Advogados prevê que “os advogados têm direito de requerer a intervenção da Ordem dos Advogados para defesa dos seus direitos ou dos legítimos interesses da classe”.

Citado pelo Diário de Notícias, o Conselho Regional admite que possa haver outras razões mas aponta que “publicamente, a conduta do senhor magistrado foi interpretada como uma atribuição de responsabilidade aos Advogados pelas fugas de informação do mencionado processo”.

“Ora, é inaceitável que sejam os advogados publicamente responsabilizados pelas fugas de informação de um processo que, desde o início, gira apelidado de ‘Operação Marquês’ e durante a fase de inquérito em que os advogados não tinham acesso ao processo, foi objeto de constantes violações do segredo de justiça e sistemáticos atropelos aos direitos de defesa dos arguidos nele visados”, lê-se no comunicado.

Além disso, o órgão recorda que, no âmbito deste processo, houve “detenções em direto” e reproduções televisivas de inquirições a arguidos e testemunhas, “sem que nada se passasse” e tudo “com pelo menos a complacência de quem tinha o dever de preservar o segredo de justiça, ao invés de permitir a sua completa devassa“.

Desta forma, “não pode por isso o Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados deixar de rechaçar qualquer tipo de imputação que, direta ou indireta, sobre os advogados faça recair o odioso da mediatização de mais um processo judicial, ante a completa impotência dos seus titulares na fase de inquérito, quando tudo se iniciou, de impedir a sua escalada”.

A estrutura defende ainda que a prática da advocacia “não é dissociável do uso de equipamentos eletrónicos como telemóveis, tablets e outros equipamentos portáteis que constituem instrumentos de trabalho que permitem o registo e armazenamento de informação e o acesso a bases de dados de suporte à atividade dos advogados em tempo real”.

A privação destes equipamentos “viola a liberdade de exercício da profissão plasmada no art.º 69.º do Estatuto da Ordem dos Advogados”, aponta o Conselho Regional, citado pelo diário.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. aqui temos o “autoritarismo” das Entidades, ou seja, o Estado Marxista!
    O Sr. Juiz não tem “Provas” que os Advogados sejam o “culpados” da fuga de informação.
    Trata-se aqui do “Livre Arbitrio”, ou seja a “imaginação”, o desrespeito por tudo, incluindo o Estado de Direito.
    A “Democracia” portuguesa escreve-se “aicarcomeD”!

  2. Esta justiça está uma mísera, em qualquer outro país minimamente sério e justo, estes criminosos já estavam há muitos anos a apodrecer numa prisão e tinham-lhe sacado tudo! Aqui roubam o pobre povo, não são presos e ainda gozam na nossa cara com recursos e mais recursos, enquanto isso os contribuintes continuam a pagar, coloquem os olhos no Madof e vejam o que lhe aconteceu! Não se consta que anda a dar entrevistas a dizer que é inocente ou que recebeu heranças milionárias!

RESPONDER

Nuno Mendes e João Félix fora do jogo com a Alemanha

Os jogadores Nuno Mendes e João Félix vão ficar fora do jogo deste sábado frente à Alemanha devido a uma mialgia muscular. Ambos vão assistir ao encontro na bancada e devem recuperar a tempo de defrontar …

Antigo governador civil desmente Medina (que explicou sem explicar o envio de dados a embaixadas)

O último governador civil de Lisboa, o socialista António Galamba, desmente Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, no âmbito das conclusões da auditoria ao envio de dados de manifestantes para embaixadas estrangeiras. E há …

Portugueses burlados em Munique. PSP alerta para a venda de bilhetes falsos

No dia em que Portugal joga contra à Alemanha na capital da Baviera, a PSP alertou que vários portugueses estão a ser burlados com a venda de bilhetes falsos para a partida. O intendente Pedro Colaço …

Correos Express "passa a perna" aos CTT. Empresa quer conquistar Portugal para ter oferta ibérica na Ásia

A empresa espanhola concorrente dos CTT está a monopolizar as entregas ibéricas. Em 2019, comprou 51% da unidade de transporte expresso do grupo logístico Rangel e quer ter centros de distribuição em todo os distritos …

Autoridades passam 25 multas no primeiro dia de confinamento em Lisboa

As autoridades policiais passaram 25 autos de contraordenação no primeiro dia de confinamento da Área Metropolitana de Lisboa. Desde as 15h da tarde de ontem que é proibido entrar ou sair da AML, embora existam várias …

Ricardo Salgado queria afastar juíza por ser sobrinha de Ana Gomes

Um dos julgamentos que Salgado enfrenta é no Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão (TCRS) de Santarém por causa de coimas que lhe foram aplicadas pelo Banco de Portugal. O ex-banqueiro tentou atrasar o julgamento …

Afinal, Darwin poderá ter-se enganado em relação à seleção sexual

Um novo estudo sugere que Charles Darwin poderá ter-se enganado parcialmente em relação à teoria da seleção sexual. Charles Darwin foi um cientista cuidadoso. Em meados do século XIX, enquanto procurava evidências para a sua teoria …

“Não temos um presidente". Moedas arrasa Medina após divulgação da auditoria à CML

A auditoria interna da Câmara Municipal de Lisboa, apresentada ontem por Fernando Medina, está longe de pôr fim à polémica em torno do envio de dados pessoais de manifestantes a embaixadas estrangeiras. O presidente da Câmara …

"Fui sujeito a pressões, intimidações e ameaças". António Oliveira desiste de candidatura à Câmara de Gaia

Esta sexta-feira, numa reunião de emergência, António Oliveira, candidato à Câmara de Vila Nova de Gaia, anunciou ao líder do PSD, Rui Rio, a sua desistência da corrida eleitoral. António Oliveira tinha sido a escolha de …

Marcelo pede a portugueses "noção" sobre momento de transição

O Presidente da República destacou a importância "de as pessoas terem a noção" do momento de transição" na pandemia em Portugal, sublinhando as vacinas como resposta. A campanha de vacinação justifica o "momento de transição" que …