Identificada professora suspeita de fuga de informação no exame de português

Já foi identificada pelas autoridades a professora que terá sido responsável por divulgar informações acerca do exame nacional de português, que o mês passado circularam nas redes sociais, dias antes do exame nacional da disciplina.

Segundo o jornal Expresso, a origem da fuga de informação é uma professora de uma escola pública da região de Lisboa, que esteve envolvida na preparação dos exames nacionais.

A docente identificada dá explicações de português a alunos do ensino secundário, e numa destas explicações particulares a um grupo de alunos terá divulgado informações relativas ao exame nacional da disciplina.

Antes de entrarem nas salas para o exeme em causa, muitos alunos já sabiam os temas que iam encontrar, através de uma gravação de áudio feita por uma aluna, que divulgou um ficheiro na rede social WhatsApp em que descrevia algumas das informações que tinha obtido pela explicadora de uma amiga.

“Ó malta, eu falei com uma amiga minha cuja explicadora é presidente do sindicato de professores, que é uma comuna, e diz que ela precisa mesmo, mesmo, só de estudar Alberto Caeiro e contos e poesia do século XX.
Basicamente, ela sabe todos os anos o que é que sai e este ano inclusive. Pediu para ela treinar uma composição sobre a importância da memória e outra sobre a importância dos vizinhos no combate à solidão. Pronto, basicamente é isto, se não sair, não tenho nada a ver com isto, ok?

Terá sido Miguel Bagorro, professor na Escola Secundária Luísa de Gusmão, em Lisboa, a denunciar a gravação ao Ministério da Educação, que encaminhou a situação ao Ministério Público.

“Na altura não liguei, até porque todos os anos há boatos a circular sobre o que vai sair nos exames. Mas quando vi o que saiu na prova, fiquei estupefacto. O que foi dito na gravação foi exatamente o que saiu. Logo nesse dia, escrevi uma denúncia ao Ministério da Educação”, contou Miguel Bagorro.

Ainda de acordo com o Expresso, não é a primeira vez em que esta professora está envolvida em polémica relacionada com divulgação de informações sobre os exames nacionais.

Em provas anteriores, terá havido já suspeitas não comprovadas de que a docente, que é há vários anos uma das que prepara o exame nacional de língua portuguesa, tinha informado os seus alunos da matéria a ser incluída no exame.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • Caro Victor,

      Já que estamos a falar de português convém mencionar que deveria ter escrito à em vez de á. Só estou a mencionar o caso porque, na minha opinião, é um erro muito fácil de evitar. Basta lembrar sempre que SÓ EXISTE à 🙂
      Sempre que aparecerem dúvidas basta pensar que á não existe, ou melhor, só se usa quando nos estamos a referir ao nome da letra A.

    • Sem dúvida…
      Penso que essa professora se esqueceu da globalização e internet… tudo se sabe em pouco tempo, basta uma fugazinha….
      E como óbvio… mais uma vez existem informações que apenas uns têm acesso… como aconteceu no BPN, no BES, Montepio, etc… em que alguns souberam uns dias antes e os outros perderam muito.

RESPONDER

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …

Relógio em Nova Iorque mostra o tempo restante para reverter efeitos do aquecimento global

O Metronome, icónico relógio digital de Nova Iorque, deixou de mostrar o tempo do dia-a-dia e mostra agora o tempo restante que o nosso planeta tem para reverter os efeitos do aquecimento global. O relógio digital …