Hyperloop: o comboio mais rápido que avião passou o primeiro teste

Uma startup norte-americana construiu, no deserto do Nevada, a norte de Las Vegas, a primeira pista de testes em larga escala para o Hyperloop, o sistema de transportes revolucionário inventado por Elon Musk.

A startup Hyperloop One acelerou um veículo de testes numa via férrea em velocidades de quase 500 km/h, utilizando a tecnologia de propulsão do Hyperloop. O resultado foi algo parecido com uma montanha-russa muito rápida.

O Hyperloop é um meio de transporte revolucionário cujo conceito teórico foi inventado em 2012 pelo visionário dono da Tesla e SpaceX, Elon Musk.

Em 2013, Elon Musk apresentou o design alpha do seu Hyperloop como um sistema terrestre de cápsulasde alumínio disparadas a alta velocidade em tubos de aço elevados sobre pilares, super rápido e seguro, que nos pode levar do Porto a Faro em 30 minutos.

“Este sistema novo de transportes que tenho em mente, nunca terá acidentes, é imune ao tempo e anda 3 a 4 vezes mais rápido que um comboio de alta velocidade. Pode partir exactamente à hora a que chegamos para o apanhar, e levar-nos de Los Angeles a São Francisco (552km) em 30 minutos. Custaria muito menos que um bilhete de avião ou viagem de carro, porque poderia ser movido a energia solar e ser auto-suficiente. É um quinto meio de transporte, depois do carro, barco, comboio e avião. Isto é possível, absolutamente”.

Na altura, Elon Musk cedeu os direitos da sua invenção e desafiou a humanidade a pegar na ideia para revolucionar o conceito de transporte interurbano terrestre.

Um grupo de visionários aceitou o desafio de Musk, e criou a Hyperloop One.

Usando um motor linear eléctrico para acelerar um veículo em hyperloop, os engenheiros da Hyperloop One realizaram agora um “teste de propulsão ao ar livre”, ou POAT, o primeiro teste em larga escala do que pode vir a ser o Hyperloop.

O veículo de teste, chamado de “trenó”, acelera dos 0 aos 160 km/h em cerca de um segundo – uma aceleração de uma força de cerca de 2.5Gs.

Hipoteticamente, o mesmo motor pode permitir a um veículo que seja melhor projectado do ponto de vista aerodinâmico alcance velocidades de mais de 1.100 km/h num tubo a baixa pressão.

O vice-presidente de engenharia da Hyperloop One, Josh Geigel, explica o uso de um sistema de propulsão eletromagnético. ”Ao contrário dos motores típicos, este não tem partes móveis”, diz Geigel, citado pelo Gizmondo.

Hyperloop One

-

Giegel descreve os motores como “lâminas” com cerca de 60 cm de altura por 15 cm de largura, que, quando alimentadas, criam energia electromagnética que reage com o veículo e o “empurra”.

Isso faz com que o Hyperloop seja semelhante a um motor de indução linear como os que se encontram nas montanhas-russas mais modernas, com carros a velocidades muito altas.

Mas ao contrário dos motores utilizados nas montanhas-russas ou nos comboios de alta velocidade, o ambiente de quase vácuo criado no tubo do Hyperloop diminui dramaticamente a fricção e reduz o número de motores necessários.

Ou seja, o trenó do Hyperloop só precisa de ter motores instalados na pista… de 80 em 80 km.

O Huperloop está a chegar. E está a chegar muito depressa.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais um titulo dos “bons”!…
    1º – Depende do avião…
    2º – O TGV, em Maio 1990 bateu o record de 515,3 km/h e em Abril 2007 atingiu 574,8 km/h

RESPONDER

Toronto apresenta providência cautelar contra projeto que constrói "casas" para os sem-abrigo

Um carpinteiro canadiano decidiu construir abrigos para as pessoas que vivem nas ruas de Toronto. A autarquia considerou que são perigosos e apresentou uma providência cautelar. De acordo com a empresa de media Vice, Khaleel Seivwright, carpinteiro …

Trinta anos depois, MI6 pede desculpa por ter banido espiões gays

Richard Moore pediu desculpa " pela forma como colegas e concidadãos LGBT+ foram tratados", tendo-lhes sido negada a oportunidade de servir o país no MI6. O chefe do MI6, o serviço secreto de inteligência do Reino …

Já foram administradas 837.887 vacinas em Portugal

Um total de 837.887 vacinas contra a covid-19 foram administradas em Portugal desde 27 de dezembro, quando foi dada a primeira dose, indicou o Ministério da Saúde este sábado. Num comunicado de balanço do processo de …

Pintura de Van Gogh de Paris nunca antes vista exibida pela primeira vez

Uma pintura de Vincent Van Gogh de uma rua de Paris foi exposta pela primeira vez depois de passar mais de 100 anos "escondida" pelos seus proprietários. Uma cena de rua em Montmartre, em Paris, pertenceu …

Rúben Dias estreia-se a marcar pelo City no triunfo sobre o West Ham

O internacional português estreou-se a marcar pelo Manchester City, na vitória por 2-1, da equipa que lidera confortavelmente a liga inglesa de futebol frente ao West Ham, na 26.ª jornada da prova. No estádio Etihad, em …

Imagens mostram construção de instalação nuclear secreta em Israel

Está a ser construída uma instalação nuclear secreta em Israel, diz a Associated Press depois de analisar imagens de satélite. Os trabalhos estão a decorrer a poucos metros do antigo reator do Centro de Pesquisa …

Supremo confirma prisão efetiva de cinco anos e oito meses de João Rendeiro

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou a nulidade do acórdão que proferiu em janeiro e confirmou, assim, a condenação do antigo presidente do BPP. Num acórdão datado da passada quarta-feira, e a que a agência …

Portugal regista mais 33 mortes e 1071 novos casos de covid-19

Portugal registou, este sábado, mais 33 mortes e 1071 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 1071 novos …

Ana Gomes revela que Europol está pronta para investigar o Chega

A Europol está disponível para "ajudar as autoridades portuguesas" a investigar eventuais ligações do Chega de André Ventura a "actividades criminais internacionais". É Ana Gomes quem o revela depois de ter enviado uma participação ao …

João Almeida termina Volta aos Emirados no pódio, o seu primeiro numa prova do World Tour

O ciclista português, da equipa Deceuninck-QuickStep, assegurou, este sábado, o primeiro pódio numa prova do World Tour, ao ser terceiro na Volta aos Emirados Árabes Unidos, após a sétima e última etapa. João Almeida concluiu a prova …