//

O Hyperloop revelado: Elon Musk apresenta o seu transporte revolucionário

1

Elon Musk, o visionário empresário que fundou o PayPal, a Tesla e a SpaceX, apresentou finalmente ao mundo o design alpha do seu Hyperloop, o projecto de um 5º meio de transporte terrestre super rápido e seguro, que o pode levar do Porto a Faro em 30 minutos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Musk deixou meio planeta na expectativa e a comunidade científica a especular quando o ano passado anunciou a sua visão: um novo sistema de transportes que nunca terá acidentes, é imune ao tempo e anda 3 a 4 vezes mais rápido que um comboio de alta velocidade, que parte da estação exactamente à hora a que chegamos para o apanhar,  e que nos permitiria fazer Los Angeles – São Francisco (552km) em 30 minutos. Custaria muito menos que um bilhete de avião ou viagem de carro, porque poderia ser movido a energia solar e ser auto-suficiente.

Esta segunda feira, em São Francisco, na Califórnia, Elon Musk apresentou o seu projecto, cujos detalhes publicou no seu blog na Tesla: o Hyperloop é um sistema de cápsulas (‘pods’) de alumínio disparadas a alta velocidade em tubos de aço elevados sobre pilares.

As cápsulas ‘levitam’ a baixa pressão (um milésimo da pressão atmosférica sentida ao nível do mar) sobre um ‘colchão de ar’ e podem chegar a velocidades de 1.200 km/h: um pouco menos que a velocidade do som, 1.234 km/h.

SpaceX

O Hyperloop é um sistema de cápsulas de transporte disparadas a alta velocidade em tubos pressurizados

Os tubos de aço são sustentados em pilares colocados de 30 em 30 metros, formando uma corrente contínua entre duas estações, e são alimentados por energia solar. Musk afirmou há alguns meses que o sistema seria terrestre ou subterrâneo, mas o design alpha do Hyperloop apenas mostra a versão elevada.

Lembra-se de Futurama?  É isso mesmo.

SpaceX

Os tubos do Hyperloop são sustentados em pilares colocados a cada 30 metros formando uma corrente contínua entre duas estações e alimentados por energia solar

Os tubos do Hyperloop são sustentados em pilares colocados a cada 30 metros formando uma corrente contínua entre duas estações e alimentados por energia solar

O Hyperloop é uma mistura de Concorde terrestre com um canhão eletromagnético numa mesa de hockey aéreo. O projecto foi desenvolvido com a ajuda de uma pequena equipa que, como seria de esperar, junta conhecimento das diferentes empresas de Musk: motores electricos da Tesla, tecnologia aeronáutica da SpaceX e painéis solares da SolarCity, empresa a que Elon preside.

Além de outros aspectos inovadores, um detalhe genial pode ser a chave para tornar o projecto viável: o custo do sistema de levitação está no pod, não na pista. Cada um dos pods usará um compressor de ar que transfere activamente a pressão do ar da frente para a traseira do veículo.

Musk diz que não tem planos para construir ele próprio o sistema, mas publicou no site da SpaceX um documento com os detalhes técnicos para que qualquer pessoa, empresa, entidade ou governo possa avançar com o empreendimento.

Se ninguém avançar, Elon vai pegar no projeto e construir um protótipo.

PUBLICIDADE

Segundo Elon Musk, o custo de construir um Hyperloop é 10 vezes menor do que qualquer um dos astuais sistemas de TGV, e seria economicamente viável para qualquer viagem de menos de 1.500 km. A partir dessa distância, as viagens aéreas supersónicas tornam-se mais rentáveis e práticas.

Mais rápido, mais barato e mais seguro são ideias suficientemente fortes para chamar a atenção de todo o mundo. Mas o post de Elon Musk acrescenta ainda um detalhe que antes não tinha sido referido, a que certamente todo Californiano em particular dará a sua maior atenção: o Hyperloop será resistente a tremores de terra.

Mas o novo sistema promete provocar um verdadeiro terramoto nos nossos meios de transporte de massa.

AJB, ZAP

1 Comment

  1. isto nao é novidade nem ele é pioneiro. Ja varios paises e empresas pensaram nisso ou tem projectos para isso e ja em fase avançada. A Virgin parece que ja avançou, a India supostamente ja esta a criar, a Russia, …etc.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.