Do Porto a Faro em 30 minutos. Que está Elon Musk a preparar agora?

E se houvesse um sistema terrestre de transportes movido a energia solar, que nunca tem acidentes, anda 2 vezes mais depressa que um avião, e que parte exactamente à hora a que chegamos para o apanhar?

Esta é a proposta de Elon Musk, o visionário bilionário que fundou o PayPal, a Tesla e a SpaceX, que vai ser apresentada no dia 12 de Agosto: o Hyperloop, um quinto meio de transporte, depois do carro, barco, comboio e avião.

Qualquer outro que apresentasse uma ideia tão revolucionária como esta seria considerado um louco. Mas Elon Musk não é um qualquer. O visionário de 42 anos, de origem norte americana / sul-africana,  começou a mudar o nosso o mundo em 2000 quando inventou o PayPal uma forma de os utilizadores da internet fazerem transacções comerciais sem usar cartão de crédito.

Em 2002 Musk vendeu o Paypal ao eBay e tornou-se bilionário. Mas não ficou parado a aproveitar a fortuna numa ilha das Caraíbas.

Em 2003, Musk usou parte da  fortuna e fundou a Tesla Motors, com uma proposta revolucionária: construir carros eléctricos tão velozes como os seus primos de combustão, mas com uma autonomia comparável.

Juntar estas duas características num só carro elétrico parecia impossível, mas Musk pegou no design original de um motor elétrico de Nicola Tesla, de 1882(!), e adaptou-o para construir os seus carros: o Tesla Model S, um familiar de luxo totalmente elétrico, e o Tesla Roadster, o primeiro desportivo eléctrico. Bonitos, rápidos, com autonomia, amigos do ambiente – apenas ainda um pouco caros.

Com o resto da fortuna que ganhou com a venda do PayPal, Elon Musk lançou-se também em 2002 em outro dos seus sonhos impossíveis que se transformam em realidade: a SpaceX (Space Exploration Technologies Corporation), uma companhia de transportes espaciais, concorrente da Virgin Galatic de Richard Branson.

A SpaceX desenvolveu os seus próprios foguetões lançadores Falcon e a nave Dragon, entrando para a história em 25 de Maio de 2012 ao ser a primeira companhia totalmente privada a entregar um carregamento na Estação Espacial Internacional (ISS), levado numa Dragon.

Pois é este mesmo Elon Musk que há um ano, em 12 de Julho, anunciou ao mundo a sua nova visão, o Hyperloop:

“Este sistema novo de transportes que tenho em mente, nunca terá acidentes, é imune ao tempo e anda 3 a 4 vezes mais rápido que um comboio de alta velocidade. Pode partir exactamente à hora a que chegamos para o apanhar, e levar-nos de Los Angeles a São Francisco (552km) em 30 minutos. Custaria muito menos que um bilhete de avião ou viagem de carro, porque poderia ser movido a energia solar e ser auto-suficiente. É um quinto meio de transporte, depois do carro, barco, comboio e avião. Isto é possível, absolutamente”.

Isso seria algo como fazer Porto-Faro em 30 minutos. Sem filas nem check-in. Elon só pode estar louco.

Mas no dia 15 de Julho, Elon anunciou no seu Twitter que no dia 12 de Agosto irá finalmente mostrar ao mundo o design da versão ‘alfa’ do seu ‘Hyperloop’.

Ninguém sabe ao certo o que é o Hyperloop de Musk, e todo o mundo ligado ao tema – na realidade, a muitos temas, desde os transportes e a energia até à ficção científica – estão a especular.

Sites como o GizMag, o Slate, ou o Extreme Tech estão a lançar ideais e suposições que vão desde a ‘levitação acústica‘, um ‘Lofstrom Loop‘, e até sistemas de ‘lançamento sub-orbital’.

A melhor aposta até agora parece ser a do engenheiro John Gardi, que propõe um circuito extra em cada extremidade do ‘loop’ para fazer o embarque e a aceleração para o ‘loop’ principal:

John Gardi

Modelo teórico do Hyperloop de John Gardi

Modelo teórico do Hyperloop de John Gardi

Musk diz apenas que o Hyperloop é uma espécie de mistura de Concorde terrestre com um canhão eletromagnético numa mesa de hockey aéreo, garante que o sistema não é um túnel – tanto pode ser usado à superfície como no subsolo – e não usa vácuo. Até porque um furinho no sistema de vácuo e bum, lá se iria o ‘à prova de acidente’.

Pela descrição de Musk, o sistema vai buscar as suas bases na Tesla, não na SpaceX.

Resta aguardar pelo dia 12, para que Elon Musk nos revele o seu Hyperloop. O que quer que seja, a sua importância poderá ser enorme e revolucionar o nosso conceito de transporte de massas – algo tanto mais importante quanto nos últimos dias as notícias de engarrafamentos de 300km para entrar em São Paulo, no Brasil, e de acidentes trágicos como o de um comboio descarrilado em Espanha e um autocarro em Itália, fazem-nos ter a certeza disto: precisamos de algo que mude de novo o nosso Mundo.

E se há alguém capaz de o fazer – outra vez – é Elon Musk.

AJB, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Muitas excelentes invenções de Nikola Tesla já poderiam ter chegado até todos nós mais cedo se as agências secretas norteamericanas não tivessem roubado todo o seu material e apontamentos quando morreu. Primeiro são usadas pelos militares, só depois chega à população.
    Já podíamos ter tido electricidade wireless GRÁTIS há muito muito tempo…(!sim wireless e grátis,eram os seus planos originais). A bateria que este senhor Elon Musk “inventou” tb não é novidade nenhuma. Só para quem desconhece o magnífico trabalho de Nikola Tesla, um dos maiores génios que já viveu à face da Terra.

RESPONDER

Com uma nova subida de preços na segunda-feira, portugueses correm às bombas

Com o anúncio do Governo da redução do ISP, e um possível aumento do preço dos combustíveis já na próxima semana, os portugueses estão a aproveitar o fim-de-semana para abastecer. Na sexta-feira, o Governo anunciou a …

O candidato às eleições presidenciais das Filipinas Ferdinand Marcos Jr.

Ferdinand-Duterte: Eleições filipinas podem pôr duas dinastias frente-a-frente (ou lado a lado)

Ferdinand Marcos Jr. é filho de um antigo ditador filipino. Agora é candidato às eleições presidenciais e poderá enfrentar a filha de Rodrigo Duterte, Sara, ou até aliar-se a ela. Ainda faltam mais de seis meses …

Recuperados da covid-19 vão poder tomar segunda dose se for preciso para viajar

A diretora-geral da Saúde revelou, este sábado, que os recuperados da covid-19 vão agora poder tomar uma segunda dose da vacina, caso seja preciso para poderem viajar. Esta semana, o Jornal de Notícias tinha avançado que …

Líder do PCP diz que problemas do país "não se resolvem com dramatizações"

O secretário-geral do PCP defendeu, este sábado, que os problemas do país "não se resolvem com dramatizações ou com o agigantar de dificuldades sobre o futuro", numa crítica ao Governo. Num discurso de quase 30 minutos …

Marcelo fez o que podia para prevenir crise política. Agora, fica à espera do diálogo

O Presidente da República transmitiu, este sábado, que fez em público e privado o que podia para prevenir junto dos partidos uma crise política e afirmou que espera diálogo sobre o Orçamento do Estado nos …

Candidato do Chega detido por tentativa de homicídio de família sueca

O suspeito da tentativa de homicídio de uma família sueca em Moura, Beja, foi candidato do Chega à freguesia de Póvoa de São Miguel nas últimas eleições autárquicas. O líder do partido já condenou este …

A judoca Bárbara Timo

Judoca Bárbara Timo conquista ouro nos -63kg no Grand Slam de Paris

A judoca portuguesa Bárbara Timo conquistou, este sábado, a medalha de ouro no primeiro dia do Grand Slam de Paris, na sua estreia na categoria -63 kg em provas do circuito mundial. Bárbara Timo, de 30 …

Afinal, o início do Universo pode nunca ter realmente existido

Investigador português da Universidade de Liverpool partiu da teoria dos conjuntos causais para pôr em causa alguns dos conceitos mais importantes na complexa evolução do Universo. A ideia de que o nosso universo foi criado através …

Exoplaneta gigante conseguiu sobreviver à morte da sua estrela

Cientistas encontraram um exoplaneta gigante que parece ter conseguido sobreviver à morte da sua estrela, orbitando neste momento uma anã branca. As anãs brancas são o processo final de estrelas e chegam a ser tão densas …

Homem budista a meditar

O tukdam - um estado mental "meio-morto" dos monges budistas - é o novo fascínio da ciência

Os monges budistas conseguem chegar a um estado de meditação tão profunda que não é detectada qualquer actividade cerebral. No Budismo no Tibete, há um conceito mítico conhecido como "thukdam" ou "tukdam". Acredita-se que este é …