Hospital de S.João vacina mais de 2000 profissionais no próximo domingo. Já prepara terceira vaga

Manuel Fernando Araújo / Lusa

Hospital de Campanha no São João, Porto

Numa entrevista concedida ao Público, o presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar e Universitário São João, Fernando Araújo, revelou que prevê que a vacinação de cerca de dois mil profissionais demore 10 horas e fique concluída logo no domingo.

Fernando Araújo disse na entrevista ao jornal Público que a maior parte dos profissionais de saúde do Hospital de São João, entre 90 a 95%, quer ser vacinado contra a covid-19.

A ânsia pela tão desejada vacina já se faz sentir nos corredores do maior hospital do Porto. No próximo domingo serão já administradas cerca de 2280 vacinas aos profissionais da linha da frente deste hospital.

O responsável pela administração do hospital afirma que a equipa está a “preparar uma operação de elevada complexidade para tentar que no domingo se possa vacinar no mesmo dia cerca de dois mil profissionais. A estrutura está a ser montada. E três semanas depois faremos a segunda toma”, afirma.

As expectativas são altas e espera-se que, se tudo correr bem, o processo de vacinação do próximo domingo, dia 27 de dezembro, ocorra em apenas 10 horas. “Estamos a falar de 20 a 30 postos, vamos transformar todo o sector de consultas externas numa vasta área de vacinação”, revela o médico.

Questionado sobre se as farmácias deviam ser envolvidas neste processo, o presidente da administração do hospital concorda que sim e relembra que “os utentes têm enorme confiança nos farmacêuticos e as farmácias, pois estes têm experiência na administração de vacinas e em colaborar com o Serviço Nacional de Saúde”. Contudo, realça que “nesta primeira fase faz sentido serem os serviços de saúde ocupacional a coordenar todo o processo”.

Na mesma entrevista, Fernando Araújo revela que o Centro Hospitalar e Universitário de São João está a preparar-se para uma eventual terceira vaga da pandemia já em Janeiro.

“É previsível que possa haver uma terceira vaga. Esperemos que não, mas estamos a preparar-nos claramente para uma terceira vaga, já em Janeiro. Temos que nos preparar para os piores cenários. É previsível que aumente a pressão na urgência e no internamento em meados, por isso não desmobilizamos a máquina toda”, explica o ex-secretário de Estado adjunto da Saúde.

O médico discorda também da forma como foram entregues os prémios aos profissionais de saúde e critica o centralismo de Lisboa, referindo-se ao assunto com “alguma desilusão”, sublinhando ainda “que o prémio deveria ser atribuído de uma forma global aos que estiveram a trabalhar”.

Araújo está também “muito preocupado” com os doentes não covid-19 e adianta que as listas de espera no São João diminuíram 50% devido à diminuição da referenciação por parte dos centros de saúde e às faltas dos doentes, que duplicaram durante a pandemia.

“Na cardiologia e na oncologia foram referenciados menos um em cada três doentes em comparação com a média dos últimos anos. Estamos a perder doentes”, lamenta o médico.

Ana Moura, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Profissionais de saúde começam hoje a receber segunda dose da vacina

Até sexta-feira, tinham sido vacinadas 106 mil pessoas em Portugal continental, incluindo utentes e funcionários de lares de idosos. Os primeiros profissionais de saúde que foram vacinados contra a covid-19 no final do ano vão começar …

Garcia de Orta alerta para risco de pré-catástrofe. Hospital de Loures com doentes ventilados na urgência

O Hospital Garcia de Orta (HGO), em Almada, apresentava, este sábado, um total de 169 doentes com covid-19 internados, dos quais 18 em cuidados intensivos. Já o Hospital de Loures tinha 187 doentes com covid-19 …

Os novos robôs da Samsung fazem pequenas tarefas domésticas (e ainda lhe servem um copo de vinho)

O Samsung Galaxy S21 não é a única surpresa que a empresa tem preparada para 2021. A Samsung apresentou algumas propostas de robôs domésticos, na primeira grande feira de tecnologia do ano. A Samsung levantou um …

Cientistas desenvolveram mini-cérebros (quase) humanos

Cientistas norte-americanos enviaram para a Estação Espacial Internacional (EEI) aglomerados de células nervosas, chamadas de mini-cérebros, que estão, agora, a desenvolver-se de formas que os investigadores não imaginavam ser possível. Os organóides foram criados a partir …

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …