Governo decide hoje novas medidas para controlar a pandemia. Partidos estão divididos

portugal.gov

O Conselho de Ministros reúne-se este sábado para decretar “ações imediatas” de controlo da pandemia, um dia depois de o primeiro-ministro ter recebido os partidos com assento parlamentar com vista a um consenso sobre estas decisões.

Perante o agravamento da situação a nível nacional, o primeiro-ministro reuniu-se sexta-feira com os partidos com assento parlamentar, enquanto o ministro da Economia recebeu os parceiros sociais sobre as possíveis medidas de contenção.

Não excluímos à partida nenhuma medida possível, mas entendemos que devemos adotar as medidas que perturbem o mínimo possível a vida pessoal, social e económica. Devemos ter em conta um segundo elemento que tenho procurado transmitir: Estamos perante uma corrida de longo curso e, portanto, não podemos gastar todo o esforço nem todas as medidas nos primeiros momentos”, disse na quinta-feira António Costa.

A reunião extraordinária do Conselho de Ministros, que começa às 10:00, no Palácio da Ajuda, realiza-se um dia depois de o país ter ultrapassado os recordes desde o início da pandemia covid-19 com o registo de 40 mortos, 4.656 infetados e 1.927 doentes internados, 275 dos quais em cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Em cima da mesa para discussão estarão várias possibilidades, entre as quais o recolhimento obrigatório e o alargamento das restrições impostas em Paços de Ferreira, Felgueiras e Lousada a mais municípios, segundo adiantou, na sexta-feira, o ministro da Economia, Siza Vieira, que recusou um confinamento geral.

Segundo o PAN, o Governo pondera decretar um confinamento geral mas apenas na primeira quinzena de dezembro, para preservar o período de Natal. Contudo, o dirigente do PAN André Silva adiantou que essa medida não foi apresentada como sendo certa e frisou que requer vigência do estado de emergência.

De acordo com o líder da Iniciativa Liberal, Cotrim Figueiredo, o Governo admitiu na audiência de sexta-feira a possibilidade ser imposto o recolher obrigatório em concelhos em que a taxa de incidência atinja os 240 por cem mil habitantes.

Pelo PSD, Rui Rio alertou que a situação atual é “ainda mais grave” do que a verificada em março e disse que o país não viverá um confinamento geral porque a economia do país não o permite. O PSD, disse, estará sempre “do lado da solução”, caso o Governo proponha um novo estado de emergência.

Já a coordenadora do BE, Catarina Martins, afastou para já a necessidade de um novo estado de emergência, defendendo que o Governo deve utilizar toda a capacidade instalada na saúde, se necessário recorrendo à requisição civil dos setores privado e social.

O PCP, pela voz do secretário-geral, Jerónimo de Sousa, apontou que o executivo liderado por António Costa deve tomar medidas “proporcionais” e com “pedagogia”, avisando que não se pode transformar um problema de saúde “num caso de polícia”.

Entre os partidos recebidos pelo primeiro-ministro na sexta-feira, o PEV defendeu que será contra qualquer medida que atente contra os direitos, liberdades e garantias dos cidadãos e, sobre a possibilidade de ser decretado novo estado de emergência, advertiu que “é necessário mais pedagogia, mais campanha e mais esforço” em matéria de qualidade de vida dos portugueses.

Pelo Chega, partido que entregou junto do Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa uma “intimação para a defesa de direitos, liberdades e garantias” contra a proibição de circulaçao entre concelhos no território nacional, (que vigora desde hoje até ás 06:00 do dia 03 de novembro), André Ventura criticou a possibilidade de aplicar as regras já em vigor em Paços de Ferreira, Lousada e Felgueiras em todo o território nacional, considerando que isso seria “uma injustiça“.

Em relação à possibilidade de haver um novo confinamento geral na primeira quinzena de dezembro, André Ventura considerou que “não se justifica e pode até ser contraproducente”.

O estado de emergência foi decretado, por 15 dias, de 19 de março a 2 de abril de 2020 e foi renovado por duas vezes, vigorando até 2 de maio passado. Portugal está desde o dia 14 de outubro em situaçao de calamidade em todo o território nacional.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …

Mais de 100 mil crianças morreram com VIH e 320 mil ficaram infetadas. A pandemia pode piorar o cenário

De acordo com um relatório da UNICEF, a cada 100 segundos uma criança ou jovem com menos de 20 anos foi infetado pelo VIH no ano passado. Com os novos dados, o número total de …

Animação mostra como foram construídas as pontes do século XIV

Construir uma ponte sobre a água parece uma tarefa complicada e a verdade é que, apesar dos inúmeros avanços tecnológicos, os fundamentos pouco alteraram desde os tempos medievais. A Ponte Carlos tem 618 anos, mas não …

Médicos sem Fronteiras deixam hospital da Venezuela devido a restrições

A Médicos sem Fronteiras (MSF) vai se retirar de uma colaboração com um hospital venezuelano que visa tratar pacientes com covid-19 devido a restrições na entrada de especialistas no país, informou a organização na terça-feira. A …

O novo amplificador de guitarra tem maior capacidade de encaixe (e é mais poderoso)

Em 2016, o engenheiro eletrónico Chris Prendergast lançou um projeto Kickstarter para o amplificador de guitarra portátil JamStack. Este encaixava-se num pino de correia e emitia sons gerados por um smartphone. Agora foi lançada a …

Etiópia. Comissão de direitos humanos denuncia massacre de 600 civis na região de Tigré

A organização independente que investiga acusações de violência contra civis na Etiópia corroborou o relatório da Amnistia Internacional que denunciou a chacina de pelo menos 600 pessoas na região de Tigré, no Norte do país. Segundo …