Mesmo tema, opositor diferente. Hidrogénio provoca troca de críticas entre Galamba e Salvador Malheiro

André Kosters / Lusa

O deputado do Partido Socialista (PS), João Galamba

Esta segunda-feira, João Galamba, secretário de Estado da Energia, e Salvador Malheiro, vice-presidente do PSD, envolveram-se numa discussão acesa na rede social Twitter por causa de uma publicação do social-democrata sobre o plano nacional para o hidrogénio.

A discussão surge dias depois de a resolução do Conselho de Ministros que aprova o Plano Nacional do Hidrogénio ter sido publicada em Diário da República e o Presidente da República ter promulgado o decreto-lei que estabelece a organização e o funcionamento do sistema nacional de gás.

Na rede social Twitter, o vice-presidente do PSD, Salvador Malheiro, escreveu que o comprometimento em força com a nova tecnologia pode ter custos para os contribuintes a favor de lobbies.

João Galamba, secretário de Estado da Energia, respondeu-lhe poucos minutos depois, escrevendo que concluía que o social-democrata não teria lido a estratégia. “Parece que passou a haver um desporto nacional chamado opinar sem ler”, lê-se no tweet de Galamba.

Estava aberta a discussão em plena rede social. Malheiro respondeu ao socialista, dizendo que “conclui muito mal”. “E em termos de entendimento da matéria o que nos separa é uma dimensão aproximadamente igual ao inverso da constante de Stefan-Boltzmann [uma lei da física de final do século XIX]. E não parta outra vez para o insulto (como já fez com outros). Fica-lhe mesmo mal enquanto governante da nação“, respondeu Salvador Malheiro.

João Galamba insistiu ainda, dizendo que as dúvidas de Malheiro estão respondidas na estratégia do hidrogénio e nos decretos-leis associados. “É mesmo um dos pilares da estratégia não haver qualquer custo para os consumidores de energia“, escreveu o secretário de Estado da Energia.

“Garante-se que os consumidores/contribuintes nada pagarão no futuro? Não. Está-se a fazer um frete a alguém? Demonstre que não”, continuou o vice-presidente do PSD, acrescentando que as redes não estão preparadas e que a tecnologia prevista não é mais eficiente.

Já João Galamba defendeu “Portugal tem das redes de gás (sobretudo distribuição) mais bem preparadas de toda a Europa”, com um nível de preparação substancialmente mais alto do que as dos Países Baixos. “Sobre a garantia de que os consumidores não pagam o regime de apoio a produção e que não terão qualquer custo acrescido, isso é um dos pilares da estratégia e está dito como será feito“, escreveu.

“Sobre fazer um frete a alguém, e apesar da insinuação gratuita, a ENH2 [estratégia nacional para o hidrogénio] está totalmente alinhada com a estratégia, objetivos e mecanismos de financiamento europeus. Se tem alguma dúvida, é perguntar. Se só tem insinuações e quer inverter o ónus da prova, lamento mas não tenho muito para lhe dizer”, rematou o governante.

“OK! Infelizmente não respondeu a nada em concreto. Espero pelo menos que tenha curiosidade em saber o que é a constante de Stefan-Boltzmann”, terminou Malheiro.

No final de julho, Galamba acusou o professor universitário Clemente Pedro Nunes, que considera que os contribuintes vão ser “roubados”, de ser “um aldrabão encartado”.

Recentemente, os fundadores da Tertúlia Energia também defenderam que o plano do hidrogénio do Governo tem várias lacunas e vai custar “muito caro” aos consumidores portugueses.

O Governo aprovou em Conselho de Ministros a ENH, prevendo um investimento privado entre os sete mil milhões e os nove mil milhões de euros até 2030. A produção de hidrogénio deverá levar a uma “redução das importações de gás natural entre os 380 e os 740 milhões de euros“, segundo dados do Ministério do Ambiente.

O Governo prevê ainda que a sua estratégia leve à criação de entre 8.500 a 12 mil novos postos de trabalho directos e indirectos.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. É uma vergonha que tanto dinheiro dos contribuintes vá para projetos de alto risco. Em vez de se investir a fundo na rede de carregamento elétrico dos veículos terrestres, potenciando o crescimento desta tecnologia que se vai apresentar madura dentro de 2-3 anos (sim madura: baterias com 500 km de autonomia por ciclo e mantendo a capacidade de carga por 2 milhões de kms já estão na calha), vai-se investir em algo com elevados custos de produção e armazenamento, para que alguém o possa vender ao preço que quiser.. bela estratégia, esse Sr Galamba parece ser um grande “negociador” (expert no tema bolinha pois tem zero formação académica em qualquer coisa vaga em ciência, quanto mais no tema em questão).

  2. João Galamba e um politicos a antiga fala, fala mas nao passa disso… faz pela vida, para receber algum…
    Quanto as questoes de energia os avancos estao ser rapidos e promissoles nas baterias. Daqui a poucos anos estamos a falar de forma difrente no que conserne quimica das mesmas.
    A ciencia esta numa fase de aceleracao e projectar hoje qualquer coisa sem conhecer o que estao fazer la fora corre-se muitos riscos de ficar absoletos.
    Na area da ciencia e tecnologias e preciso gente com visao e aposta rapida do pais, senao da nisto… mundo roda rapido e preciso acompanha-lo….
    O mundo das baterias esta muito, muito forte e diversificado, a muito boas ideias a surgir em cada esquina, Portugal para conseguir acompanhar tem os politicos de criarem condicoes a todos os niveis, para alunos e professores e nao deixarem boas ideias na gaveta… evoluir e aprender com erro… e fora de portugal a muitos erros e mas muitos avancos.
    Hidrogenio e sim para ficar, mas precisa e genios e ideias brilhantes para ter uso seguro….
    Mas, para la caminhamos… e precisamos de muita quimica…

RESPONDER

Um dinossauro gigante com o dobro do comprimento dos tiranossauros dominou a cadeia alimentar

A nova espécie foi descoberta no Uzbequistão e tinha dentes semelhantes aos de um tubarão. Pesava cinco vezes mais do que o principal predador conhecido até agora, o tiranossauro. Há cerca de 90 milhões de anos, …

A teimosia de Simeone e a "cabeça dura" de Conceição vão defrontar-se já amanhã

O FC Porto e o Atlético de Madrid vão arrancar a campanha na Champions já amanhã, e os velhos amigos Sérgio Conceição e Diego Simeone deixaram recados um ao outro nas conferências de imprensa. É já …

Parlamento Europeu apela ao reconhecimento das uniões homossexuais em toda a União

Os eurodeputados querem que os casais homossexuais e as suas famílias sejam tratadas de forma igual em todos os estados-membros. Os eurodeputados exigiram esta quarta-feira que os casais homossexuais beneficiem dos mesmos direitos dos restantes em …

Dínamo Kiev 0-0 Benfica | Tanta posse para acabar a rezar a São VAR

As “águias” dominaram as operações durante grande parte deste primeiro encontro de Liga dos Campeões “a sério” em 2021/22, mas não materializaram essa superioridade e no fim viram Vlachodimos, os postes e o VAR a …

Reino Unido avança com terceira dose para maiores de 50 anos. Máscara pode regressar

Boris Johnson anunciou hoje o plano de protecção do Reino Unido para o Outono e Inverno, que inclui medidas que vão entrar já em vigor e que prevê o regresso da máscara e a exigência …

Uma bactéria que "come carne" está a causar mortes da Flórida

A bactéria está mais presente na água do mar em zonas quentes e já matou 125 pessoas no estado norte-americano desde 2008. Pelo menos oito pessoas já morreram este ano na Flórida devido a uma infecção …

Siemens vai criar comboio de alta velocidade que ligará Mar Vermelho e Mediterrâneo

Um consórcio liderado pela multinacional alemã Siemens estabeleceu um contrato de 4,5 mil milhões de euros para construir uma linha ferroviária de alta velocidade que ligue Ain Sukhna, no Canal de Suez, a Alexandria e …

Alaba joga no Real Madrid mas o seu sonho era jogar no Barcelona

Véspera do grande jogo entre Barcelona e Bayern Munique serviu para Uli Hoeneß divulgar uma conversa pouco simpática para as pessoas ligadas ao Barcelona. A fase de grupos da Liga dos Campeões está de volta. Neste …

Chuva está a ajudar a controlar incêndios em Espanha

Há quase uma semana que as chamas deflagram em Málaga e o incêndio já matou um bombeiro. A chuva tem ajudado a combater o fogo. Há seis dias consecutivos que os bombeiros estão a combater incêndios …

Voos da ONU para Cabul são retomados. Doadores angariam 850 mil milhões de euros de ajuda

Os talibãs garantem que vão proteger as equipas humanitárias da ONU que vão ajudar o Afeganistão, que enfrenta uma grave crise devido à seca. Desde 15 de Agosto que os voos com ajuda humanitária da ONU …