Vistos Gold, ESCOM e BES Angola. “Há ainda muita coisa que os portugueses merecem saber”

Mário Cruz / Lusa

O hacker português Rui Pinto voltou esta quinta-feira ao Twitter, acusando a Justiça portuguesas de querer silenciar escândalos como o Luanda Leaks, que revelou há cerca de uma semana alegados esquemas fraudulentos que envolvem a empresária angolana Isabel dos Santos. 

“Acho que os cidadãos portugueses já perceberam que a minha prolongada e desproporcional prisão preventiva tem como objetivo primordial silenciar as minhas denúncias e manter escândalos como o Luanda Leaks fechados a sete chaves”, pode ler-se numa mensagem publicada às 5h41 desta quinta-feira na rede social.

“Se dependesse da Polícia Judiciária e do Ministério Público português, estas informações nunca viriam a público, nem as autoridades angolanas alguma vez seriam informadas da existência destes dados”, continua o português, que está detido desde março de 2019.

Vistos Gold, ESCOM e BES Angola – há ainda muita coisa que os portugueses merecem saber”, avisa ainda Rui Pinto.

Preso desde 22 de março de 2019, Rui Pinto revelou recentemente ser o denunciante do Luanda Leaks. “Rui Pinto procurou, assim, ajudar a entender operações complexas conduzidas com a cumplicidade de bancos e juristas que não só empobrecem o povo e o Estado de Angola, mas podem ter prejudicado seriamente os interesses de Portugal”.

Numa nota assinada pelos seus dois advogados, pode ler-se que Rui Pinto entregou este disco rígido, “no cumprimento do que entende ser um dever de cidadania”, e “sem qualquer contrapartida”, depois de tomar conhecimento das missões realizadas pela organização PPLAAF (Plataforma de Proteção de Denunciantes na África)”.

O português foi também o denunciante do Football Leaks, sendo por este caso que se encontra detido. É acusado de cerca de 90 crimes de acesso ilegítimo, acesso indevido, violação de correspondência, sabotagem informática e tentativa de extorsão.

Vigília por Rui Pinto

Duas dezenas de pessoas concentraram-se esta quarta-feira em Lisboa para exigir que seja aplicada a Rui Pinto a diretiva europeia contra o branqueamento de capitais para que o hacker seja libertado e colabore com as autoridades no combate à corrupção.

A vigília à porta do Estabelecimento Prisional anexo à polícia Judiciária (PJ), em Lisboa, foi promovida pelo Movimento Mais Cidadania e juntou cerca de duas dezenas de pessoas, que empunhavam fotografias de Rui Pinto e acenderam velas, encontrando-se entre elas a dar apoio à causa da psicóloga e comentadora Joana Amaral Dias.

Mário Cruz / Lusa

A antiga política disse que a concentração destina-se a exigir ao Estado português que aplique a 4.ª diretiva que diz respeito ao branqueamento de capitais e que determina que todos os Estados-membros da União Europeia (UE) protejam todas as pessoas que fazem denúncias desse tipo de crimes, “coisa que efetivamente Rui Pinto fez e não está a ser protegido, porque está detido [preventivamente] ao contrário de estar a ser defendido”.

Temos os ladrões à solta e aqueles que são os denunciantes estão presos. Isto existe porque a justiça não fez o seu papel, a justiça não fez o seu caminho. Esta situação do saque, do esbulho ao povo angolano é conhecida há muito tempo, foi denunciada por muitas pessoas, desde o Rafael Marques, a muitas outras, e a justiça fez alguma coisa. Se era assim tão falado porque é que não avançou, quando o próprio Rui Pinto terá feito denúncias ao Ministério Público (MP) sobre esta matéria que não foram ouvidas nem atendidas?”, questionou, em declarações à agência Lusa.

Joana Amaral Dias considerou que, “entre o vazio legal que não protege o denunciante e uma justiça completamente castrada e refém de outros interesses, não havia qualquer outra possibilidade que restasse ao Rui Pinto senão cometer este ato de cidadania”.

Rui Pinto não devia estar preso, devia estar a ser chamado a colaborar com a justiça portuguesa, como tem sido na justiça belga, alemã, angolana e francesa, que já deu consequências quando foi o caso do Football Leaks”.

Entende que o estatuto de denunciante, que ministra da Justiça disse que será transposto para a lei portuguesa no prazo de um ano, “não se aplica a Rui Pinto, o que num caso lato seria o ideal, mas no concreto é restrito e tem uma aplicação muito limitada, por isso bastaria, se o Estado português quisesse aplicar a 4.ª diretiva”.

“É inaceitável o que está a acontecer em Portugal atualmente, porque temos efetivamente alguém que está a contribuir para a resolução de crimes que está preso, enquanto todas as outras, desde Ricardo Salgado, a Oliveira e Costa, a Isabel dos Santos estão soltas, perante os crimes de milhões e milhões”, vincou.

Joana Amaral Dias acrescentou que Rui Pinto “terá cometido os seus erros, mas deu um contributo muito importante, muito valioso para a sociedade portuguesa e ainda pode contribuir mais e por isso é que tem de ser solto”.

Da mesma opinião é Carlos Magalhães, do Movimento Mais Cidadania, que entende, “sem querer meter a foice em seara alheia porque este é um problema da justiça”, que na situação do Rui Pinto pode-se falar num pequeno crime porque tentou extorquir, um crime de pirataria, mas o que ele sabe poderia ser aproveitado pelas autoridades policiais e judiciárias para chegar à grande criminalidade, como é o crime de corrupção”.

Também acha que devia ser libertado para colaborar com a justiça, independentemente de ser julgado e condenado a posteriori, nesta fase devia colaborar com as autoridades, não faz sentido estar em prisão preventiva.

“Era mais positivo do ponto de vista da cidadania e do erário público saber estas questões do submundo e dessas vigarices todas ao nível da corrupção seria mais importante libertá-lo e a polícia aproveitá-lo, de forma controlada, e depois sim, se houve crime de extorsão tem de pagar por isso“, declarou à agência Lusa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

    • Ele é criminoso. Mas as informações que ele recolheu deveriam dar azo a uma investigação por parte do ministério público. Por que razão até agora o MP não visitou os escritórios de advogados a fim de recolher as provas baseadas nos dados obtidos, ilicitamente, pelo Rui Pinto?

  1. caro Mario nunes e o Ricardo salgado e outros Ricardos roubaram milhões e não te importas, mas dás valor a quem tirou mils, vai para as cavernas, viva o Rui Pinto, o problema é que se ele fala tudo há muita gente grande politicos etc, que terão problemas por isso Rui estás na prisão, mas estamos contigo.

  2. Precisamos de Rui Pinto fora da prisão e os corruptos presos e devolverem o que roubaram.
    Quem deseja Rui Pinto preso, só pode ser corrupto ou ladão do povo…
    Rui Pinto na rua denunciará a sociedade portuguêsa Corrupta.
    Portugal é um dos países mais rico da Europa e do Mundo, tem tudo, mas com estes malditos corruptos Portugal tornou-se refém da U.E. porque enquanto não pagar a divida que já vai a 600% num Portugal é dos portuguêses…
    Pois Portugal com tantos corruptos nunca pagará a divida.
    RUI PINTO NA RUA E OS CORRUPTOS PRESOS E A DEVOLVEREM O QUE ROUBARAM…

    • E lá vens tu com a libertação, ele está preso porque existe risco de fuga, como o fez no passado.
      Engraçado que enquanto andava livre não fez denúncias a menos que houvesse compensas financeiras e em outros casos era se não lhe pagassem o que ele queria.

      Agora que está lá dentro, já tem provas de tudo. Agora de repente bateu-lhe o dever cívico.
      Ele anda a usar a informação para ganhos pessoais e vocês são comidos com cebolada por ele.

      Não digo que os outros também não mereçam la estar, desde que se prove, e ser rico ou ter bom salário não é significado de corrupção. A não ser aos olhos de pessoas como tu que julgam tudo e todos sem ter provas ou porque alguém disse que eram.
      Foram gajos como tu que criaram a inquisição espanhola, e olha o resultado que deu. Mas seguem sem aprender e a acusar só porque alguém diz.
      Queres um exemplo, os teus comentários são a prova de isso, não só aqui como em outras notícias, quando alguém discorda de ti, tu acusas de serem corruptos, criminosos, terem medo da informação, etc.

      Felizmente é as leis que tu menosprezas que te protejam e te permitem vir para aqui destilar inveja e raiva.
      É esse estado direito, que eu defendo e de que o Rui anda a gozar á muito tempo, o mesmo estado direito que deixa com que tu escondas detrás de um computador a acusar os outros.

    • “Portugal é um dos países mais rico da Europa e do Mundo, tem tudo…”
      “porque enquanto não pagar a divida que já vai a 600% num Portugal é dos portuguêses…”
      Se não sabes nada sobre Portugal, porque continuas a debitar mentiras e disparates?!
      Mal sabes escrever, quanto mais..

RESPONDER

Estudo identifica cidades europeias com maior mortalidade devido à poluição do ar

Madrid, Antuérpia e Torino (em Espanha, Bélgica e Itália, respetivamente) lideram o ranking de mortes associadas à poluição por dióxido de azoto (NO2). Já a maior mortalidade atribuível a partículas finas é encontrada em cidades …

Fim do Flash Player colapsou sistema de estação ferroviária chinesa

O sistema ferroviário na cidade de Dalian, no nordeste da China, ficou paralisado por causa da desativação do programa Flash Player da Adobe. A Adobe encerrou o suporte técnico do seu player de multimédia Flash Player …

Eis o que o mundo pode aprender com o confinamento da China

O confinamento na China tem apresentado resultados excecionais no controlo da pandemia, à custa da perda de liberdade das pessoas. Ainda assim, há muito que se pode aprender com o exemplo chinês. Colocar o autoritarismo contra …

Descoberto fármaco "100 vezes mais potente" contra a covid-19 (e "nasceu" das seringas-do-mar)

Uma equipa internacional de investigadores descobriu um medicamento antiviral que é "100 vezes mais potente" do que o remdesivir no tratamento da covid-19. Trata-se de um fármaco usado para tratar um cancro sanguíneo, que só foi …

Covid-19. Fortuna das dez pessoas mais ricas pagaria vacina para toda a população mundial

A riqueza combinada dos dez homens mais ricos do mundo subiu em cerca de 540 mil milhões de dólares (445 mil milhões de euros) durante a pandemia, de acordo com um relatório da organização internacional …

Farmacêuticas pouco preparadas para próxima pandemia, alerta relatório

As maiores empresas farmacêuticas do mundo estão pouco preparadas para a próxima pandemia, apesar da crescente resposta à covid-19, alertou um relatório da Access to Medicine Foundation, divulgado esta terça-feira. Neste relatório, Jayasree K Iyer, diretora executiva …

Um em cada três infetados com covid-19 é assintomático

Investigadores sugerem, com base numa revisão de 61 estudos, que uma em cada três pessoas infetadas com o novo coronavírus é assintomática. Uma em cada três pessoas infetadas com covid-19 não sabe que tem o novo …

"Vizinho Amigo tem muitos voluntários, fiquem em casa e peçam ajuda"

Martim Ferreira conta como surgiu, como está e como acha que estará o Vizinho Amigo - um projeto que reúne milhares de voluntários em Portugal, que ajudam pessoas de grupos de risco desde que o …

El Dorado português está para durar. Nem pandemia, nem taxa de 10% afastam reformados estrangeiros

Apesar da pandemia e de uma nova taxa fiscal de 10%, Portugal continua a ser um destino desejado por reformados estrangeiros, nomeadamente pelos franceses que estão de olho na descida nos preços das casas e …

A Terra perdeu 28 triliões de toneladas de gelo nas últimas décadas. Cumprem-se assim os "piores cenários" científicos

A Terra perdeu 28 triliões de toneladas de gelo nas últimas décadas, o que equivale a uma camada de 100 metros de espessura a cobrir o Reino Unido. Esta descoberta cumpre os "piores cenários" científicos, …