Há mais de 10 mil infetados em Portugal. DGS vai fazer testes de imunidade à população

José Sena Goulão / Lusa

A diretora Geral de Saúde, Graça Freitas (D), acompanhada pela ministra da Saúde, Marta Temido

O boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde deste sábado regista 10.524 casos de infeção por covid-19 em Portugal. Há mais 20 mortes, num total de 266 óbitos.

Nas últimas 24 horas, até à meia-noite, foram registados mais 638 casos confirmados de covid-19, num total que ultrapassa os 10 mil casos: 10.524. Isso representa um aumento de 6%. Há 1.075 pessoas internadas, 251 das quais em cuidados intensivos.

Foram registados mais 20 mortes, num total de 266 mortos – um aumento de 8%. Sobre as vítimas, o boletim informa que na sua maioria (170) tinham mais de 80 anos e 50 tinham entre 70 e 79 anos. Na conferência de imprensa diária, a ministra da Saúde, Marta Temido, diz que há uma taxa de letalidade de 2,5% e uma taxa de letalidade acima dos 70 anos de 10,3%.

O número de recuperados subiu de 68 para 75. Há 5.518 pessoas à espera do resultados laboratorial e 22.858 em vigilância pelas autoridade de saúde. Há cerca de 81 mil casos suspeitos.

A região do Norte continua a ser a que tem mais casos de covid-19, com 6.280 pessoas infetadas e 141 mortes registadas. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo, com 2.513 infeções e 54 mortes.

Já se encontra disponível o Relatório de situação de hoje, 4 de abril, que pode ser consultado integralmente…

Publicado por Direção-Geral da Saúde em Sábado, 4 de abril de 2020

Marta Temido disse que o chamado índice R0 (numero de médio de casos infetados por cada caso) foi de 1,81 entre 21 de fevereiro e 16 de março. O que mostrava que “o surto estava a crescer”, mas era “inferior ao que estivemos”.

Apesar dos dados, governante fala em “alto grau de incerteza”, mas mostra que os “esforços devem ser no sentido de reduzir a infeção”.

Marta Temido explicou o porquê de ter sido retirado o óbito da região do Alentejo e que havia mais um óbito no masculino dos 50 aos 59 anos e no feminino dos 70 aos 79 anos. Estas mortes foram retiradas porque a “autópsia não confirmou que morte estava associada a covid-19”.

Sobre o material de proteção, “só hoje serão recebidas 3 milhões de máscaras cirúrgicas e 400 máscaras FFP2“.

A ministra disse que “a utilização de máscara cirúrgica está recomendada a todas as pessoas com sintomas, que trabalham em instituições de saúde”. Fora das instituições de saúde, como lares e rede de cuidados continuados, a utilização de proteção individual está aconselhada para profissionais ou pessoas que possam contactar com doentes de Covid-19 ou material contaminado por esses doentes”.

A ministra da Saúde disse que, este sábado, os serviços recebem “80 mil zaragatoas e 260 mil testes”, admitindo que “nos últimos dias temos tido falta de zaragatoas em vários pontos do sistema”.

A ministra da Saúde revelou que “o número de testes entre 1 de março e 1 de abril foi 88.497, 67% no público e 43% no privado”. Portugal tem neste momento uma capacidade de fazer “6480 testes por 4190 testes por dia no setor privado”.

Marta Temido disse ainda que vão chegar amanhã “144 ventiladores novos” de uma encomenda de 1500.

Vão avançar testes de imunidade da população

Graça Freitas avançou que Portugal, através do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge e em colaboração com outros países, vai fazer estudos para perceber que proporção da população adquiriu imunidade ao novo coronavírus, só não disse ainda quando é que isso irá acontecer.

“Parece que foi há muito tempo ,mas a doença em Portugal começou há cerca de um mês, portanto a maior parte dos nossos doentes ainda está em fase de recuperação. Vamos ter de perceber qual é a altura ideal para fazer o teste, numa amostra da população”, disse a diretora-geral de Saúde, depois de explicar que os anticorpos testados demoram algum tempo a desenvolver-se depois de confirmada a infeção.

Questionada sobre a possibilidade de regresso às aulas até ao próximo dia 4 de maio, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, explicou que ainda não existe data apontada para o regresso à “vida mais ou menos normal” . Para já, essa questão não se coloca.

A ministra da saúde diz ainda que “esta luta não é uma corrida de 100 metros, é uma longa maratona e temos de dosear muito bem as nossas energias, expetativas e esforço.” “Precisamos de continuar, mesmo de continuar, a utilizar as medidas de contenção e de mitigação. Precisamos mesmo de continuar a informarmo-nos corretamente sobre aquilo que são as regras que são recomendadas.”

“Precisamos mesmo de continuar a apoiar aqueles que precisam de apoio, não podemos deixá-los sozinhos, abandonados à sua sorte. Em particular aos mais fragilizados que estão em estruturas residenciais para pessoas idosas, que são aqueles que junto dos quais temos sentido mais dificuldades”.

Marta Temido sintetizou, dizendo que há “responsabilidade dos portugueses, mas responsabilidade que tem de ser renovada todos os dias porque não há ainda uma luz ao fundo do túnel”, o que há é “uma expetativa, uma esperança”

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …

Morreu o prefeito de São Paulo que venceu a covid-19, mas que perdeu a batalha para o cancro

O prefeito da cidade brasileira de São Paulo, Bruno Covas, morreu este domingo, aos 41 anos, vítima de cancro, segundo a imprensa brasileira e várias personalidades que nas redes sociais têm lamentado a sua morte. Bruno …

China não está a conseguir macacos de laboratório suficientes para responder à procura da comunidade científica

A proibição do comércio de animais selvagens e o crescimento da investigação científica estão a causar uma escassez de macacos de laboratório na China. A oferta cada vez menor de macacos de laboratório, amplamente usados em …

Câmara do Porto recusa hastear bandeira LGBT no dia contra a homofobia

A Câmara Municipal do Porto recusou hastear a bandeira LGBTI+ na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, data em que se assinala o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. Segundo o Público, a autarquia …

E se fosse possível passar um mês no Palácio de Buckingham? O preço não seria para qualquer bolso

Viver num palácio pode ser o sonho de muitos, mas não é para a carteira de qualquer um. Agora, já se sabe quanto custaria alugar, durante um mês, uma das casas reais mais conhecidas da …

Cavaco Silva considera que seria "chocante" PSD aprovar reforma das Forças Armadas

O ex-Presidente da República defende que é "um erro grave" a reforma das Forças Armadas que o ministro da Defesa pretende fazer, afirmando que seria para si "chocante" ver o PSD aprová-la. "Considero um erro grave …

Risco de ser hospitalizado ou morrer de covid diminui 90% após vacinação

O risco de um adulto ser hospitalizado ou morrer por covid-19 diminui 90% a 95% passados 35 dias sobre o início da vacinação, conclui um estudo divulgado este sábado pelo Instituto Nacional de Saúde de …